Retrospectiva primeiro Use Academy

Tags:    

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Receba atualizações semanais no e-mail

Bootcamps consistem em cursos imersivos num dado tema para a formação profissional. Em função da imersão, o ideal é que todos os participantes saiam dos camps munidos de conhecimento, networking e até mesmo um portfólio para já até entrar na busca pela recolocação. O mesmo se aplica ao Use Academy, o bootcamp da Usemobile voltado para o universo mobile.

A profissional que sou hoje tem vários cursos de plataformas na bagagem, e por isso tenho uma crítica: muitos são repetitivos, conteúdos que prometem ser avançados e no fim são mais do mesmo daquilo que já vi antes. E mais: superficiaisl. Sinto vontade de ver como os processos são feitos, conhecer melhor a linha de raciocínio dos professores, mas o ouro fica escondido.

Aí está a vantagem de um bootcamp: acessar a experiência dos instrutores de forma intensa, sem filtros e em tempo real. Bom, pelo menos posso afirmar isso sobre o Use Academy.

Segue na leitura, porque vou te contar cada mínimo detalhe do primeiro bootcamp da Usemobile.

Por que lançamos um bootcamp?

Já parou pra pensar porque existe o cargo “Tech Recruiter”? Os RHs têm muita dificuldade em encontrar profissionais da tecnologia. A demanda é muito alta e ainda são poucos profissionais disponíveis. Parece surreal dizer isso, mas é verdade. 

A Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) apontou num relatório que são formados 46 mil profissionais de TI anualmente para uma demanda de 70 mil. A “culpada” da história? Também é a transformação digital.

Como podemos amenizar isso? Criando acesso a profissionalização das pessoas. A partir disso, numa conversa entre o time de marketing, o qual faço parte, junto ao RH, que chegamos ao Use Academy. Imagino que possa soar estranho esses 2 times tomarem essa atitude, mas para o Murilo Santos, nosso gestor de marketing, faz todo sentido:

“Um dos pilares de direcionamento do nosso marketing é construir comunidades genuínas em torno da tecnologia. O Use Academy é um dos projetos voltados para caminharmos nessa direção. Pessoas se conectam com pessoas”

E, bom. Lembra que mais cedo no texto eu falei que os aprendizados são baseados em experiências reais? Pois é! Esse é o diferencial que nos propomos para fazer a diferença nesse pontapé na carreira dos participantes. Pra nossa líder de RH, Bruna Pereira:

“Uma das melhores formas de aprender conteúdos é conversando com quem faz acontecer no dia a dia, e o bootcamp é isso: são profissionais que têm experiência no assunto e dedicam parte do seu tempo a ensinar quem está começando, já passando dicas de melhores práticas, o que deu certo e o que deu errado. Esse tipo de troca é muito rico para a vida profissional e só tem essa chance quem participa dos bootcamps”

Quem pôde participar do Use Academy?

O objetivo é promover o acesso de pessoas ao mercado da tecnologia, certo? Entendemos, então, que pessoas que ainda não possuíam experiências de mercado são nosso público-alvo. Isto é, estudantes e recém-formados

E tem o detalhe também de que a Usemobile é de Ouro Preto e foi fundada por ex-alunos da Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto). Como sabemos o quão desafiador é dar o start na carreira, e que OP que proporciona tudo que a Use é, nada mais do que justo do que dar um retorno para a cidade.

A partir disso buscamos uma proximidade para atrair estudantes da cidade, mas não só os da Ufop. Os do IFMG (Instituto Federal de Ouro Preto) também se juntaram a nós, e ao fim um deles acabou contratado pela Use a partir do camp. Legal, né? O retorno que queríamos se manifesta também através disso!

Nos aproximamos de Ouro Preto, mas o evento foi aberto para todo o Brasil. Conto mais detalhes das inscrições ao longo do texto.

O que vivemos juntos

Foram 20 dias de bootcamp, contabilizando 60 horas de aprendizado sobre:

  • UI/UX Design;
  • iOS nativo;
  • Android nativo;
  • Flutter.

Considerando que foi um evento remoto, as aulas foram por app de videoconferência e a comunicação centralizada no Slack

Pra isso tudo acontecer, contamos com o apoio dos líderes técnicos de cada time — e também outros Users para apoiarem o ensino. Embora houvessem os líderes, as aulas foram ministradas também por outros integrantes do UseTeam.

Julgamos esse envolvimento da equipe muito importante por dois motivos:

  • Colocar a didática da equipe em dia;
  • Ampliar o networking dos participantes do Use Academy.

E pra provar que não é da boca pra fora essa intenção de aproximar as pessoas e ensiná-las, dá uma conferida nesses depoimentos incríveis!

Para tornar o processo didático mais interessante, todos os “campers” tiveram desafios técnicos para executar e colocar tudo em prática. Todos deram o seu melhor, o que resultou em projetos muito bacanas e que fizeram a diferença mesmo. E o pessoal tinha um motivo interessante pra se esforçar: aqueles que se destacassem em suas trilhas seriam contratados pela Use.

Já quem não foi contratado por nós certamente estava mais preparado para chegar nos objetivos profissionais. Isso é tão verdade que tivemos o prazer de ler o seguinte post:

Esse assunto já nos faz entrar nos resultados do bootcamp (só clicar aqui pra ir direto pra esse tópico), mas antes vamos passar por cada trilha. Segue no scroll.

Trilha iOS

Participar da trilha iOS exige acesso a algum dispositivo da Apple, uma vez que a IDE Xcode e SDKs são exclusivos para MacBooks, iMac ou iPads. Esse foi um desafio pra nós, até porque são dispositivos bem mais caros e os participantes precisariam ter os dispositivos — e nessa edição não conseguiríamos disponibilizar.

Dentre os desafios, o líder técnico iOS, Hélio Vieira, destaca que 

“O maior foi nossos devs exercitarem seus lados didáticos. A Use é uma fábrica de software e temos profissionais altamente técnicos, e não basta apenas dominar a disciplina, mas tem que saber como expressar esse conhecimento de uma forma didática e construir uma base de conhecimento compartilhado a partir disso”

O conteúdo programático da trilha iOS foi:

  • Create AppleID + Apple Member Center
  • Xcode IDE
  • Swift Basics
  • Xcode and Swift Playground
  • Optionals + Forced
  • UIViewControllers + Life Cycle
  • ViewCode
  • Storyboard + Auto Layout
  • Foundation
  • UIKit
  • Application Life Cycle
  • Navigation
  • Protocols (Delegates)

Trilha Android

A primeira coisa que a turma do Android aprendeu foi o quanto a IDE, o Android Studio, trava 😂. Brincadeiras à parte.

O líder técnico da trilha, o Matheus Bissoli, vê que o Use Academy “foi desafiador para todo o time Android, pois ninguém havia lecionado anteriormente e foi muito interessante esse primeiro contato, pois tivemos pessoas se descobrindo bons professores, abrindo uma porta de possibilidades que antes não consideravam abrir”.

E ele ainda disse mais:

Também foi desafiador cobrir a maior parte dos temas relacionados ao Android. Por conta disso, acredito muito que quem participou do bootcamp e buscou aprender com a gente já consegue atuar no mercado sem problemas. Fizemos 3 aplicativos do zero com complexidades semelhantes às que encontramos no mercado!

O conteúdo programático da trilha Android foi:

  • Android Studio
  • Gradle
  • Activities and Fragments
  • Android Resources
  • User Interface Resources
  • Intent
  • Navigation Component
  • Android Jetpack
  • MVVM in Android with Live Data
  • Repository pattern with ROOM
  • Kotlin Coroutines
  • Unit testing with Mockito
  • App publish

Trilha Flutter

O grande brilho nos olhos na trilha do desenvolvimento Flutter é conseguir compilar um mesmo código para duas plataformas diferentes, no mínimo. O Guilherme Eler já conhecia as possibilidades do Flutter, mas pôde se preparar mais para o mercado com o Use Academy. Diga-se de passagem, ele se preparou tanto que até virou User após o camp:

“O primeiro UseAcademy foi sensacional! Foi bom para reforçar o meu conhecimento sobre Flutter obtido com outros cursos e eventos, porém a melhor parte é que eu aprendi bastante coisa nova, com um conteúdo exclusivo da Use, que foi preparado com muito empenho pelo time de Flutter da empresa. É um curso que exige uma certa dedicação de tempo, mas você sai outro desenvolvedor ao fim do bootcamp”.

