Modelos de contratos de outsourcing de TI

Você já deve saber, mas o controle total sobre um processo é dificultado quando você está gerenciando um time remoto — exceto em caso de outstaffing. Por isso, o ponto mais importante é discutir todas as condições do desenvolvimento do seu software para dispositivos móveis antes do início do projeto. Mas fique calmo, você não precisa reinventar a roda. Existem 3 tipos de contrato de outsourcing de TI que cobrem praticamente todas possibilidades. A sua missão é descobrir qual deles se encaixa melhor em seu projeto.

Você vai ler:

Como funcionam os contratos de outsourcing de um aplicativo?

Cada contrato de outsourcing possui sua particularidade, mas independente da garantia, forma de pagamento e prazo, os contratos de possuem características em comum. Eles são:

  • Escopo fechado ou preço fixo;
  • Escopo aberto;
  • Time dedicado.

Escopo fechado ou “preço fixo”

Sem dúvida este é o modelo mais popular e modelo de contrato de outsourcing para desenvolvimento de um software personalizado. Como diz o próprio nome, você paga uma quantia fixa por um escopo fechado de trabalho.

Este tipo de contrato é perfeito para projetos e parcerias de curto prazo que não duram mais do que alguns meses. Nele é necessário que o time receba uma especificação detalhada que descreva cada parte do produto. Ao fazer um contrato de outsourcing escopo fechado você deve ter certeza sobre as funções que está implementando, pois este tipo de contrato não permite mudanças no projeto.

Projetos de escopo fechado, em geral, não sofrem alterações quando estão em andamento. Por isso, se essa necessidade surgir, é necessário fazer um aditivo ao contrato original, onde consta os novos valores, forma de pagamento, novas funcionalidades e tempo de entrega. Dessa forma, é importante ter domínio sobre tecnologia e criação de produtos para evitar alterações futuras e possíveis insatisfações.

Por fim, o escopo fechado é uma boa estratégia se você está interessado em lançar um produto que já possua um modelo de negócios validado, como por exemplo algum aplicativo sob-demanda. Neste tipo de terceirização de TI, o cliente não é envolvido no fluxo de trabalho. Todo o processo de desenvolvimento é controlado pelo gerente de projetos da empresa contratada.

Quando escolher o modelo de escopo fechado

Se você não sabe se o modelo de preço fixo (escopo fechado) é o ideal para seu projeto de desenvolvimento de aplicativo, responda as perguntas abaixo, caso a resposta seja “sim” para a maioria, então este é o modelo ideal.

  • É possível descrever seu projeto e as funcionalidades do seu produto bem como os estágios de implementação?
  • O desenvolvimento do seu aplicativo irá levar poucos meses?
  • Você pode confiar a função de gerenciar o projeto ao time de desenvolvimento?
  • É possível concordar com os termos do fluxo de trabalho?
  • É improvável que você faça mudanças significativas na versão final do projeto?

Prós:

  • Sem custos adicionais. Como o preço é pré-definido antes do início do projeto não vão existir surpresas no orçamento.
  • Sem supervisão. A coordenação do processo de desenvolvimento é realizada pelo gerente de projetos. Se desejar, você pode acompanhar o processo, porém não é necessário.
  • Sem mudanças. Você possui um contrato especificando cada funcionalidade a ser desenvolvida, logo o projeto não precisará sofrer mudanças.
  • Sem interrupções. Não há necessidade de se preocupar se o horário de trabalho será usado com eficiência. O contratante está altamente motivado para entregar um produto de qualidade dentro do prazo estipulado. Ou mesmo antes.
  • Baixo Risco. Em resumo, você está optando pelo caminho seguro. Se o produto não atender aos requisitos estipulados no contrato, você pode cancelar-lo.

Contras:

  • Tempo para começar. Esteja preparado para gastar algumas semanas, entre 2 à 3, para documentar o projeto e para colocar deadlines em cada etapa antes de iniciar o desenvolvimento.
  • Menor controle sobre o processo. Obviamente, você pode fazer alguns ajustes, entretanto o gerenciamento é executado principalmente pela empresa contratada.
  • Menos comunicação. Este modelo não envolve uma grande interação entre o cliente e o time de desenvolvimento após o início das atividades. Porém, isso não significa que você será excluído do gerenciamento deste modelo de outsourcing. Afinal, a documentação do processo exige uma comunicação constante. Isto é, a menor comunicação existe somente nas atividades técnicas, as quais são de responsabilidade da empresa de outsourcing.

Escopo aberto

Escopo aberto são projetos de longo prazo, o qual o produto final pode ser modificado durante o desenvolvimento, logo, isso significa que você pode adicionar e retirar funções do seu aplicativo, além de fazer qualquer personalização que julgue necessária.

Tudo isso pode parecer incrível, mas um projeto deste tipo é impossível de estimar um preço final e de inclusive estipular um prazo. Mas pode ficar calmo, pois aqui na Usemobile estamos acostumados a lidar com este tipo de projeto. Afinal, já possuímos diversos cases de projetos de escopos aberto.

Diferente do contrato de preço fixo, projetos de aplicativos móveis não necessitam de cálculos avançados de precificação. Você paga por horas gastas no desenvolvimento de um recurso pré-especificado. Além disso, paga os custos adicionais que podem fazer parte do desenvolvimento como viagens, pesquisas, hardwares, etc.

Contratos de Escopo aberto para o outsourcing de TI são altamente flexíveis e ideais para colaborações de longo prazo. Com reuniões regulares, a equipe mostra como as horas de trabalho foram gastas desenvolvendo cada função e explicando pontos específicos do desenvolvimento.

Quando escolher um projeto de escopo abertos

Para saber se a escolha certa é a de um contrato de escopo aberto, responda as perguntas a seguir. Se for positiva para a maioria, você está tomando a decisão certa.

  • O conceito do projeto está em um estágio muito inicial para estimar todos os detalhes com precisão?
  • Você precisa de maior flexibilidade durante o processo de desenvolvimento?
  • A sua ideia está conectada às novas tecnologias e não a modelos de negócios existentes?
  • Você pretende fornecer um controle direto sobre o projeto e fornecer à equipe de desenvolvimento os recursos necessários?

Prós:

  • Orçamento flexível. Você pode negociar com a empresa contratada a relevância de determinados recursos e formas de implementação, levando suas possibilidades de orçamento.
  • Pagamento parcelado. O total pago pode ser dividido para cada etapa concluída de trabalho.
  • Fácil de começar. Não há necessidade em saber como o produto final será para que se inicie o desenvolvimento.
  • Ágil. Contratos de outsourcing de escopo aberto se encaixam perfeitamente com a metodologia de desenvolvimento Scrum, adotando práticas como sprint e as reuniões de retrospectivas.

Contras:

  • Sem deadlines. De fato, você não consegue determinar exatamente o tempo para finalizar seu produto, pois haverão mudanças durante o desenvolvimento.
  • Pouco controle do orçamento. Mesmo que cada segmento de trabalho seja discutido, você não tem uma noção completa da soma final a ser paga.
  • Tempo para participação. Como você estará diretamente envolvido no gerenciamento do projeto, esteja preparado para alocar tempo para ele.

Time dedicado

Ao iniciar projeto sobre esse tipo de contrato de outsourcing para o desenvolvimento de um software personalizado, você obtém uma equipe que se preocupa apenas com seu projeto e não se envolve em nenhuma outra atividade.

Este é outro tipo de contrato de outsourcing, o qual é difícil determinar como será o nível de colaboração, pois certamente irá variar de projeto para projeto. Os desenvolvedores remotos se tornam membros do seu time, seguindo a cultura e fluxo de trabalho da sua companhia. Dessa forma, o cliente pode eventualmente mudar de direção e confiar novas responsabilidades sem interromper a cooperação com a empresa de terceirização.

Em um contrato de time dedicado, o cliente coordena e toma todas as decisões do projeto de desenvolvimento. A empresa contratada para o outsourcing pode apenas ajudar em certos momentos organizacionais.

Quando optar por um modelo de time dedicado

Responda as questões abaixo, caso a maioria seja afirmativa, então não irá restar dúvidas que o modelo de contrato outsourcing de um time dedicado é o ideal para você.

  • Você está desenvolvendo um projeto que é mais complexo que uma simples ferramenta?
  • Deseja gerenciar pessoalmente o processo de desenvolvimento?
  • Necessita de um time trabalhando exclusivamente para você?
  • Você possui conhecimento em desenvolvimento de softwares para sua comunicação seja fluida?

Prós:

  • Comunicação direta. Você estará em contato direto com os desenvolvedores e, portanto, terá noção completa dos aspectos do trabalho.
  • Flexibilidade das tarefas. Não é necessário possuir um escopo detalhado para avançar no projeto, você pode facilmente mudar o rumo do projeto para se adequar aos seus objetivos.
  • Alta eficiência. Trabalhar no mesmo produto de forma contínua traz conhecimento ao time. Os membros da equipe irão se tornar verdadeiros especialistas no seu produto, isso impulsiona a produtividade.
  • Time confiável. Como você irá monitorar e coordenar o processo de desenvolvimento, dessa forma você irá conhecer muito bem a equipe e ela estará sempre alinhada com seus objetivos.

Contras:

  • Orçamento. Comparado aos outro modelos de outsourcing (escopo aberto e fechado) o time dedicado é, sem dúvidas, o mais caro. Entretanto, isso é relativo, dado que ter um time dedicado ao seu projeto traz geralmente mais eficiência. Portanto, dependendo da complexidade, ele será executado com maior rapidez. 
  • Custo do gerenciamento. Como você será responsável pelo processo, você terá que dedicar horas para isto. Ou mesmo contratar alguém para que o faça. Então, esteja preparado para gastar alguns reais a mais com isso, caso necessário.

Qual é o melhor modelo de outsourcing para desenvolver um aplicativo?

Como podemos ver acima, independente do modelo, existem sempre riscos e oportunidades em cada um. Mas como escolher o melhor? Entre todos os pontos a se considerar, é recomendado optar por um modelo de Time Dedicado. Este modelo cria uma extensão da sua empresa na software house contratada. O que significa que você terá um time com profissionais excelente sempre que precisar. Na fase inicial, você evitará custos de recrutamento. Assim que o produto estiver pronto, você pode simplesmente dispensar sua a equipe remota sem custos adicionais.

Claro, nem sempre seu projeto será algo tão complexo para necessitar de desenvolvedores de prontidão para atender a suas demandas. Por isso, avalie bem suas necessidades. Abaixo está uma tabela fazendo um comparativo entre cada tipo de modelo.

Prós e contras entre os tipos de contrato de outsourcing: o escopo fechado, escopo aberto e time dedicado.

A Usemobile possui experiência com todos os tipos de contrato de outsourcing que destacamos acima. Que tal entrar em contato e orçar agora mesmo o seu projeto? Você também pode conferir as empresas que fazem outsourcing de TI.


  • Vitor R. Galante
  • Gerente de Marketing
  • Viciado em novas tecnologias, adoro e me entusiasmo com novidades. Escrever artigos sobre os mais diversos temas tecnológicos me traz paz de espirito. Morar, trabalhar e estudar em Ouro Preto me fez entender que tradição e inovação podem sim andar juntas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *