Lançamento de aplicativos: como fazer da maneira correta?

Uma ideia de criação de um aplicativo, mesmo que inovadora e incrível, está sujeita ao fracasso se não tiver um marketing bem planejado e executado. Para que o lançamento de aplicativos seja impactante e significativo, é importante seguir alguns passos que podem garantir bons resultados.

Separamos aqui 7 passos que facilitarão esse processo. Confira:

1. Garanta que seu produto é útil

Um produto de qualidade não é só um produto que foi desenvolvido com os melhores padrões de desenvolvimento ou design. Esses são fatores cruciais, no entanto serão inúteis se o produto não resolver o problema do usuário.

Você resolve isso testando-o com usuários reais que possuem as dores que seu aplicativo se propõe resolver antes de oficialmente lançá-lo no mercado. Pergunte e escute ativamente o feedback.

Assim, você poderá afirmar se seu app é uma solução eficaz ou não.

2. Conheça seu Produto

Pode parecer uma dica boba, mas não só quem criou o produto deve conhecê-lo muito bem. A equipe de atendimento, comunicação e marketing são partes essenciais nesse processo. São eles que farão o intermédio entre aplicativo e usuário final, garantindo o sucesso.

Entender a dor que ele resolve, qual mercado está inserido, qual serviço oferece, como o aplicativo funciona na prática são conhecimentos indispensáveis. O entendimento precisa ser alinhado entre toda equipe. Dessa forma, toda comunicação será coerente.

Isso possibilita desenvolver um marketing com foco no público-alvo correto. Melhorando os resultados, entregando seu aplicativo a quem realmente interessa.

3. Conheça seu público

Como já pontuado acima, seu aplicativo resolve um problema. E como costumamos dizer por aqui “apenas pessoas reais possuem problemas”. Logo, saiba quem são essas pessoas que seu app busca impactar.

Isso é fundamental para criar um relacionamento com elas, saber exatamente qual tom de voz tomar, o que é interessante para elas, dentre outros benefícios. 

Você mantém amizade apenas com pessoas as quais se identifica, e a mesma lógica se aplica entre seu aplicativo e os usuários. Dessa forma, identifique pontos em comum para mantermos o relacionamento vivo, mas não fique na mesmice! A rotina cansa e não mantém o engajamento!

Saiba oferecer experiências para seu público.

4. Crie uma fase Beta

Quando seu MVP estiver pronto, ou mesmo a versão mais completa do app, é importante testar o aplicativo com usuários de verdade. Essa etapa pode ser feita em conjunto com a primeira, embora ambas tenham propósitos diferentes.

Essa fase permite que seu produto seja testado por diferentes pessoas com diferentes dispositivos. Assim é possível encontrar inconformidades e colher o máximo de feedbacks que podem indicar melhorias e possíveis falhas técnicas em tempo de serem corrigidas.

Aqui na Usemobile utilizamos o Firebase Crashlytics para realizar nossos testes. O usuário recebe um convite por e-mail e, ao aceitá-lo, pode baixar a versão de testes através da ferramenta. Assim testamos todos os aplicativos com uma base de usuários antes de lançarmos definitivamente.

Obs: Lembre-se de ter uma forma efetiva de comunicação para o usuário entrar em contato, dentro do aplicativo.

Existem outras alternativas de ferramentas de crashlytics, bem como o TestFlight da Apple. Essa missão de testes também pode ser feita com a metodologia BDD.

5. Diversidade de telas

Com a diversidade de modelos encontrados no mercado, é cada vez maior a variedade de telas e dispositivos em que seu produto vai ser executado.

Portanto, é imprescindível que ele se adapte bem em todas as telas. Não só para garantir uma excelente experiência do usuário, mas as próprias lojas de aplicativos dão prioridade de divulgação para aplicativos que atendam uma maior gama de telas.

Por isso, ao fazer o lançamento de aplicativos, certifique-se de que o design do aplicativo atenda telas pequenas e até mesmo tablets.

Saiba mais sobre design de aplicativos com nosso podcast.

6. Estratégia de divulgação e lançamento de aplicativos

Não espere que o lançamento do app seja suficiente para o sucesso dele. É necessário planejar muito bem a estratégia de divulgação, não só para que o usuário faça o download do app, mas para que ele perceba o valor de manter o aplicativo instalado e usar o serviço oferecido.

Comece segmentando o público-alvo e mapeie as ações a serem executadas para que tudo esteja pronto a tempo e alinhado com o discurso de sua campanha.

Prepare tudo: escolha influencers para falarem do seu app, crie vídeos que expliquem seu produto, imagens nas dimensões e formatos adequados e material específico para cada plataforma que haverá a divulgação, envie releases para blogs e portais de notícias da área, etc.

Portanto, para tal, tenha um site com links para download e explique o que seu usuário vai encontrar ao baixar seu aplicativo. Não crie falsas expectativas e seja claro na descrição.

Lembre-se de que todos os dias milhares de aplicativos são lançados e que você precisa se destacar de alguma maneira. Existem ainda outras formas de garantir o sucesso do seu app com marketing.

As entenda e procure a que mais faça sentido para o seu aplicativo. Afinal, só porque deu certo para um não quer dizer que dará para você. Não existe regra universal para o sucesso!

7. Não esqueça do ASO

As lojas de aplicativos serão os principais canais de aquisição de usuários. Logo, você precisa se destacar nelas. Então, conte com o ASO, as técnicas de otimização dos motores de busca das lojas. 

Se seu aplicativo for sobre receitas, deixe claro na descrição do seu app que ele reúne várias delas. Assim, quando algum usuário estiver procurando por “receitas” na Play Store ou App Store, seu app possivelmente aparecerá para ele.

Mas não é só disso que se trata o ASO, pois as otimizações reúnem uma série de competências. Até conhecimentos em HTML pode agregar nas lojas.

8. Invista no SEO

Sob a mesma lógica do ASO, o SEO também vai ajudar seu aplicativo. Porém, ao invés de buscas nas lojas, essas buscas serão nos motores como o Google e Bing. Portanto, este é mais um motivo para investir numa landing page ou site para o seu aplicativo e, assim, aumentar as chances de ser descoberto pelos usuários!

9. Tenha metas

A meta não é apenas um simples objetivo. Fazer com que seu aplicativo tenha 10 mil instalações é um objetivo muito bacana e plausível, mas sem um parâmetro de tempo não vai adiantar de muita coisa. Então, pense objetivos e defina prazos para eles.

Para isso tudo, tenha definido também KPIs para mensurar se as ações estão gerando o resultado esperado para bater as metas.

Conquiste as 10 mil instalações nos próximos 6 meses; mantenha a taxa de desinstalação abaixo de 20% nos próximos 3 meses; aumente em 30% as assinaturas freemium em um ano, e por aí vai.

Você pode acompanhar a performance, métricas e taxas do seu aplicativo com as mobile app analytics.

10. Observe a concorrência

Analise a concorrência e o setor: observe as diferenças entre seus aplicativos e como essas diferenças podem ser trabalhadas. Conheça suas vantagens e desvantagens, avalie a comunicação, o discurso, o atendimento e o suporte.

Saiba a opinião dos usuários do concorrente. Dessa forma você pode encontrar pontos fracos como as avaliações negativas. Assim você pode melhorar o que seu aplicativo pode oferecer de diferencial para que o usuário troque de app. 

Você pode usar o App Annie e SimilarWeb para fazer rastreamentos e obter mais informações.

11. Pense no pós

O número de downloads é um indicador importante para um lançamento, porém manter uma base de usuários ativos é um indicador de sucesso melhor ainda.

Para isso, tenha um atendimento e suporte ao cliente qualificado. Afinal, é comum que usuários entrem em contato para sanar dúvidas e entender funcionalidades do app. Isso fará toda diferença e pode ser um fator crucial para que seu usuário mantenha o seu aplicativo instalado.

Além disso, não deixe de adicionar novas funcionalidades e melhorar seu app!

Dica Bônus

Acompanhe as métricas durante e após o lançamento. Assim é possível antecipar qualquer obstáculo que impacte nos números da campanha. Isso permite criar alternativas e mudar sua direção e posicionamento em tempo hábil sem desperdiçar recursos.

E nunca se esqueça que dados são nossos aliados, então não use-os somente em momentos oportunos. Mantê-los à vista significa desfrutar de insights e até mesmo contenção de danos!

Como você pôde perceber, para realizar o lançamento de aplicativos é preciso planejar e criar uma boa estratégia para auxiliar na sua divulgação. Com tudo bem estruturado, seu objetivo de criar um aplicativo de sucesso será alcançado da melhor forma.

Quer saber um pouco mais sobre aplicativos? Se cadastre na newsletter da Usemobile no formulário logo abaixo!


  • Marketeam
  • Equipe de Marketing
  • Ninguém jamais deveria levar o crédito pelo trabalho de outras pessoas! Certos artigos aqui na Usemobile são criados de forma tão colaborativa que é impossível atribuir-lo a uma só pessoa. Por isso, este artigo é do time que joga na linha de frente, o Marketeam.

7 comentários no post “Lançamento de aplicativos: como fazer da maneira correta?

    1. Muito obrigado Daniel!
      Se tiver alguma dúvida sobre o assunto ou alguma sugestão de tema para abordar, estamos a disposição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Que tal assinar a nossa newsletter

Conteúdos exclusivos, dicas e eBooks diretamente no seu e-mail.