Conheça os aplicativos mais baixados e se inspire!

São inúmeros os motivos que servem de pontapé para a criação de apps: proporcionar melhorias, ser inovador e disruptivo, ganhar dinheiro, entretenimento, para empresas, e outros. Todos os motivos e ideias têm potencial para chegar nos nossos celulares e até mesmo entrar na lista dos aplicativos mais baixados, assim como visto com o Tiktok: em comparação com os mais baixados de 2018, o aplicativo Tiktok teve uma grande ascensão, saindo da 16ª posição e chegando na 1ª em 2019. 

Essa disputa pelo pódio dos aplicativos tende a ficar ainda mais acirrada ao considerarmos que o crescimento do mundo mobile é inevitável e esperado. Afinal, está previsto que sejam gastos 171 bilhões de dólares neste mercado entre 2020 e 2024, segundo a Sensor Tower. Então vamos conhecer os principais nomes da competição com o artigo. Lá no fim você saberá se vale a pena lançar um app no Brasil e entrar na briga — e ainda conferir um material sobre como criar aplicativos.

Leia também: Como ganhar dinheiro com aplicativos?

Quais são os aplicativos mais baixados em 2020?

Com a crescente de aplicativos nas lojas, ganhamos mais motivos para ficar em frente às telas. Podemos notar isso a partir da média global de tempo de uso dos mobiles, cujo aumento foi de 23% de 2018 para 2019, alcançando um total de 3,7 horas diárias.

No entanto, o cenário global de ambos os anos não apresentavam uma pandemia que pudesse causar tantos impactos. O atual momento de coronavírus nos trouxe mudanças nos estilos de vida e consumo dos mobiles. Portanto, é esperado que o tempo médio nos dispositivos seja superior ao visto em 2019: gastamos cerca de 6h e 42 minutos na internet, segundo estudo da Hootsuite e We Are Social. O Brasil é o segundo país que mais contribui para essa média global de uso.

Esse consumo dos mobiles surgem pelo isolamento social e adaptações dos escritórios para os regimes home office, aumentando as necessidades de infraestrutura de TI compartilhada, reuniões online, ferramentas de gestão de times, entretenimento, serviços de streaming e delivery, outros. Neste panorama, o app mais popular para vídeo-conferências tem sido o Zoom, além do Google Hangouts.

Na área do entretenimento, o Tiktok se mantém como título de peso no ranking dos mais baixados. No total, houveram 113 milhões de downloads na App Store e Play Store somente em fevereiro, segundo estimativas da Sensor Tower. A Índia é o país-chefe no volume de downloads do app com 41,3% das instalações, sendo o Brasil o segundo maior responsável pelo montante. 

Ou seja, os serviços de entretenimento ainda são os favoritos nos downloads. O top 10 da Sensor Tower dos aplicativos para celular mais baixados ficou assim:

  • 1- TikTok
  • 2- Whatsapp
  • 3- Zoom
  • 4- Facebook
  • 5- Messenger
  • 6-Instagram
  • 7- SHAREit
  • 8- Netflix
  • 9- Snapchat
  • 10- Google Classroom

Os jogos mobile mais baixados em 2020

O App Annie também fez um levantamento dos games mobile mais baixados na China, França, Alemanha, Itália, Japão, Coreia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos. O título que conquista o pódio de 5 dos 10 países é Slap Kings. O top 10 dos jogos para celular mais baixados nos Estados Unidos ficou assim:

  • 1- Slap Kings
  • 2- Brain Test: Tricky Puzzles
  • 3- Sort It 3D
  • 4- Draw Climber
  • 5- Dentist Bling
  • 6- Cut and Paint
  • 7- Trivia.io
  • 8- The Seven Deadly Sins
  • 9- Woodturning
  • 10 -Slap That

Quais foram os aplicativos mais baixados em 2019?

Cada aplicativo se enquadra numa categoria. Afinal, cada um cumpre um papel diferente. As principais categorias são: games, foto e vídeo, entretenimento, utilitários, social networking. 

De todas, a categoria mais baixada é games, representando 9,67 bilhões de downloads mundiais entre janeiro e março do ano. Curiosamente, a maioria expressiva vem de celulares Android, contabilizando 7,47 bilhões de downloads. No total, 2019 contabilizou 114,9 bilhões de downloads, sendo 30,6 bilhões da App Store e 84,3 da Play Store. 

Ademais, o Brasil é o terceiro país que mais baixa aplicativos no mundo, somando cerca de 8 bilhões de downloads durante o ano todo. As informações são do relatório Store Intelligence Data Digest, apurado pela Sensor Tower.

Desse montante todo, os aplicativos do Mark Zuckerberg (em negrito) ocupam quase todo o topo dos principais downloads. Veja os 5 aplicativos para celular mais baixados em 2019:

  • Whastapp em 1º
  • Tiktok 2º
  • Facebook
  • Messenger
  • Instagram

Os 5 aplicativos mais baixados nos Androids:

  • Whatsapp em 1º
  • TikTok 2º
  • Facebook
  • Messenger
  • Instagram

Os 5 aplicativos mais baixados nos iOS:

  • TikTok em 1º
  • Youtube 2º
  • Instagram
  • Whatsapp
  • Facebook

No quarto trimestre houve o lançamento do streaming da Disney, o Disney Plus, o qual ultrapassou todos os concorrentes e apoderou do pódio dos mais baixados nos Estados Unidos — a concorrente Netflix ficou em 6º lugar, e Hulu 13º. O serviço da Disney possuía grandes expectativas antes do lançamento, o que justifica tamanho sucesso no volume de instalações.

No entanto, no ranking internacional, a Netflix ocupa a 13ª posição, enquanto que o app recém-lançado sequer aparece no top 20 mundial. Afinal, na época, o serviço ainda não estava disponível em outros países.

Conheça os 20 apps mais baixados em 2019

Ranking dos top 20 aplicativos mais baixados: Whatsapp, Tiktok, Facebook, Messenger, Instagram, Shareit, Likee, Youtube, Club Factory, Snapchat, UC Browser, Spotify, Netflix, Wish, Youtube Music, Google Pay for Índia, Amazon, Telegram, Helo, PicsArt.

Agora, por que esses aplicativos fazem tanto sucesso? Vamos entender as funções de alguns deles:

SHAREit – 6º lugar

Conexões wireless e de internet são desnecessárias para o compartilhamento de arquivos entre celulares com este aplicativo. Desenvolvido pela Lenovo, o SHAREit promete rapidez na transferência 200 vezes superior ao bluetooth, podendo ter taxa de transferência superior a 20 m/s.

UC Browser-  11ª lugar

Este navegador é excelente para quem abomina publicidade, pois ele já vem com bloqueador de anúncios automático e por isso é mais veloz. Dentre suas funcionalidades, ele possui integração com a câmera do celular para a leitura de códigos QR sem precisar sair do aplicativo. Além disso, ele também é econômico para o uso de dados, informação pertinente para países que possuem alto custo da internet, como o Brasil.

Amazon – 17º lugar

Ao invés de ir loja em loja para conferir preços, a Amazon reúne os e-commerces num catálogo só. Este aplicativo se configura como um marketplace e apresenta vantagens para o consumidor e proprietário, bem como a facilidade e a segurança de realizar compras online. 

Conheça o top 15 IoT apps mais baixados em 2019

Além dos dispositivos móveis que já estamos acostumados, os dispositivos IoT também precisam dos seus aplicativos para funcionar. Dentre esses dispositivos, encontramos os wearables, casas inteligentes, consoles e outros. Segundo pesquisa do App Annie, os aplicativos IoT mais baixados são:

  • Amazon Alexa 1º
  • Roku 2º
  • Google Home 3º
  • Xbox 4º
  • Ring – Always Home 5º
  • Fitbit 6º
  • Android Auto 7º
  • Hp All in One Printer Remote 8º
  • Amazon Fire TV Remote 9º
  • DirecTV 10º
  • PS4 Remote Play 11º
  • Rokie – Roku Remote 12º
  • Nest 13º
  • Samsung Gear 14º
  • Bose Connect 15º

Por que o Tiktok faz tanto sucesso?

Como já dissemos várias vezes por aqui, conhecer o público e oferecer uma solução eficaz é o cerne do sucesso de qualquer aplicativo. Levando em conta que a audiência alvo do Tiktok são jovens e adolescentes, e que eles são majoritários no aplicativo, essa adesão é a prova social do sucesso da rede social. Ou seja, o segredo do sucesso está no público!

Uma estratégia importante de ser observada dentro da rede social é a possibilidade de interagir com ela mesmo sem estar cadastrado. Você já será bombardeado por conteúdo em tela cheia logo na primeira vez que abrir o app. Essa é uma característica interessante para reter novos usuários, pois prende a atenção deles e fomenta o engajamento.

Segundo o Business of Apps, cada usuário passa em média de 52 minutos dentro da rede social. Ao passo que os vídeos possuem 15 segundos, podemos concluir, mais uma vez, que a adesão ao app é grande. Afinal, deve existir muito conteúdo para alimentar esse tempo médio de interação. Isto é, cerca de 208 vídeos são visualizados nesse período. Confira um compilado dos principais vídeos destaques do app:

Ainda que o Tiktok não seja o aplicativo mais baixado de todos (quase!), é expressivo o crescimento do app desde o seu surgimento. Com apenas 1 ano de existência, em 2017 ele já estava entre os 20 mais baixados, mas ainda não estava perto do top 5.

Com a compra do concorrente Musical.ly, o Tiktok pôde expandir internacionalmente, já estando disponível em 75 línguas. Esse alcance geográfico resultou no boom de downloads e popularização que estamos vendo hoje. O sucesso do aplicativo transformou o criador, Zhang Yiming, um dos 20 homens mais ricos da China, acumulando uma fortuna de 13,5 bilhões de dólares.

Portanto, Zhang e Tiktok devem ser tomados como exemplos para os outros donos de aplicativos ou futuros, pois o plano de negócios do Tiktok se mostra efetivo.

O cenário dos smartphones e aplicativos

Ao invés de dizer “os celulares e aplicativos estão cada mais mais incluídos na nossa vida” de forma genérica, irei apontar números que de fato comprovam essa inclusão. Somente no terceiro trimestre deste ano, 1 de janeiro à 31 de março, houveram 28,1 milhões de downloads de aplicativos ao redor do mundo. Este número representa um aumento de 11,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior, ainda segundo a SensorTower.

Deste montante, os downloads de dispositivos diferentes de um mesmo usuário não foram contabilizados. Isto é, se houve o download de um mesmo app tanto no smartphone quanto no tablet, somente um deles entrará na conta.

Agora que sabemos disso, podemos chegar em duas hipóteses desse dado: 1) temos mais apps sendo lançados nas lojas de aplicativos, sendo as principais Google Play Store e App Store ou 2) o volume de smartphones nas mãos dos habitantes tem aumentado. 

Levando em conta que as vendas globais de smartphones caíram 4,6% do primeiro semestre de 2019 para 2018, segundo a Counterpoint, a primeira hipótese acaba saindo na frente. Isso quer dizer que as pessoas têm estendido o tempo de uso de seus dispositivos, seja pela qualidade deles, preços ou outros motivos.

Afinal, os desenvolvedores de softwares não deixaram de existir e nem há previsão para isso, principalmente se levarmos em consideração a transformação digital

Apesar disso, Brasil indica potencial para crescimentos dos celulares

Essa pequena queda nas vendas não quer dizer que os celulares deixaram de entrar nos lares. Dos 5 países que mais consomem celulares, o Brasil foi o único a apresentar crescimento nas vendas dos smartphones neste ano, segundo a Gartner. Portanto, os brasileiros ainda estão engajados na troca de seus celulares.

Contudo, ainda há um detalhe importante da segunda opção para ser levado em conta: a inserção da tecnologia nas mãos infantis. Podemos observar isso com o surgimento e consolidação de aplicativos voltados exclusivamente para crianças. 

Dessa forma, os tipos de aplicativos acompanham os diferentes públicos e as inúmeras ideias para apps. Afinal, existem diferentes demandas e atividades em execução que podem ter o auxílio dos softwares mobile.

Dicas: estude os apps que fazem sucesso e se inspire!

A solução de problemas é o ponto em comum em todos os aplicativos descritos acima. Isso significa que seus criadores estavam atentos às questões que fazem parte dos cotidianos das pessoas. 

Logo, o conselho para os futuros proprietários de aplicativos é: estejam atentos aos seus redores! Tudo pode virar um aplicativo, desde que seja bem planejado e que de fato atenda aos usuários de smartphones. Portanto, é importante que seu software para mobiles tenha como foco inicial uma só região.

Quer mais dicas? Aproveite a empolgação e aprenda como criar um aplicativo! Se você estiver sem tempo, conheça empresas para desenvolver por você com o outsourcing de TI.


  • Taysa Bocard
  • Analista de marketing
  • O interesse pela tecnologia e desejo por conhecimentos variados sempre fizeram parte de mim, isso desde a infância. Esse desejo pueril refletiu no meu cotidiano: sou jornalista engajada nas "techs". Porém, a busca pelos saberes não é a parte mais gratificante da minha atuação. Na verdade, o que mais me empolga é passar as informações para frente.

8 comentários no post “Conheça os aplicativos mais baixados e se inspire!

    1. Olá, Anderson! Tudo bem? Fique a vontade para explorar o conteúdo do nosso blog, pois nele tem muito conteúdo que vai te ajudar nessa jornada de aprendizado! Já te recomendo o seguinte texto, voltado especificamente sobre como criar um app. Você também pode entrar em contato com a gente para contar a sua ideia. Prometemos guardar segredo! É só ligar no (31) 3552-3533 ou acessar nossa página de contato. Estou à disposição para tirar dúvidas específicas ou te indicar mais material!

  1. Oi Boa noite, galera você não imagina conseguir instalar 7 Instagram, até hoje tô com três, também 4 twitter 3 Spotify 2 whatsapp também outro uma só , também instalando popcorn também Trenzinho mexicano dominó, também baixador no Instagram , muito mais também outra coisa pagar borra letra tira fundo da foto muito mais inshot app melhor ainda , isso é uma loucura sei baixar só no Android no celular quando quiser Acompanhar mundo inteiro futebol sim
    Só muito inteligente. Também uso computador Win 10 faço mesma coisa diferente do futuro . Agora eu tenho problema baixar Google play store no Ios iPad sim…
    Agradeço muito por conta comigo Boa Noite gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *