criacao-de-um-aplicativo

Condições de pagamento e garantias para criação de um aplicativo

A criação de um aplicativo envolve algumas variáveis. Uma das constantes dúvidas de quem pretende desenvolver uma plataforma é quais serão as formas de pagamento para aquele app.

A resposta é ampla e pode variar bastante de acordo com a dinâmica de produção escolhida e a empresa.

Conheça as formas de pagamento na criação de um aplicativo

Aqui na Usemobile trabalhamos com três diferentes tipos de processos:

  • Pagamento em porcentagem

Nesse tipo de pagamento é preciso analisar caso a caso antes de definir valores.

Toda app passa por etapas de desenvolvimento. Essas fases se iniciam desde quando o cliente pede um orçamento até o fechamento do contrato. Para que seja escolhido essa primeira forma de pagamento é necessário que o acordo entre as partes esteja bem estipulado.

No momento em se inicia a negociação são previstas modificações que podem ser realizadas no processo de criação de um aplicativo. No caso de um pagamento em duas etapas, uma no início e outra no fim, essas atividades desenvolvidas devem ser melhor calculadas.

Ou seja, na definição do contrato o valor final do aplicativo tem que ser bem definido para as duas partes. Isso irá depender da clareza do cliente na hora de especificar seus desejos e da qualidade da equipe em realizar tais aplicações.

Por fim, a definição de como se dará a divisão desta porcentagem é relativa. Podem existir casos em que seja acordado 50% no início e 50% no final, por exemplo. Essa escolha tem como principal valor de validação o cliente, o tipo de produto e a flexibilidade da empresa.

  • Pagamento através dos meses de desenvolvimento.

Neste caso o valor total do projeto é dividido entre os meses de desenvolvimento do app. São criados pacotes de entregas, chamados sprints, e o cliente paga um valor a cada etapa cumprida.

Para que fique mais claro, vamos explicar como funciona a divisão desses pacotes de entregas.

No processo de criação de um aplicativo são feita várias reuniões. Esses encontros têm como principal objetivo alinhar as ideias da linha de desenvolvimento com a ideia do contratante.

Em um desses encontros são definidos os itens que serão entregues em cada sprint. Essas remessas são feitas, em geral, de duas em duas semanas, podendo variar de projeto para projeto.

É como se a criação de um aplicativo fosse um processo inteiro e os sprints fossem pequenas divisões. Essa separação ocorre para o cliente possa acompanhar a evolução do projeto de acordo com os modelos definidos no contrato inicial.

Então, a cada entrega o contratante efetua uma parte do pagamento previamente estipulada.

  • Valor fechado mediante ao trabalho do mês

Diferente das alternativas citadas anteriormente, essa dinâmica de pagamento está diretamente ligada a quantidade de horas trabalhadas.

Ou seja, no exemplo anterior apesar do pagamento ser efetuado mês a mês ele tinha um valor fixo já previsto.

Nesse caso, esse valor pode variar de mês a mês dependendo exclusivamente da quantidade de horas alocadas na criação de um aplicativo.

Esse tipo de contrato é um pouco mais raro de ser escolhido por trabalhar de forma mais aberta, já que o tempo gasto para realizar as alterações será cobrado após a entrega.

Como toda dinâmica existem prós e contras, uma das principais variações da escolha dessa forma de pagamento é o prazo de entrega final do aplicativo. Como as atividades podem ser modificadas a todo momento a previsão para o término do projeto fica instável.

Análises como tempo de duração, tipo de negociação e duração do projeto devem ser estudas com calma na hora de escolher a melhor opção para você. A criação de um aplicativo pode ser um processo longo ou curto, tudo depende da forma como será montada as etapas desse desenvolvimento.

Formas de garantia oferecidas para o seu aplicativo

Você já tem a ideia do seu aplicativo, já conseguiu investidores, sabe todas as formas de pagamentos e a logística de cada uma delas, mas como garantir que será feito um bom trabalho?

Quando falamos em garantia muitas coisas estão envolvidas nesse processo. Além da segurança do cliente em receber um bom produto, existe também a imagem da empresa que pode ser prejudicada.

Aqui na Usemobile o processo de criação de um aplicativo possui duas principais formas de garantir tanto um bom produto final, quando a satisfação do cliente.

São elas:

  • Participação ativa na produção

Como já falamos aqui o desenvolvimento de um aplicativo é feito por etapas. Essas fases de produção podem ser modificadas de acordo com o tempo, funções e escolhas.

No método da Use o cliente possui participação ativa em todos esses períodos. Desde a elaboração do contrato, até a aprovação em casa sprint desenvolvida.

Quando se estipula essa relação próxima o resultado é uma diminuição significativa em possíveis erros ou bugs. Isso porque trabalhamos a todo tempo buscando entender os desejos e necessidades de cada projeto, para que a criação do aplicativo seja linear e sólida.

A ideia de mostrar cada sprint serve tanto como forma de acompanhamento, como também de fiscalização. Quando o cliente segue o fluxo de evolução do aplicativo ele automaticamente consegue dar opiniões, fazer correções e evoluir juntamente com a equipe envolvida.

Ficou animado e quer desenvolver seu aplicativo com a gente? Peça agora seu orçamento!

  • Período de teste

Na Usemobile o cliente possui um prazo, que geralmente é de 60 dias, para que possa avaliar o produto entregue.

Esse tempo é o que consideramos suficientes para que o aplicativo criado mostre possíveis comportamentos inesperados e como irá funcionar na prática.

Independente de suas escolhas é preciso estar atento às possibilidades que a empresa oferece para seu projeto. A criação de um aplicativo é um processo que pode se desenvolver de formas diferentes, o importante é o produto final ser satisfatório.

Você possui alguma dúvida sobre formas de pagamentos ou garantias dadas para a criação de um aplicativo? Entre em contato que estamos à sua disposição.

Você já conhecia como esse processo ocorria? Deixe aqui nos comentários sua opinião e dicas de melhorias.


  • Laryssa Gabellini
  • Analista de redes sociais e marketing digital
  • Aquela mistura do "erre" do interior com o jeitinho mineiro de ser. Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto. Curiosa, falante e alegre. Acredita muito em energia e conexão. Tem a gratidão como um exercício diário. Se viu apaixonada por comunicação e todo o universo agitado e dinâmico do Marketing. De sorriso fácil e conversas longas, dessa forma vai levando a vida.