Dicas para brilhar em processo seletivo de TI

Tags:    

A tecnologia ganha mais importância a cada ano que passa. Só em 2018 foram geradas mais de 43 mil vagas de emprego na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), como apurado pelo BRASCOM (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

Diante desse mercado competitivo é necessário se destacar para conseguir as melhores oportunidades. Para te instruir nessa jornada, separei dicas para processo seletivo em TI de acordo com a minha experiência em recrutamento.

Não quer ler? Sem problemas, eu te conto tudo no podcast da Usemobile, o Debugados:



Dicas para brilhar em processo seletivo de TI

Invista no seu marketing pessoal

Segundo pesquisa realizada pela Jobvite (empresa de software e recrutamento), 86,6% dos recrutadores utilizam o LinkedIn para contratar novos colaboradores. Então, investir na imagem como profissional nessa rede pode contribuir muito para que o candidato consiga uma nova oportunidade.

Segue algumas dicas para ajudar a ter um bom perfil:

  • Ter um perfil campeão: perfis campeões são aqueles que têm todos os campos do perfil devidamente preenchidos (foto do perfil, sobre, experiência, formação acadêmica, competências e etc). Segundo o recrutador especialista em Linkedin, usuários que têm perfil campeão são 40 vezes mais propensos a receber oportunidades por meio da rede.
  • Utilizar palavras chaves no perfil: os recrutadores, ao realizarem hunting, utilizam palavras-chaves para encontrar o candidato ideal. Essas palavras-chaves costumam ser as hard skills específicas desejáveis para a vaga. Por exemplo, para um cargo de desenvolvimento é importante ter conhecimento em linguagens de programação e arquiteturas. Então é importante especificar quais você domina no seu perfil.

Tenha um bom portfólio no Git

Essa dica é muito importante, pois  é através do portfólio que a pessoa do recrutamento vai ter mais informações sobre conhecimento técnico e trabalhos práticos que o candidato já realizou. O portfólio pode ser disponibilizado tanto no LinkedIn quanto em currículos. 

Seja presente em comunidades de tecnologia

As pessoas responsáveis pelo recrutamento sempre estão em busca dos melhores candidatos para sua empresa, especialmente em comunidades e eventos de tecnologia procurando pelos talentos.

Portanto, esteja presente nesses eventos e produza conteúdo para as comunidades (redes sociais, por exemplo). Assim você vai atrair os olhares dos recrutadores.

Estude sobre as empresas para qual você está se candidatando

Essa é uma dica muito boa, pois, além do candidato mostrar conhecimento sobre a empresa, mostra que ele tem interesse em fazer parte dela. 

Durante a entrevista é sempre bom que o candidato destaque características pessoais que são semelhantes aos valores da empresa.

Logo, se disponível, consulte o código de cultura da empresa.

Trabalhe bem as soft skills

Segundo a Page Personnel, 9 em cada 10 profissionais são contratados pelo perfil técnico e demitidos pelo comportamento. Tendo consciência disso, as empresas estão buscando por profissionais que tenham boas soft skills tanto quanto hard skills.

Através de uma pesquisa realizada pela Trybe, com mais de 100 empresas de tecnologia, foi possível identificar quais são as soft skills mais procuradas pelas empresas. Dentre elas estão: 

  • Comunicação: essa habilidade está relacionada à capacidade de se fazer ser entendido por outras pessoas, seja por escrita ou fala. Isto é, conseguir expressar as ideias e sentimentos com clareza aos demais.
  • Liderança: entendida como a capacidade de analisar problemas e todas as variáveis envolvidas, essa soft skill está relacionada às tomadas de decisões assertivas e focadas em resultados. Com ela é possível criar estratégias para conduzir o time e favorecer o desenvolvimento dos integrantes da equipe. 
  • Criatividade: essa soft skill pode ser caracterizada como a habilidade de ter novos olhares em relação a algo, enxergando soluções ainda não exploradas e gerando novas soluções.
  • Inteligência emocional: a identificação e gestão das emoções pessoais são a base da inteligência emocional. As pessoas que possuem essa soft skill conseguem ter melhores relacionamentos, pois conseguem compreender e lidar melhor com as próprias emoções e as ações dos outros.
  • Colaboração: tal soft skill remete ao trabalho em equipe, o qual as pessoas cooperam em harmonia para um objetivo em comum.

Conclusão

O processo seletivo é uma oportunidade que você tem de mostrar o seu potencial para a empresa na qual está se candidatando. Embora se trate de uma competição, desvie sua cabeça deste pensamento e concentre-se em apenas mostrar o seu melhor. Portanto, pegue essas dicas, coloque em prática e bora para as vagas! 

Depois de praticadas as dicas, que tal conhecer um pouco mais da Usemobile? Temos várias vagas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Junte-se a mais de 62.000 mil assinantes e tenha acesso a conteúdos exclusivos