Como desenvolver um aplicativo para sua empresa

Atualmente o Brasil tem cerca de 230 milhões de celulares, o que faz com que várias corporações queiram um aplicativo para melhorar seus processos internos e a experiência do seu público. Muitas delas têm dúvidas sobre como desenvolver um aplicativo para empresas, desde a concepção da ideia até a programação.

Há vários motivos para uma empresa ter um aplicativo, e cada um é exclusivo para o objetivo do seu negócio. Na maioria dos casos, a validação da ideia é feita através de um sistema web por ser mais barato: avalia-se como os colaboradores e/ou usuários estão utilizando aquele sistema e então pensa-se em como desenvolver um aplicativo.

O Kumon, por exemplo, já possuía um método de ensino consolidado através de mídias físicas e decidiu criar um aplicativo. A ideia era que os alunos conseguissem ter acesso aos conteúdos e lições de forma totalmente digital por meio dos dispositivos móveis. Essa mudança representou o início da transformação digital para a empresa através da digitalização dos processos.

Sua empresa deve ter claro a ideia que tipo de problema ela se propõe resolver para os usuários ou clientes. Feito isso, iremos começar a pensar sobre como desenvolver um aplicativo, decidindo a melhor forma para isso.

Mas afinal, como desenvolver um aplicativo para minha empresa?

Trouxemos alguns pontos que te ajudarão a desenvolver um aplicativo para sua empresa:

Escolha qual tipo de aplicativo é mais adequado para a ideia de sua empresa

O primeiro passo após definir a ideia do aplicativo de sua empresa é pensar qual tipo de app é mais adequado para ela. Existem 3 tipos de apps: nativos, web e híbridos. Cada um deles possui um funcionamento diferente no aparelho do usuário.

Basicamente, aplicativos nativos são aqueles que terão acesso a todas as funcionalidades do smartphone dos usuário. É a forma de desenvolvimento com maiores custos, mas é a mais completa.

Aplicativos web são na verdade sites, mas são programados de uma forma que otimize a experiência dos usuários em smartphones. Isso é muito importante, principalmente levando em consideração que o Google recomenda a adaptação das páginas para os mobiles. Esse tipo de app precisa de navegadores para rodar, acesso à internet, porém não conseguem utilizar as funções dos aparelhos.

O híbrido é uma mistura dos dois: é um container nativo que contém um web app dentro dele. Ele possui acesso a algumas funções, mas não de todas.

Para um aplicativo mais robusto e completo, e que irá usar grande parte das funções do smartphone, a forma nativa é mais recomendada para o propósito. Além de utilizar todas as funções do seu aparelho, a performance e velocidade deles são melhores, proporcionando uma melhor experiência ao usuário.

Se o objetivo for só apresentar conteúdo como em um aplicativo de notícias, o web app é o mais indicado. Caso necessite da apresentação de um conteúdo, e ao mesmo tempo de algumas funções do aparelho, recomenda-se o híbrido.

Descubra qual será o melhor sistema

Definido o tipo de aplicativo que sua empresa terá, iremos para o passo seguinte de como desenvolver um aplicativo. Muito se fala sobre as diferenças entre sistema Android e iOS.e a disputa de qual é o melhor.

Mais interessante do que escolher um dos lados é conhecer as especificidades de cada um, tendo em mente qual é o mais fácil de aprender a programar, quais os obstáculos, seus prós e contras e qual das plataformas mais se adequa às demandas do seu app e do seu público. Vejamos agora o comparativo entre desenvolvimento Android e iOs.

Público e mercado

Quando se trata de mercado e clientes, o ideal é que o aplicativo não tenha limitação e esteja disponível para todas os públicos. Entretanto, dados gerais devem ser levados em conta quando você pensar em qual a melhor plataforma para desenvolver o seu aplicativo. 

É importante saber que o Android detém a maior parcela demográfica global de usuários, principalmente em nações menos ricas e desenvolvidas. Isso pode ser observado a partir dos aplicativos mais baixados e as plataformas que foram feitas os downloads. Por outro lado, o iOS possui o domínio absoluto no mercado de tablets, especialmente para quem procura a tecnologia para processos internos.

Hardware

Em países emergentes como o Brasil, mais de 90% dos usuários de smartphones utilizam o Android, pois o hardware exigido é muito mais acessível. Além disso, você precisará de um aparelho Mac para desenvolver um app iOS, seja ele um iMac, Mac Mini, MacBook. Em contrapartida, o desenvolvimento para Android pode ser em qualquer tipo de hardware, seja Mac, Windows, Linux, etc.

Velocidade

Em média, o desenvolvimento Android leva o dobro ou o triplo de tempo a mais para resultar em um app comparado ao iOS. Isso está ligado aos ciclos de lançamento, mas também a um processo chamado fragmentação Android, que consiste em um grande número de aparelhos que utilizam o sistema, sendo necessária a adaptação à diversidade de aparelhos. 

Recursos

Um dos prós do desenvolvimento Android é seu código aberto, que permite o surgimento até de “mods” do sistema, isto é, versões alternativas e personalizadas não oficiais. Em outras palavras, ele dá aos desenvolvedores de aplicativos um acesso mais profundo e maior controle sobre a plataforma em si. É por isso que muitos apps só estão disponíveis na plataforma Android..

O design é a alma do aplicativo

Seu aplicativo pode resolver o maior problema dos clientes ou dos funcionários da empresa, mas nada disso irá adiantar se eles não souberem como utilizar o aplicativo. Por isso, o design deve ser desenvolvido com foco na experiência do usuário, tornando-o o mais intuitivo possível.

Saiba mais: Experiência do usuário em aplicativos, como melhorá-la?

O design do aplicativo da sua empresa deve ser objetivo e responsivo. Os usuários têm que chegar na função que desejam acessar com o menor número de cliques possível. Então pense bem na função principal e no fluxo que o usuário percorrerá até finalizar a ação.

O tamanho da tela em que o aplicativo será usado deve ser levado em conta antes de pensar em como desenvolver um aplicativo. Os botões devem ser compatíveis com o tamanho da tela e o usuário deve conseguir clicar neles facilmente. Isso influencia diretamente em como desenvolver um aplicativo, pois o design interfere na programação do app.

O ícone do seu aplicativo deve ser chamativo e interessante também. Não adianta melhorar as experiência do usuário dentro do aplicativo se o público não tiver o interesse em baixá-lo. O ícone é a primeira impressão que eles têm na App Store e Google Play Store e o que ele sempre verá na tela do smartphone. 

Isso faz parte das práticas de otimização nas lojas de aplicativos, como veremos à frente.

Retenção de usuários

O sucesso de um aplicativo pode ser medido pelo tempo que a pessoa passa utilizando ele, pela quantidade de vezes que ela retorna ao seu aplicativo, sempre levando em consideração o objetivo do app. Se seus usuários passam muito tempo ou sempre retornam ao seu aplicativo, isso quer dizer que ele tem boa usabilidade.

Por isso a importância de serem simples, pois as pessoas não querem perder tempo e preferem ir direto ao ponto. Dessa forma, procure ter o melhor aplicativo dentre os os concorrentes levantados na construção do seu plano de negócios e MVP.

Ter uma equipe ativa de suporte é fundamental para os usuários, pois as dúvidas e problemas serão atendidos rapidamente. Esse suporte manterá o seu público e ajudará a descobrir o que poderá ser melhorado no app da sua empresa com a ajuda das avaliações.

App Store Optimization

A App Store Optimization, ou ASO, é o conjunto de técnicas e ações que sua empresa deve tomar ao publicar o aplicativo em uma das App Stores. Isso fará com que pessoas encontrem seu app a partir de suas pesquisas nas lojas de aplicativos.

Como já falamos, o ícone é a primeira impressão que as pessoas têm, por isso deve ser atrativo. A inserção de palavras-chave relevantes para seu segmento na descrição também é importante, elas auxiliam a localização do seu aplicativo nas lojas.

Colocar screenshots que mostram as principais funções do aplicativo atrai um número maior de downloads. A inserção de um vídeo apresentando as funções também é muito interessante para gerar engajamento.

A ASO associado com outras formas de marketing, como criação de um site focado nas palavras-chave, garantirão o sucesso do app da sua empresa.

Programação

Escolhido o sistema operacional, sua equipe deve escolher uma linguagem para a programação, podendo ser Swift para iOS e Java para Android.

Caso sua empresa não tenha um equipe para o desenvolvimento do aplicativo, ela pode contratar freelancers ou contratar uma empresa especializada, sendo as principais vantagens o preço e a velocidade, respectivamente.

E agora?

Caso seja um aplicativo para otimizar os processos internos da sua empresa, obviamente não precisará de divulgação. Se for um aplicativo voltado para clientes, desenvolva uma estratégia de marketing para conseguir melhores resultados. 

Saiba mais: Marketing para aplicativos: crie uma estratégia infalível

Depois de fazer tudo isso, é só lançar seu aplicativo e analisar como as pessoas vão usá-lo, procurando melhorar sempre! 
Nós da Usemobile temos uma equipe qualificada, com cases de sucesso e em busca de desafios. Caso sua empresa tenha um projeto de aplicativo, entre em contato conosco. Estaremos prontos para te atender!


  • Marketeam
  • Equipe de Marketing
  • Ninguém jamais deveria levar o crédito pelo trabalho de outras pessoas! Certos artigos aqui na Usemobile são criados de forma tão colaborativa que é impossível atribuir-lo a uma só pessoa. Por isso, este artigo é do time que joga na linha de frente, o Marketeam.

1 comentário no post “Como desenvolver um aplicativo para sua empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *