Esqueça a prospecção ativa: utilize a tecnologia para atrair novos clientes

Tudo surge a partir de uma ideia, que depois é trabalhada melhor, sai do papel, é estruturada e assim, negócios abrem as portas e iniciam suas atividades com um objetivo ‘consensual’: conquistar clientes.

Obviamente nem todos prosperam, seja pela falha em algum processo, ações executadas equivocadamente, mas também por um fator determinante: o erro no momento de realizar a prospecção dos clientes.

Prospecção de clientes?

Simplificadamente, prospectar clientes é o procedimento voltado a captar novos compradores para um produto ou serviço oferecido pela empresa e diferente do que é achado por aí, não é responsabilidade apenas do time de vendas.

Saber como prospectar de maneira eficiente é fundamental a qualquer negócio. Afinal, possuir uma boa carteira de clientes diz respeito diretamente a lucratividade e quem não quer vender, não é mesmo?

Não é incomum de ver empresas acomodadas com os clientes que já possuem e por isso não se esforçam para buscar novos.

Fidelizar é algo a ser feito sim, porém, ao mesmo tempo é preciso ‘renovar’ o público, até porque os interesses do negócio assim como seus serviços e produtos podem ter alterações. 

Mas diante, disso, quais são os ‘sintomas’ de que está na hora da prospecção entrar em ação?

  • Pouco ou nenhum novo cliente;
  • Pessoas com o perfil da sua persona desconhecem a sua empresa;
  • Clientes do negócio diminuindo;
  • Poucas vendas inesperadas;
  • Irrelevância no nicho de atuação;
  • Número de vendas sempre igual ou em declínio.

Uma pesquisa do SEBRAE aponta que 29% dos erros que as empresas cometem para permanecerem no mercado é a falta de clientes e logo, encerram suas atividades em decorrência disso.

Analisando esse dado por uma ótica mais abrangente, fica evidente que: se há falta de clientes, há falhas durante a prospecção.

O público está enfastiado daquele famoso papo de vendedor em que o convencimento fala mais alto: ‘’compre, você precisa, será uma ótima aquisição’’ ou mesmo da prospecção ativa que muitas vezes soa cansativa.

Prospecção ativa

Esta é a forma tradicional de prospectar, muito usada no outbound marketing. Ela se baseia em efetuar ofertas de produtos e serviços aos potenciais consumidores sem que eles estejam esperando por isso e sempre é feita diretamente: ligações, envio de e-mails e conversas pessoalmente.

Como o contato do prospecto pode ter sido adquirido por indicação de terceiros, pesquisas ou até de uma lista comprada, ele não espera que será contatado e é pego de surpresa.

O outbound, embora ainda traga resultados e empresas de médio e grande porte continuem a utilizá-lo está caindo cada vez mais em desuso porque suas ações possuem altos custos e também por parte do cliente, que tem demonstrado menos interesse neste tipo de abordagem.

‘’E agora, ninguém mais faz prospecção ?’’

Muita calma nessa hora! Cabe a quem vende conhecer as preferências de sua persona e assim, surgem dois artifícios potentes para prospectar: a atração e a tecnologia.

Inbound marketing

O inbound tem ganhado muita força nas e campanhas de marketing das empresas e traz uma proposta inovadora: atrair o cliente abastecendo o seu interesse e não indo atrás dele para fechar uma venda. Portanto, não prospecta ativamente.

Chamado de marketing de atração, o inbound fundamenta-se em conhecer profundamente a sua persona e assim muni-la com informações e conteúdos relevantes que ajudem em seu dia a dia e informem sobre um produto ou serviço, chamado de: nutrição de lead.

Para nutri-los, é preciso obter seus dados por meio de formulários e landing pages, por exemplo. Assim é possível direcionar materiais que instiguem seu interesse e o levem à conversão.

Então, a ideia por trás do conteúdo é qualificar os leads e partir disso constatar quem mais se encaixa ao perfil de ‘cliente ideal’ e tem tendência a fechar a compra.

Já a tecnologia, tem sido responsável principalmente às pequenas médias empresas, que possuem baixo orçamento e precisam inovar na prospecção.

Neste contexto, surgiram plataformas como a Busca Cliente e o canal Busca Cliente Reclame Aqui.

Plataforma Busca Cliente e Busca Cliente Reclame Aqui?

A Busca Cliente é uma plataforma desenvolvida e projetada para posicionar empresas, produtos e serviços no topo dos maiores buscadores do mundo: Google, Yahoo e Bing.

O grande diferencial disso tudo? O posicionamento é feito organicamente (não há custos por cliques) e funciona de forma regionalizada.

Por meio da Busca Cliente, o usuário encontra produtos e serviços em sua região dos quais ele necessitava, mas não sabia onde encontrar.

Já quem aplica a tecnologia, tem uma ferramenta de prospecção não ativa. A conta é simples: estando bem posicionado no Google, os clientes acham aquele negócio e passam a comprar com ele, sem mais esforços.

E o Busca Cliente Reclame Aqui?

O canal Busca Cliente Reclame Aqui é o ‘norte’ da plataforma, pois por meio dos feedbacks dos clientes, é possível aprimorá-la e fazer a tecnologia ser cada vez mais útil na aquisição de compradores.

As formas de prospectar mudaram completamente em relação a anos anteriores, especialmente porque o público está cada vez mais exigente procura por algo a mais que do aquilo a ser pago.

Em resumo, estar atento às inovações do mercado, especialmente metodologias e tecnologias é o mais correto a se fazer, pois elas serão as responsáveis por ajudar em uma prospecção assertiva e que traga bons resultados.


  • Convidado Especial
  • Como o foco aqui na Usemobile é sempre a qualidade, nosso conteúdo não poderia ser diferente. Pensando nisso, contamos com o apoio de especialistas em diversas áreas para trazer materiais cada vez mais ricos. Caso você tenha interesse em publicar conteúdo no nosso blog, mande uma mensagem em www.usemobile.com.br/contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *