Como fazer marketing offline para aplicativos

Marketing offline é tudo aquilo que está fora das estratégias digitais, o que acessamos quando estamos na rua vendo outdoors, recebendo panfletos ou campanhas de televisão e rádio. Isto é, conteúdos divulgados em meios que não sejam redes sociais, blogposts, sites e quaisquer outros meios online.

O marketing offline para aplicativos não será diferente do marketing de outros negócios. Os canais de comunicação serão bastante parecidos, em alguns casos até mesmo no estilo e conteúdo das mensagens. Neste artigo veremos sobre como definir o público, os canais de comunicação e como criar uma campanha de marketing offline para aplicativos, dando ênfase aos apps de transporte.

Você vai ver:

Por que usar Marketing Offline nos aplicativos?

Assim como no marketing digital, o marketing offline também servirá para divulgar sua marca, isto é, seu aplicativo. A grande vantagem em relação ao marketing digital é que o offline desfruta de recursos que alcançam uma visibilidade maior: um outdoor na avenida principal da sua cidade sem dúvidas chama atenção de muita gente, o tempo todo. E se o objetivo é ficar na mente e coração das pessoas, nada melhor do que dar motivo para que elas lembrem de você, preferencialmente de forma positiva.

E por si só seu aplicativo não vai chegar nos celulares dos seus usuários. Eles precisam de um empurrãozinho para passarem a ser conhecidos. É aí que o marketing entra em cena. Neste caso, o marketing offline.

Seu aplicativo tipo Uber acabou de chegar na App Store e Play Store? Invista nas diferentes formas de anunciar a sua chegada e os benefícios de fazer uma corrida com o seu app de mobilidade urbana. Assim, o volume de downloads será maior e as pessoas terão menos desconhecimento e desconfiança do seu aplicativo.

Em suma, o marketing offline servirá para consolidar e fortalecer o nome da sua marca nos locais onde ele atua. No caso dos tipo Uber, a atuação é local, isto é, em cidades específicas. Assim será mais fácil de determinar qual o tipo de mensagem mais interessa aos habitantes da cidade ou região, os lugares e outros canais de comunicação mais interessantes para atingir esse público local.

Outro detalhe a se atentar é: você também faz parte dessa população. Logo, a facilidade de trabalhar com o marketing offline também se dá por este motivo.

Vantagens do marketing offline

O marketing offline pode servir para quaisquer negócios: os de pequeno, de médio ou grande porte. O orçamento será o principal norteador para definir as ações offline a serem aplicadas. Logo, todos podem desfrutar dos benefícios do marketing offline.

Segurança

Antes da frase jocosa “se está na internet é verdade”, existia a “se está na TV é verdade”. Portanto, apostar na divulgação em canais de televisão, estações de rádio, jornais e revistas podem ser excelentes saídas para passar credibilidade para o seu aplicativo e segurança de que ele é sério e funcional.

Alcance e fixação

Como acabamos de ver, a TV e rádio podem ser canais de comunicação e não há dúvidas de que ambos alcançam muitas pessoas. Podemos dizer a mesma coisa dos outdoors. Como há um fluxo de tráfego, muitas pessoas vão visualizar a sua mensagem. No caso dos aplicativos de mobilidade urbana, quanto mais pessoas da sua cidade virem seu app, maiores as chances de conquistar novos usuários.

Além disso, os habitantes da sua cidade verem que existe uma solução de mobilidade urbana segura e rápida é uma forma interessante de fixar o seu aplicativo na mente deles. Eles podem pensar “pra que estou a pé (ou no ônibus) se posso pedir uma corrida direto de casa?”, o que pode ser extremamente valioso para fixar o seu aplicativo na mente da população e conquistar novos usuários.

Contato direto com o público

Como vamos ver daqui a pouco, a entrega de flyers e realização de eventos são canais de comunicação. E como se tratam de momentos presenciais, essas ações offline coloca sua marca em contato direto com o público. Você pode aproveitar a oportunidade para fazer uma pesquisa acerca do público e suas expectativas, ou qualquer outra estratégia que você elaborar.

Com fazer campanhas de marketing offline?

Com o panorama que já levantei, imagino que algumas ideias já devem estar pipocando na sua cabeça. O primeiro conselho que posso te dar é: não diga não para as suas ideias, anote tudo e depois segue os seguintes passos para estruturar as suas campanhas de marketing offline.

Determine um objetivo

Campanhas de marketing offline para aplicativos só podem ser planejadas quando o objetivo está traçado. Isso porque fazer por fazer pode não trazer bons resultados, pois com as metas e objetivos definidos fica mais fácil de estabelecer o orçamento, colaboradores necessários, fazer previsões e analisar a performance da campanha.

Segmente o público

Sugerir para segmentar o público pode soar estranho, sendo que os usuários dos aplicativos tipo Uber pode ser qualquer pessoa. Porém, isso não é uma verdade. E se o seu app for voltado para o público feminino? Ou ainda, como a própria Uber no começo, para facilitar a locomoção dos executivos entre suas N reuniões?

Definir seu público tem a ver com o seu objetivo e isso te levará a elaborar as melhores formas de se comunicar, e como escolher os canais para se relacionar com essas pessoas. Se for um público feminino, vale a pena investir em transmitir mensagens sobre a segurança que seu aplicativo garante, por exemplo.

A importância em entender o público também se dá na escolha de região para atuar. Se você sabe que as mulheres são o maior público das academias, por exemplo, você pode definir quais as melhores regiões e ferramentas para atingir esse público. Você pode estar se perguntando: “ah, mas se vou segmentar o público, por que é importante alcançar o máximo de pessoas?”. Simples, porque uma pessoa pode lembrar de um conhecido ao saber do seu aplicativo e passar a informação para frente.

Porém, ao invés de definir um público-alvo, procure definir persona, cujas características são mais detalhadas do que um público-alvo. Basicamente, elaborar uma persona é pensar num personagem, ou mesmo pessoa, que é o seu usuário ideal, definindo características físicas, idade, gostos e preferências, escolaridade e outras informações pertinentes. Garanto que será mais fácil de estruturar as ações offline com essas informações. Aprenda a definir a sua persona com o artigo:

Canais de comunicação do marketing offline para aplicativos

Entendemos o objetivo e quem queremos atingir. Agora está na hora de escolher os meios para comunicar com esse pessoal todo. Como a sua definição de persona não vai ser na base de achismos, você saberá quais são os conteúdos e canais que seus futuros usuários consomem. Então vamos conhecer algumas opções:

  • Spots de rádio: segundo pesquisa do Ibope Media, 89% da população brasileira era consumidora de rádio em 2014. Desse número, 24% ouvem enquanto estão no carro. Portanto, propagandas no rádio irá garantir bastante alcance;
  • Propaganda em tv: no Brasil, a televisão ainda é um dos principais meios de consumo de conteúdo, representando um total de 65% da preferência dos brasileiros, segundo pesquisa da Globo, o Mídia Dados de 2018;
  • Outdoor: ainda que seja muito difícil mensurar quantas pessoas de fato viram o outdoor, é inegável que o alcance dele é grande, especialmente quando alocado em pontos estratégicos;
  • Flyers: da mesma forma que os outdoors, os panfletos também possuem fácil acesso ao público, pois são entregues de mão em mão; 
  • Eventos: como já falamos por aqui, os eventos aproximam pessoas com os mesmos interesses e que podem ser seus clientes em potencial. Além disso, os eventos oferecem grande visibilidade, o que é excelente para se manter em foco. Se apresente e a sua marca, ofereça patrocínios ou outros auxílios que possam colocar o seu aplicativo em evidência.

Avalie os resultados

Assim como os objetivos, realizar as ações offline às cegas não vai ser eficiente para mensurar o quão efetiva sua campanha foi. Por isso, tenha sempre anotado o orçamento realmente utilizado, quando seu app faturou, quantos passageiros e motoristas conquistou, qual a equipe foi necessária para executar a campanha (e sua performance), entre outros.

Se os resultados foram positivos, continue nesse caminho e tenha uma visão à frente e sempre estratégica. Caso contrário, analise tudo que teve de resultado e procure os gargalos que houveram ao longo do caminho e esteja preparado para superá-los na próxima campanha.

Conclusão

O marketing offline para aplicativos do tipo Uber é uma saída para adquirir novos usuários, especialmente porque suas ações geralmente são locais, o que vai facilitar na captação de motoristas e passageiros para seu app. Mas melhor do que o marketing offline, aposte também em somá-lo ao marketing digital.

Explorar o mundo online traz resultados tão bons quanto o marketing offline e nada te impede de fazer os dois ao mesmo tempo, especialmente porque as pessoas possuem presença digital e que o marketing digital exige bem menos recursos do que o offline. Continue lendo sobre o assunto saiba como adotar o marketing de conteúdo em aplicativos.


  • Taysa Bocard
  • Analista de marketing
  • O interesse pela tecnologia e desejo por conhecimentos variados sempre fizeram parte de mim, isso desde a infância. Esse desejo pueril refletiu no meu cotidiano: sou jornalista engajada nas "techs". Porém, a busca pelos saberes não é a parte mais gratificante da minha atuação. Na verdade, o que mais me empolga é passar as informações para frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *