Como empreender: o guia completo para iniciantes

Provavelmente, você já pensou em iniciar um empreendimento, certo? Teve uma ideia inovadora, apoio de pessoas que acreditam na sua ideia e, então, você trava! Como empreender? Por onde começar? Para onde ir? A quem recorrer? Nesse guia completo, nós responderemos a essas e a outras perguntas. Prepare-se: você está a um passo de tirar a sua ideia do papel!

Mas antes, é claro, vamos falar sobre a sua ideia. Atualmente, as pessoas procuram por algo que seja inovador. Ou seja, que seja uma solução para um problema que elas não necessariamente sabiam que possuíam. Esse tipo de empreendimento e inovação surgiu com o avanço da tecnologia. Quanto mais avanços, mais facilidades e, consequentemente, mais soluções.

Mas como empreender? Por onde começar?

Pode parecer bem redundante, mas, se quiser saber como empreender, terá que começar do começo. Isso significa que você precisa entender como criar um negócio e qual tipo de negócio é mais vantajoso para você.

Primeiramente, é essencial ter um modelo de negócios bem definido. É ele quem dita o que a empresa faz, como ela adquire e mantém clientes, como ela gera receitas e quais recursos são necessários para o seu funcionamento. Quando falamos em um modelo de negócios inovador, quer dizer que a empresa em questão está propondo algo novo, nunca antes visto. Ou, quando já visto anteriormente, com uma novidade que o torna melhor. Ou seja, o modelo de negócios ainda não foi testado e, dessa forma, pode ou não funcionar.

Entendendo o que é uma empresa escalável…

É aquela que, com os mesmos recursos, é capaz de aumentar de forma crescente o número de clientes. Ou seja, ela não necessita que a equipe cresça proporcionalmente, de acordo com o número de clientes. Ao contrário: com a mesma quantidade de colaboradores, ela vai crescendo continuamente.

Entendendo o que é uma empresa replicável…

É aquela empresa que consegue ser replicada em qualquer lugar do mundo. Ou seja, o modelo de negócios funcionaria bem tanto no norte quanto no sul do país.

Modelo de negócio startup

Depois que você decidiu seu produto e concluiu que ele é escalável e replicável, chegou a hora de fazer com que sua empresa se desenvolva e funcione corretamente. Nesse momento, é importante levar em conta uma série de fatores. Você está começando uma empresa do zero, que tem tudo para dar certo, mas que pode dar errado. O melhor a ser feito é prever os erros e minimizá-los, quando possível.

Como criar uma startup?

Pense em um problema que aflige grande parte das pessoas ao seu redor. Mais que isso, algo que afeta a vida de uma grande parcela da população. Algum problema que precisa ser resolvido. Que tire o sono das pessoas à noite, algo que dariam de tudo para ver resolvido.

É assim que deve surgir uma startup. Ela resolverá o problema de muitas pessoas. Na maior parte das vezes, utilizando a tecnologia. Entretanto, não pense que identificar essa “dor” será o suficiente para criar uma startup. Ainda existe muito a ser feito.

startup

Validação da dor

É isso mesmo que você está pensando: vá para a rua! Identifique pessoas que sejam seus possíveis clientes e converse a respeito da sua ideia. Aqui, podemos fazer algo parecido com a parte de teste do Design Sprint. Ou seja, pegamos um protótipo de nossa ideia e testamos em pessoas reais.

Além de ser necessário para saber se seu problema é realmente uma “dor”, há outras vantagens. Uma delas é que você vai definir ainda melhor sua persona. Uma vez que o público-alvo está definido, a persona também é essencial para o marketing e lançamento do produto. A outra é que seus possíveis clientes podem te ajudar com sugestões, que vão melhorar seu produto. Nesse momento, esteja preparado para ouvir a verdade: talvez, sua grande ideia não seja tão grande assim.

MVP

O mínimo produto viável (MVP) também é um passo que precisa ser dado no planejamento do seu produto. Esse é o processo em que você entregará uma versão simplificada do que a sua startup fará. Ele vai conter apenas o essencial da proposta, para ter certeza de que o cliente pagará pela solução.

Business Model Canvas

Essa é uma metodologia que as startups utilizam para fazer um modelo de negócio. Ela é dividida em 9 tópicos, que contêm as seguintes informações:

  1. principais parceiros
  2. principais atividades
  3. principais recursos
  4. propostas de valor
  5. relações com clientes
  6. canais
  7. segmentos de clientes
  8. estrutura de custos
  9. fontes de receita

Esses tópicos são uma base do que sua startup precisará para começar a operar em um primeiro momento. Depois, quando algum desses tópicos tiver sua hipótese invalidada, basta excluir o tópico e substituí-lo.

Depois desses passos, há uma outra coisa com a qual o empreendedor deve se preocupar, que é…

Como desenvolver sua startup?

Para conseguir desenvolver sua startup, existem diversos eventos especializados na etapa. Neles, você conseguirá amadurecer a ideia e tirá-la do papel. E, quem sabe, até conseguir um financiamento para o seu negócio.

Startup Weekends e eventos de ideação

As Startup Weekends são eventos dedicados a ideações. Ou seja, elas ajudam a te preparar para criar uma startup, tirá-la do mundo de ideias e torná-la real através de planejamento. O evento dura um final de semana, em que são montadas equipes com uma ideia comum. Então, cada equipe é guiada por um mentor. Ao longo do fim de semana, a equipe identifica um problema e traz uma solução para ele. Então, no fim do evento, as startups são apresentadas brevemente ao resto dos grupos.

Hackathons

Apesar de ter uma estrutura parecida com o startup weekend, a metodologia do evento é mais voltada para o desenvolvimento real de um protótipo ao longo do evento.

Aceleradoras

Uma das formas de desenvolver sua startup é através dos programas de pré-aceleração. Através deles, o empreendedor consegue desenvolver a ideia e validá-la. Além disso, as chamadas aceleradoras também acompanham o empreendedor no estudo de escalabilidade da ideia. Confira as principais aceleradoras do país:

Como podemos ver, o empreendedor possui uma grande caminhada desde sua ideia inicial até o projeto final. Como empreender está diretamente ligado ao planejamento do produto final, precisamos ser cautelosos e seguir todas as etapas.

Você já pensou em empreender? O que achou deste guia? Comente aqui!


  • Mariana Storto
  • Analista de Marketing Digital e SEO
  • Nascida no interior de São Paulo, já me tornei mineira de coração. Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto, sou apaixonada por Comunicação e Marketing Digital. "A vitalidade é demonstrada não apenas pela persistência, mas pela capacidade de começar de novo."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *