outsourcing vs. outstaffing de TI: qual a diferença entre as terceirizações?

Recorrer à terceirização de TI significa que existe um desejo de mudanças no cenário dos negócios e que você fundador, CEO ou líder, reconhece que a geografia não é um obstáculo na busca por excelentes serviços. A terceirização de TI abre um leque de possibilidades de contratação de terceiros, como o outsourcing e outstaffing, possibilitando agregar talentos de quaisquer partes do globo, especialmente em caso de desenvolvimento de softwares como aplicativos.

E como nenhum problema ou necessidade de TI é totalmente igual, existem outros modelos de terceirização de TI que podem ser mais adequados ao que você procura, como o outsourcing e outstaffing. Ainda que sejam modelos parecidos, cada um irá apresentar seus prós e contras. Vamos conferir?

Você vai ler:

O que é outsourcing de TI?

O outsourcing de TI consiste na terceirização de um serviço do setor de TI, delegando de uma empresa todo o desenvolvimento da atividade ou serviço. Dessa forma, não é preciso se envolver com as atividades da contratada e nem contratar outros especialistas para compor o departamento de tecnologia da informação, se tratando de uma solução mais barata.

Além disso, existe a possibilidade de contratar quaisquer talentos, inclusive internacionais. Afinal, algumas áreas do outsourcing de TI podem ser executadas remotamente, facilitando o acesso aos diversos tipos de serviços e especializações.

Saiba mais: Tipos de outsourcing de TI: onshore, offshore e nearshore.

Quais são as vantagens do outsourcing de TI?

Como já mencionado, o outsourcing de TI é um recurso mais em conta do que a contratação do próprio departamento de TI. Indo além, ele também oferece foco no core business, visto que a contratante não precisa se envolver em nenhuma atividade — a menos que queira.

Assim, cabe aos C-levels e gestores lidarem apenas com as suas próprias demandas e os imprevistos que não se cansam de aparecer. Todo o envolvimento se dará no início da contratação, momento o qual será discutido todos os níveis de serviço, elaboração de escopo, planos de negócio e demais outros requisitos necessários. Após isso, todo o sucesso fica na mão da terceirizada.

Portanto, cabe ao fornecedor toda a responsabilidade sobre o que lhe foi solicitado, indo desde o fornecimento de equipamentos e infraestrutura necessários até a contratação e manutenção da equipe envolvida.

Outra vantagem que pode ser vista dentro do foco no core business é que torna-se dispensável conhecimentos específicos e técnicos uma vez que a gestão do projeto fica a cargo da contratada.

Dentre as vantagens, a cibersegurança também é um ponto de destaque, pois será de responsabilidade da terceirizada estar de acordo com os padrões e normas, tal como a LGPD.

Além disso, a qualidade da tecnologia de ponta é algo que deve ser garantida pelas empresas de outsourcing de TI, visto que elas precisam estar em constante atualização do que vem sendo utilizado e tendências, ajudando seus clientes a alcançarem a disrupção e inovação. Afinal, a elaboração do contrato de serviço permite toda a personalização necessária e desejada.

Para negócios que possuem agendas apertadas, o outsourcing de TI pode oferecer contratos com tempo estimado para a entrega do serviço desejado, auxiliando na organização das prioridades e estratégias da contratante.

Em resumo:

  • Mais barato que in house;
  • Foco no core business;
  • Dispensa a gestão do projeto;
  • Contratada é responsável pelo produto final;
  • Não querer gastos com infraestrutura e equipamento;
  • Isenta conhecimentos específicos;
  • Experts de qualquer região;
  • Trabalho remoto;
  • Cibersegurança;
  • Disrupção e inovação;
  • Contratos personalizados.

Quais são as desvantagens do outsourcing de TI?

O que pode ser vantagem para uns pode ser uma desvantagem para outros. Como o outsourcing de TI geralmente possui a própria gestão sobre o serviço contratado, há pouco envolvimento da cliente no que está sendo desenvolvido pela terceirizada. No entanto, alguns tipos de contratos de outsourcing permitem uma aproximação maior, bem como o time dedicado.

E para que o serviço contratado seja de fato barato, é imprescindível a definição precisa e cautelosa do escopo do serviço e os níveis de serviço, evitando a necessidade de alterações e prorrogações nos prazos de entrega.

Porém, cada tipo de contrato terá sua peculiaridade, permitindo alterações ao longo do processo ou não. Afinal, se o contrato for do tipo escopo aberto ou time dedicado, as propostas de mudanças e novas demandas podem surgir no meio do caminho, contrário à lógica de escopo aberto.

Em suma:

  • Menor controle das atividades;
  • Desafios na comunicação.

O que é outstaffing de TI?

O outstaffing de TI geralmente é mais voltado para a área de desenvolvimento de softwares. A diferença dela para o outsourcing é singela, pois nela também existe a lógica de delegar de alguém a execução de uma atividade ou serviço. E a palavra “alguém” não apareceu à toa, pois outstaffing é voltado para contratação da mão-de-obra. 

Ou seja, é contratar profissionais de uma outra empresa para trabalhar diretamente com o seu próprio departamento de TI como se fosse seu funcionário, porém sem as responsabilidades trabalhistas com ele.

Quais são as vantagens do outstaffing de TI?

Se o outsourcing de TI já representa uma fatia menor do budget em relação ao time in house, o outstaffing é ainda mais barato. Afinal, se trata da terceirização de pessoas para agregar no próprio time in house. Dessa forma, você contratante fica responsável por gerenciar este funcionário terceirizado, enquanto que cabe à empresa apenas a manutenção dele. Isto é, pagamento de salário, bônus, cursos e outros não são sua responsabilidade.

Há também uma flexibilidade na contratação e demissão desse funcionário, pois o contrato pode ser maleável e adaptado às necessidades do departamento de TI. Como a mão-de-obra terceirizada funcionará como um membro do time in house, o acesso aos funcionários é facilitado, pois ele pode estar dentro da sede da cliente, ao passo que o desenvolvimento de software também pode ser remoto.

Logo, no momento do contrato é preciso discutir as condições do outstaffing, checando a viabilidade ou não de trabalho remoto, uso ou compra de equipamentos específicos e demais requisitos que possam ser necessários.

Resumindo:

  • Dispensa gastos trabalhistas;
  • Experts de qualquer região;
  • Acesso direto aos funcionários;
  • Trabalho remoto;

Quais são as desvantagens do outstaffing de TI?

Ao passo que pode ser um benefício, a gestão direta das atividades do outstaffing pode ser uma desvantagem para alguns. Isso irá requerer conhecimentos técnicos e específicos ou a contratação de um gestor próprio para acompanhar o desenvolvimento das atividades, levantando o backlog e o suporte necessário para este funcionário. Portanto, o projeto final é é de responsabilidade da contratante.

Sintetizando:

  • Gestão do projeto;
  • Contratante responsável pelo produto final.

Quanto custa o outsourcing de TI?

Como mencionado anteriormente, o outsourcing de TI possui três tipos de contratos: white label, escopo aberto e time dedicado (uma variação do escopo aberto). O white label é um projeto totalmente fechado, com poucas personalizações a serem feitas, estimativas de prazos pré-determinadas e preço também.

Enquanto que o escopo aberto e time dedicado podem sofrer variações ao longo do desenvolvimento do projeto, estendendo ou adiantando o prazo de entrega. O mesmo vale para os valores.

Contudo, estimar um preço exato de quanto é cada tipo de contrato de outsourcing de TI é uma tarefa difícil, pois depende do tipo de serviço e como cada empresa estipula seus valores. Um aplicativo tipo Uber, por exemplo, pode ter valor básico de 62 mil reais, já um para bicicletas e patinetes compartilhados pode sair entre 150 a 180 mil reais. Ainda que ambos os tipos de apps sejam de mobilidade urbana e de escopo fechado, seus custos são diferentes.

Logo, é recomendado pesquisar empresas de outsourcing de TI e fazer um orçamento para avaliar antes de contratar. 

Quanto custa o outstaffing de TI?

A estimativa de preço do outstaffing é como no caso do outsourcing de TI: depende da empresa e também o nível de experiência do funcionário a ser contratado. O preço pode ser um valor fixo mensal, permitindo um maior controle do fluxo de caixa, pois já é esperado uma despesa fixa. 

O preço varia entre 110 a 165 dólares por mão-de-obra, o qual todas as taxas e equipamentos necessários já estão inclusos. Segundo a Aldridge, menos do que 110 dólares é muito barato, enquanto que acima de 165 é muito caro. Porém, como já mencionado, a viabilidade ou não do trabalho remoto ou a necessidade de compra de infraestrutura irá depender de cada empresa.

Outsourcing e outstaffing: qual terceirização escolher

Antes de contratar terceirização de TI, avalie primeiro as necessidades do seu negócio e a equipe que você precisa. Tenha em mente as vantagens e desvantagens de cada modelo de terceirização e se baseie nas seguintes perguntas para sanar a dúvida:

  • Você tem um departamento in house de TI?
  • Se sim, essa equipe precisa apenas de mais um ou alguns membros?
  • Ou, ela tem expertise na área de TI que seu negócio precisa?
  • Seu time tem um gestor?
    # Se a resposta for positiva, esse gestor tem conhecimentos na outra área de TI requisitada?

Cada uma dessas perguntas irá direcionar para um tipo de terceirização diferente. O importante é compreender que nenhum é ruim, mas que um será mais adequado para as suas necessidades.

Caso ainda exista muita dúvida, recomendo saber o que você deve considerar antes de contratar outsourcing. Ainda que a leitura esteja mais voltada para o outsourcing, as considerações também são válidas para o outstaffing. Leia também quais áreas de TI para investir este ano.


  • Taysa Bocard
  • Analista de marketing
  • O interesse pela tecnologia e desejo por conhecimentos variados sempre fizeram parte de mim, isso desde a infância. Esse desejo pueril refletiu no meu cotidiano: sou jornalista engajada nas "techs". Porém, a busca pelos saberes não é a parte mais gratificante da minha atuação. Na verdade, o que mais me empolga é passar as informações para frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *