ASO: Faça o seu aplicativo ser encontrado

Tags:    

Tópicos

Receba atualizações semanais no e-mail

O ASO é uma importante etapa que merece a devida atenção para o marketing do seu aplicativo. Depois de criado o aplicativo, é preciso fazer com que ele se destaque entre os milhares disponíveis e competir para entrar no ranking dos principais apps das lojas virtuais.

Apenas ter um código de boa qualidade e um app funcional não é suficiente para alcançar tanto sucesso, mas, é claro, que isso também faz diferença. Por isso é importante encontrar desenvolvedores de excelente qualidade.

Porém, o assunto de agora é sobre como aumentar os downloads do seu app com ASO. Para isso, vamos precisar de muita atenção e planejamento na hora de configurar as informações do seu aplicativo. Vamos conferir?

Você irá aprender sobre:

O que é ASO?

ASO é a sigla para App Store Optimization, isto é, técnicas de otimização de busca nas lojas de aplicativos. Elas que irão garantir destaque e que os downloads do seu app aumentem, fazendo com que ele apareça para os usuários como resultado mais relevante quando eles fazem uma pesquisa nas lojas Play Store e App Store.

Para quem já é familiarizado com marketing digital, ASO pode ser comparado ao SEO, otimização para os motores de buscas. Sabe quando você faz uma pesquisa no Google e ele te oferece um catálogo de possíveis respostas? Isso é SEO, lógica também aplicada ao ASO.

Assim, seus futuros usuários irão te achar quando você souber posicionar seu app como a resposta ideal para a busca, aumentando seus downloads.

O interessante do ASO é que ele coloca seu app no campo de visão de quem está de fato interessado no que seu aplicativo pode oferecer, fazendo parte de uma estratégia de Inbound Marketing.

Assim, a chance de alcançar os usuários que você planejou para o seu aplicativo é bem maior. Afinal, divulgar seu aplicativo para pessoas desinteressadas ou com baixo potencial de se interessarem pode não trazer os resultados esperados.

Saia do escuro e aumente os downloads do seu app com as técnicas a seguir.

Como aumentar os downloads do seu app com ASO?

Antes de aprofundar no que fazer para otimizar seu aplicativo nas lojas, primeiro devemos levar em consideração como é a jornada do usuário nas lojas.

São vários os motivos que levam os usuários a abrirem as lojas. Por isso, a jornada não é única e possui diversos caminhos, sejam os motivos:

  • consulta do histórico de modificações dos apps;
  • conferir avaliações;
  • baixar um app específico;
  • explorar novos aplicativos;
  • ler artigos;
  • entre outros.

As orientações a seguir servirão em especial no caso de usuários que estejam numa jornada de descoberta. Neste caso, a pessoa está disposta a pesquisar um termo no campo de busca e avaliar os resultados de buscas.

Ao experimentar digitar “delivery”, a própria App Store (Apple) já ofereceu alguns resultados preliminares, o que pode ser um fator decisivo para o usuário e que encurte a jornada do usuário.

Palavras-Chave

Como já mencionado, os usuários irão encontrar seu aplicativo a partir das buscas nas lojas. Logo, seu app precisa corresponder ao que os usuários estão pesquisando. Isso porque os algoritmos das lojas de aplicativos procuram por termos correlacionados ou iguais ao que o usuário pesquisou e, a partir disso, oferece um catálogo com os melhores resultados, assim como vemos no Google.

Esses termos de busca são as “palavras-chave” e elas devem aparecer na descrição e nome do seu aplicativo. Essas palavras podem servir tanto nas lojas de apps quanto no Google, potencializando as chances de alcançar seu objetivo: aumentar os downloads do seu app!

Planejar as palavras-chaves para o ASO requer acompanhamento, pois existem alguns fatores que podem mudar as palavras-chaves: os algoritmos das lojas de apps, concorrência e até mesmo sua popularidade.

Nome do aplicativo

Além de carregar o nome que você atribuiu ao seu aplicativo, o nome na loja também deve apresentar palavras-chave, especialmente quando seu app está em fase inicial e ainda tem pouco reconhecimento. 

Como já vimos, as palavras-chaves correspondem ao que os usuários buscaram. Assim, se o que foi buscado aparecer no nome do seu app, provavelmente os usuários se sentirão instigados a clicar e checar se o seu aplicativo é o que procuram. 

Exemplo: quero um aplicativo de delivery. Pesquisei “delivery” e vi que seu aplicativo tem “delivery” no nome, então provavelmente irei clicar pra pelo menos conhecer.

Outro ponto a se atentar é que o nome do seu aplicativo é editável, portanto você pode explorar as diferentes palavras-chaves que levantou na fase de planejamento e testar qual melhor funciona para o seu aplicativo.

Primeiro, crie uma lista desses termos e avalie quais podem ser mais relevantes para seu aplicativo, avaliando o volume de busca e o nível de concorrência da palavra-chave para mensurar quais outros apps também usam e como está o ASO deles.

Ferramentas para palavras-chaves

Ao invés de ficar somente na base dos achismos e correr o risco de errar, faça o uso de ferramentas que irão te fornecer todas as informações necessárias para o planejamento das palavras-chave:

Cadastrando as palavras-chaves

No console das lojas de aplicativos há um campo invisível aos usuários destinado às palavras-chaves, que pode ser preenchido com até 100 caracteres. Para melhor otimizar o uso do espaço, siga essas dicas:

  • Use vírgulas ao invés de espaço entre as palavras-chave. Ex: mobilidade urbana,taxi barato,corrida;
  • Evite o plural;
  • Não repita palavras-chave ou variações delas, pois pode ser considerado spam;
  • Fuja do uso de conectivos e artigos: a, o, que, em.

O objetivo é economizar caracteres para preencher o máximo de palavras-chave relevantes possível.

Ícone

Vou começar por um clichê: a primeira impressão é a que fica. Agora uma constatação: os primeiros elementos a serem vistos são o ícone e nome dos aplicativos. Logo, o design do ícone do seu app precisa ser criativo, passar uma mensagem e, acima de tudo, ser atrativo.

Segundo estatísticas de aplicativos da Storemaven, os usuários levam cerca de 3 segundos para se convencerem a clicar ou não num app na loja de aplicativos. Com isso, é inegável que o ícone é um grande contribuinte para a conquista do download.

Afinal, seu ícone vai representar parte da credibilidade do seu aplicativo, pois um ícone que se comunica com o usuário, e transmite segurança, será fundamental para fazê-lo clicar no seu app nos resultados de busca.

Além de cumprir esse papel de isca para a atenção dos usuários, seu ícone também deve cumprir com as recomendações de dimensão para evitar problemas de baixa qualidade por compressão de imagem. Portanto, se o ícone não estiver de acordo, seu app vai ser  prejudicado por causar uma má impressão e, consequentemente, irá espantar cliques.

Você pode consultar o guia do Google para os ícones e da Apple para garantir que o ícone seja produzido corretamente.

Descrição

Seu futuro usuário finalmente te achou e clicou no seu app. E agora? Esse é o momento da descrição agir. Com ela você irá apontar o que seu app faz, os benefícios dele e outras informações que mostrem o que seu aplicativo tem de valor. É o seu momento de ser persuasivo e usar as palavras certas, inclusive as chave!

Porém existe um grande desafio aí. De toda a descrição, apenas os primeiros 94 caracteres estarão visíveis na Play Store; já na App Store pode variar de 93 a 112 caracteres. Para ler as demais informações, o usuário vai precisar clicar em “ler mais”. Logo, sua mensagem persuasiva deve estar logo no começo e conter call to actions.

Importante ressaltar que a popularidade do seu aplicativo também influencia no conteúdo da descrição. Uma vez consolidado, não é necessário tantos elementos de persuasão assim, pois o branding já estará cumprindo um forte papel na persuasão.

Há aplicativos, inclusive, que aproveita o espaço para fazer brincadeiras ou disponibilizar promoções para os usuários. Embora promoção seja uma estratégia de persuasão, um app optar por priorizar essa informação mostra que já há um entendimento maior sobre sua função. Isto é, o usuário já “foi educado” sobre seu app.

Por isso, a Uber não precisa adicionar “mobilidade urbana” ou “solicite corridas”, pois não é necessário esse complemento mais.

Gráficos de recursos

Junto da descrição, o gráfico de recursos também será um elemento bastante atraente para o seu aplicativo. Como uma imagem pode falar mais do que mil palavras, os gráficos de recursos servem para explicitar a aparência do seu aplicativo, funcionalidades dele e os principais recursos.

Eles podem ser capturas de tela do seu aplicativo, assim como o Rappi faz. Com a aplicação da lógica de carrossel usado no Instagram, criou-se também uma nova forma de apresentar os gráficos de recursos, confira:

Lembre-se: o gráfico de recursos deve ser mais um elemento de persuasão para aumentar os downloads do seu app. Ele serve para explicitar o que seu aplicativo faz de forma que envolva seu futuro usuário.

Além disso, atente-se para a quantidade de imagens: a Play Store permite cerca de 18 elementos visuais: 12 na horizontal e 6 na vertical; já a App Store, 10 imagens.

Vídeos

Além de usar elementos estáticos no gráfico de recursos, seu aplicativo também pode apresentar um vídeo. Ele pode ser um resumo do que foi apresentado na descrição e gráfico de recursos, mostrar o fluxo e funcionamento do seu app, ou alguma outra ideia que você tiver.

O importante é mostrar o seu aplicativo e atrair mais cliques no botão de baixar. 

Ah! Inserir um vídeo não diminui o volume de imagens a acrescentar no gráfico de recursos. Então você continuará tendo 18 imagens disponíveis para a loja Android, e 10 para a iOS.

Reviews

O conteúdo das avaliações e feedbacks são coisas que não temos controle, cabendo somente ao usuário. Cabe a nós entregar um produto de qualidade e que ofereça uma boa experiência do usuário para influenciar em conteúdos positivos acerca do nosso produto. 

Os reviews são importantes e um grande elemento de persuasão, pois eles servem de prova social e garantia de qualidade para demais outros usuários. Como são gerados de forma espontânea pelas pessoas, elas confiam no que está sendo dito pelo público e se sentem mais confortáveis em instalar.

Como forma de incentivo para os feedbacks, implemente modais solicitando a avaliação do app. Provavelmente já apareceu para você uma mensagem num app perguntando se você está gostando dele. Essa é uma estratégia para colher bons feedbacks.

O pulo do gato nessa situação é configurar para que o modal apareça após a conclusão bem sucedida de fluxos, pois nesse momento o usuário tende a estar mais satisfeito e propenso a fazer uma avaliação positiva.

Contudo, o senso comum aponta que somos mais suscetíveis a oferecer feedbacks em casos negativos. Inclusive, é comum os usuários utilizarem a área de avaliação para reclamações ou solicitar suporte. Para amenizar esse tipo de situação, você pode inserir o canal de suporte dentro do aplicativo ou informações na própria loja, pois assim as reclamações e solicitações serão direcionadas.

Resolvido o problema, o usuário ainda pode voltar lá na loja de aplicativos e avaliar positivamente seu app por ter solucionado tudo. Você também pode incentivar esse retorno.

Diferenças App Store e Play Store

A principal diferença entre a App Store e Play Store são quanto suas plataformas. A App Store é de uso exclusivo para usuários que usam smartphones da Apple, como um iPhone 13. Em contrapartida, a Play Store é somente para aplicativos Android, atendendo dispositivos de marcas como Motorola, Samsung, Xiaomi e outros.

Do ponto de vista do desenvolvimento de aplicativos, a App Store possui uma política de revisão dos aplicativos mais rígida que a da Play Store. As políticas de aprovação de cada loja podem ser acessadas nos seguintes links:

ASO é apenas uma parte do marketing!

A promoção do seu aplicativo deve ser mais complexa que as otimizações de ASO. Embora seja uma parte importantíssima do marketing para aplicativos, ter um plano de marketing bem elaborado fará a diferença em cada campo estratégico, inclusive no ASO.

É através do plano de marketing que teremos informações acerca do mercado, como estudo de concorrência, estatísticas e demais informações pertinentes para insights relevantes na hora de elaborar as peças de marketing. 

Por isso, antes de avançar para as otimizações do ASO, invista num bom planejamento!

Use o SEO também!

A otimização para motores de buscas também se aplica ao Google! As páginas da App store e Play Store também aparecem no buscador, logo, também convém pensar nisso na hora de fazer o ASO do seu aplicativo. 

Recapitulando

Conquistar o aumento de downloads no seu app vai além de desenvolver o aplicativo. Você precisa também fazê-lo atrativo aos olhos dos usuários e conquistar a atenção deles. Seu objetivo é causar uma boa impressão, porque é ela quem fica para o usuário. Numa situação de má impressão, convencê-lo do contrário é muito mais trabalhoso.

Por isso, invista num design atrativo e nas pesquisas de palavras-chave, pois eles servirão de base para os demais requisitos necessários para o ASO: ícone, gráfico de recursos, título do aplicativo e descrição.

Para aumentar ainda mais a popularidade e conseguir mais downloads para seu app, aposte no marketing, seja ele offline ou digital. Cada um vai exigir diferentes planejamentos, mas bons resultados no volume de downloads. Então, saiba um pouco mais sobre marketing offline e as vantagens de ter presença digital nas redes sociais para apps.

Respostas de 8

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Estamos contratando, venha conferir nossas vagas