A referência técnica da Trilha, o Gabriel Scotá, está bem alinhado ao depoimento do Guilherme. Ele disse que “o que mais me chamou a atenção foi a evolução técnica das pessoas pós-bootcamp. Recebi feedbacks que as aulas foram ministradas muito bem e que conseguiram evoluir bastante, principalmente na parte de arquitetura”.

O conteúdo programático da trilha Flutter foi:

  • IDE
  • Git e GitFlow
  • Linguagem Dart
  • Mixins, extensions e demais features
  • Widgets para Flutter
  • Gerenciamento de estados
  • Clean Architecture
  • Design Patterns
  • Princípios do SOLID
  • Integração com Firebase
  • Consumir serviços RESTful
  • App Store
  • Play Store

Trilha UI/UX Design

Estou batendo bastante na tecla de que as pessoas se profissionalizaram, né? Quero provar que nossa expectativa foi atingida, e não foi diferente na trilha de design.

A equipe se empenhou em mostrar de verdade o que é experiência do usuário, tanto que foram realizados formulários para todas as aulas para colher feedbacks e mensurar o grau de satisfação dos participantes. O nível de aproveitamento das aulas foi ótimo e rendeu bastante para os participantes. A Natália Ornelas foi uma das pessoas que conseguiu aproveitar a UX rolando ao vivo, literalmente. 

Depois do bootcamp me senti mais segura para trabalhar como designer. Eu já tinha conhecimento na área, mas era tudo muito teórico e no camp pude entender como a profissão é na prática. Além disso, as aulas tiveram um ritmo tranquilo e descontraído, o que facilitou muito o aprendizado”

Aproveitando que ela comentou…Se tem uma coisa que somos bons na Use é quando o assunto é humor!

O conteúdo programático da trilha UI/UX Design foi:

  • O que é UX Design
  • Objetivos de negócio
  • Necessidades do usuários (personas)
  • Contexto de uso
  • Priorização de solução
  • Jornada de UX
  • Wireframes
  • Benchmarking e pesquisa com usuários
  • Arquitetura de informação
  • Layout
  • Usabilidade e Acessibilidade
  • Estratégia de conteúdo
  • Entregáveis

Os resultados do nosso bootcamp

Quando nós do marketing e o rh começamos a conversar sobre o Use Academy, pensamos em fazer uma edição “pocket”. Como foi nosso primeiro, miramos no conceito de MVP pra fazer um teste e trazer uma nova edição se tivéssemos bons resultados — e nisso fomos muito surpreendidos!

A expectativa inicial era de recebermos poucas inscrições, na casa dos 100, mas batemos mais de 400 inscrições! No total, eram 40 vagas para distribuir nas 4 trilhas.

Como deixamos claro no edital, e já mencionado aqui, cada trilha teria uma pessoa contratada, mas fomos além das 4 vagas: no total, 7 pessoas foram contratadas. Segue abaixo o que eles têm a dizer sobre o Use Academy:

A diretoria da Use curtiu tanto os resultados que até incentivou termos novas edições. Já que a carta está dada, por que não? Você consegue acompanhar e se inscrever na página oficial do Use Academy.

Caso não estejam abertas as inscrições, você pode apoiar seus estudos ouvindo nosso podcast Debugados. Sou host dele e o objetivo é também servir como uma comunidade, assim como o Use Academy, então lá deixei episódios sobre “como ser dev”, por exemplo, que podem te guiar na jornada. Confere aí:

O que posso dizer que o melhor resultado foi ver que o bootcamp fez diferença para as pessoas e que cumprimos com nosso propósito. Melhor do que isso é saber que temos o aval para perpetuar esse lindo projeto. 

O Murilo concorda comigo e a melhor parte disso pra ele foi “ensinar pessoas através de desafios e cases reais do mercado. Ver o brilho nos olhos dos alunos saindo com know-how e conhecimento pra crescer profissionalmente no mercado de trabalho”.

Durante a leitura você pensou em alguém que iria gostar? Fale do Use Academy pra ela! Se você é essa pessoa, fique de olho pra participar dos próximos. Divulgamos tudo nos nossos canais oficiais, sobretudo redes sociais como LinkedIn e Instagram. Te vejo no próximo, hein?

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Estamos contratando, venha conferir nossas vagas