Por que o iFood dá tanto cupom?

No final de 2018, o Ifood começou a distribuir cupons de desconto de R$ 10,00. Desde então, recebi tantos cupons quanto posso lembrar. Logo me perguntei “qual o motivo de tantos cupons?

No mundo das startups existe uma teoria “o vencedor leva tudo”. Ela diz que aquele competidor que conseguir entrar rapidamente em um setor, conseguir um grande número de clientes e conquistar grande parte do segmento – mesmo que isso signifique gastar milhões em marketing, e anos sem lucro – irá dominar o mercado deixando os outros competidores ofuscados.

Por isso, o Ifood, certamente, possui um plano de domínio do mercado. E, nesse post, o que eu pretendo é explicar o que há por detrás dessa campanha agressiva.

Então, vamos descobrir o que existe por detrás desta campanha milionária do Ifood?

Conheça a Judite! – Reconhecimento da Marca

Todo aplicativo que entra no mercado deve fazer básico de marketing, isto é, blog, anúncios, etc. Por isso, vamos ignorar essa parte, já que ela é a base de todas as estratégias de marketing. Vamos partir do ponto em que eles escolheram alguém de peso para representar a marca e assim se tornaram virais.

Quem se lembra da Judite?

Estes anúncios eram sensacionais, não lembro ao certo quando que eles começaram a ser veiculados, ou mesmo quanto tempo a campanha durou. Mas, duas coisas ficaram na minha memória, a Judite e como era mais fácil pedir pelo Ifood.

O Ifood foi criado em 2011 como um site e no ano seguinte ele saiu das páginas da internet e se tornou um aplicativo móvel. Nessa época sua solução era totalmente inovadora no Brasil. Por isso, poucas pessoas sabiam do que se tratava. E, eles fizeram um ótimo trabalho de educação do mercado, pois em alguns anos, o Brasil sabia do se tratava o Ifood.

Nesta época, eu até cheguei a baixar o app. Mas, em minha cidade haviam poucos restaurantes disponíveis. Por causa disso o app não ficou no meu celular por muito tempo. Porém, graças à Judite e ao Fábio Porchat, eu sabia exatamente do se tratava o aplicativo.

Naquele momento, eu fui educado sobre a solução.

Entretanto, como disse acima, existia um grande problema, a adesão dos restaurantes*. Muitas pessoas conheceram a solução oferecida pela Movile, mas não utilizavam o app, pois, não haviam muitas opções de restaurantes.

*Nota: Quando falo dessa falta de restaurantes, digo de uma percepção minha. Em capitais e algumas cidades, o Ifood oferecia uma gama de restaurantes. Entretanto, no interior (onde passei grande parte da minha vida) nem metade dos restaurantes da cidades estavam disponíveis dentre as opções oferecidas no aplicativo.  

E após receber aportes milionários, deu-se inicio a uma estratégia agressiva que deixou muita gente feliz.

Vai um cupom aí?

It’s rainning cupom, hallelujah – Coleta de dados e marketing boca a boca.

Esse foi o momento mais agressivo do Ifood. Reduziram os investimentos em propagandas e garotos propaganda. Mas, recebemos em troca uma chuva de cupons de desconto.

E de onde veio o dinheiro para sustentar esses cupons. Para você ter ideia até o final de 2019, o Ifood receberá R$ 1,9 Bilhão para investimentos. Essa notícia foi em novembro de 2018, em dezembro o Ifood deu inicio a sua estratégia agressiva.

Dados sobre o Ifood. Fonte: Exame

Os cupons enviados tinha um valor de R$ 10,00. Então, vamos fazer uma conta simples aqui, cada cupom dá R$ 10,00 de desconto, por rodada de distribuição são 10.000 cupons, o que dá um total de 100 mil reais por rodada.

Então, nos dias em que recebi até 3 cupons, foram investidos 300 mil reais, em 1 único dia. Isso tendo como referência apenas este que vos escreve.

E quais os benefícios pro Ifood dessa “queima de dinheiro” dos investidores?

Eu consegui pensar em duas coisas:

1ª – Marketing boca a boca

Quando meus amigos me falaram da chuva de cupom, eu baixei o aplicativo novamente, e desde então ele não sai do meu celular. Conseguimos ver aqui, claramente, o investimento em Marketing boca-a-boca.

Mas o interessante é que que o foco deles neste momento não foi em aquisição de usuários, mas sim de restaurantes. O porquê nós podemos deduzir: quanto maior a frequência de cupons do Ifood, maior a taxa de adesão dos restaurantes.

Como dito acima teve dias em que eu recebi 3 cupons. Essa chuva de cupons fez com que alguns restaurantes não dessem conta de atender tantos pedidos, chegando até a cancelarem pedidos ou acarretando atrasos. E logo o boca a boca começou.

O resultado foi certo, hoje grande parte dos restaurantes de minha cidade que operam com entregas estão no Ifood, além de toda semana aparecer algum restaurante novo. E, certamente, na sua cidade não é diferente.

A cada rodada de cupons mais clientes e mais restaurantes. Porém, essa “queima de dinheiro” dos investidores teve outra funcionalidade além da aquisição de clientes e restaurantes.

2ª – Coleta de dados

Em sua cidade existem mais pizzarias ou mais sorveterias? Na sua cidade a existem muitas pessoas que preferem um hambúrguer a comer um delicioso pedaço de pizza? Esses dados são difíceis de se obter com pesquisa e formulários, provavelmente, consumiria mais tempo e recursos do que simplesmente dar a opção de escolha ao usuário e recolher os dados.

Pense da seguinte forma, no momento em que você ganha o cupom de desconto, mesmo sendo de R$ 10,00 (o que pode ser pouco em alguns lugares) você elimina o fator preço. Pois, com o desconto muito dos preços ficam competitivos, você pode pagar um preço semelhante para um hambúrguer artesanal ou uma pizza de 8 pedaços.

Após a coleta de dados sobre suas preferências, os cupons cessam. Então, é comum ver seus amigos e todo mundo a sua volta ganhando cupons e você não. O que resultou….

E o que o Ifood faz com todos esses dados que coleta?

Direcionamento de pedidos e redução do custo operacional

De uma hora para outra a chuva de cupons de desconto acabou. Os antigos R$ 10,00 de desconto deram lugar a R$ 10,00 mas só em pedidos de no mínimo R$ 15,00. Isso é uma mudança que me fez refletir. No primeiro momento pensei “acho que eles estão tendo prejuízo e decidiram mudar”. Mas logo entendi o que há por detrás dessa mudança.

Para explicar melhor, vamos imaginar o seguinte cenário: Você possui uma pizzaria que funciona de terça a domingo, 1 dia aberto possui um custo operacional.

Nesse custo está incluso desde funcionários à ingredientes. Para muitos restaurantes, é uma grande conquista funcionar um dia e não ter lucro, mas sair no “0x0”. Não ter prejuízos, no ramo alimentício, é uma tarefa difícil.

Como o Ifood pode mudar essa situação?

Além de ser um ótimo canal entre cliente e restaurante. Em seus dados o Ifood sabe os dias em que pizzarias terão menos pedidos. E, com alguns comandos pelo administrador, e com uma notificação push com mensagens super criativas, ele é capaz de enviar cupons de descontos para uma base de clientes que adoram pizzas.

Sabe aqueles cupons que agora precisam de um pedido de no mínimo R$ 15,00, os R$ 5,00 que você paga ajuda o dono do restaurante a evitar enormes prejuízos.

Nos ramo alimentício, principalmente no setor dos restaurantes, uma das maiores dificuldades é fazer o controle de estoque. Além de possuir uma alta rotatividade, o tempo de vida é muito curto, o que causa prejuízos em forma de desperdício. Por exemplo, alimentos hortifrútis estragam com mais facilidade que outros, por isso, representam cerca de 25% do prejuízos com desperdícios (as carnes vem logo em seguida).

Conclusão

Dominar um setor não é algo simples. O Ifood está fazendo um ótimo trabalho para conseguir alcançar este objetivo. E, acredito que está estratégia de cupons vai perdurar por muito mais tempo. Por isso, ele vai continuar instalado no meu celular. Mas, e aí o que você vai pedir hoje?

Esse post é uma analise feita sobre o meu ponto de vista, talvez existam outros motivos por detrás da estratégia.

Você tem algum palpite? Deixe-o aqui nos comentários!


  • Vitor R. Galante
  • Analista de Inteligência Comercial e Marketing.
  • Viciado em novas tecnologias, adoro e me entusiasmo com novidades. Escrever artigos sobre os mais diversos temas tecnológicos me traz paz de espirito. Morar, trabalhar e estudar em Ouro Preto me fez entender que tradição e inovação podem sim andar juntas.

5 comentários no post “Por que o iFood dá tanto cupom?

  1. A estrategia esta longe de ser apenas isso!
    Uma vez que vc cadastrou o seu cartao de credito para usufruir do cupon de desconto a dua forma de pagamento PRINCIPAL para as proximas compras passa a ser o cartao de credito e o pagamento pelo aplicativo.

    O resultado disso é:
    18% de comissão para o iFood
    Restaurante recebendo a venda com 30 dias.

    Qual restaurante iniciante e pequeno consegue sobreviver recebendo 80% das suas vendas em.30 dias e tomando 18% das suas vendas mais custos operacionais?

    Ou seja, a estrategia nao é so dominar mercado e sim sugar ao maximo os parceiros.

  2. Alexandre, bem vindo ao mundo capitalista do marketplace. É dever de um empresário administrar seus negócios, inclusive o fluxo de caixa. A comissão deve ser considerada como parte das despesas. Em tese, o marketplace tem um custo real menor que 18% por ter vendido no iFood, pois não houve gastos com propagandas e anúncios fora do aplicativo para gerar a venda, custos estes que se não fosse pelo aplicativo existiriam sim para o restaurante delivery.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *