Novembro azul: 5 tecnologias de prevenção contra o câncer

Para viver em sociedade, nós precisamos respeitar diversas leis e regras que visam a convivência e o bem-estar de todos. Dentre essas normas, encontramos os diversos direitos que nos regem e seus órgãos regulamentadores. Uma delas é a Organização Mundial da Saúde (OMS), com o propósito de garantir “um estado de completo bem-estar físico, mental e social”. Isto é, saúde. 

Dentre as doenças que assolam a humanidade, o câncer tem sido uma das que mais tem causado terror. Como ainda existe desinformação acerca do assunto, as campanhas de Outubro Rosa e Novembro azul foram criadas. Com este artigo, nós vamos ver maneiras de prevenir o câncer de próstata, conscientização incubida para o mês de novembro. Vamos lá?

Como a tecnologia está mudando o cenário dos tratamentos e identificação do câncer

Como já discutimos algumas vezes por aqui, a transformação digital tem tomado espaço das formas de relacionar e de trabalhar. O uso de tecnologia não é exclusiva dos setores de TI e isso é evidente ao observar a telemedicina. Da mesma forma que nos comunicamos por chamada de vídeo para questões pessoais e corporativas, agora esse meio de comunicação pode ser utilizado para consultas médicas e outras utilidades para a manutenção da saúde.

Além disso, as criações tecnológicas fomentaram os dispositivos IoT, sendo as pulseiras e relógios inteligentes frutos desse desenvolvimento. Esses wearables vêm mudando o setor da saúde, se tratando de aparelhos que auxiliam no monitoramento da qualidade do sono, gastos calóricos, alertas de sedentarismo, entre outros. 

As informações desses aparelhos podem ser aproveitadas por outros aplicativos que também auxiliam na saúde. A Addison é uma cuidadora virtual que interpreta esses dados e pode ser usada para acionar um médico em caso de anomalias. Ela é um exemplo de telemedicina e suas tendências.

Leia também: Como criar aplicativo de telemedicina?

Métodos de prevenção contra o câncer com tecnologia

Embora a palavra “tecnologia” nos remeta à adventos e invenções eletrônicas, softwares, dispositivos e correlatos, o termo é muito mais amplo. Um conjunto de saberes que gera uma nova prática se configura como uma tecnologia. Portanto, existem muitas outras metodologias que são tecnológicas. Vamos conhecer algumas:

Aplicativos para celular

Como já mencionei a telemedicina e os wearables por aqui, vamos falar de aplicativos para dispositivos móveis então. 

My Cancer Coach

Disponível apenas em inglês, o aplicativo My Cancer Coach fornece informações personalizadas sobre o tratamento de câncer de próstata e formas de cuidados contra a doença e outros dois tipos de câncer: de mama e de cólon. 

O aplicativo é dividido em 6 sessões: o guia de tratamento, um diário para anotações, calendário para fazer apontamentos de sintomas, dúvidas para relatar ao médico, glossário e recursos.

My Cancer Coach está disponível para Android e iOS.

Meus Exames

Desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Catarina, o aplicativo Meus Exames permite acesso aos exames ligados ao Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde (STT). Números de protocolos, resultados dos exames, nomes de paciente e outras informações ficam disponíveis no app.

O aplicativo é disponível somente em dispositivos Android.

Movember

A campanha Novembro Azul começou na Austrália a partir de um grupo que viu a importância de discutir a saúde masculina. Como existe resistência dos homens em fazer os exames preventivos e cuidado pessoal, esse mesmo grupo se mobilizou voluntariamente para a arrecadação de fundos para promover a saúde do homem.

Com isso, surge o aplicativo Movember, o qual homens e mulheres podem apoiar a causa atuando como doadores de fundos para a causa ou promoters dela.

O Movember é disponível na Google Play Store e App Store.

Exames clínicos

São dois os exames de detecção de câncer de próstata:

Toque retal: é feita a introdução do dedo — com lubrificantes e proteção de luvas — para a averiguação do tamanho, forma e textura da próstata. Esse é o método mais eficiente para mensurar a existência ou não de anomalias;

PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de Antígeno Prostático Específico (PSA), proteína comumente produzida pela próstata. Níveis elevados da proteína podem significar câncer ou doenças benignas da próstata. Portanto, essa pode ser a primeira forma de prevenção contra o câncer e detecção antes de realizar o toque retal. Porém, somente o toque irá confirmar ou não o câncer.

Cirurgias 

Ainda que as cirurgias sejam recursos incisivos e usados em casos mais avançados da doença, a tecnologia alcançou esse setor do tratamento do câncer. Robôs controlados por joysticks já estão auxiliando as mãos dos médicos, facilitando cirurgias delicadas. 

Como uma das consequências da remoção da próstata é a perda da ereção, existe também uma cirurgia para corrigir a disfunção.

Existem outras formas de prevenção contra o câncer?

Como toda doença, existem fatores biológicos e genéticos que podem aumentar o risco de desenvolver câncer, sendo eles a idade, histórico na família, sobrepeso e obesidade. Portanto, existem práticas diárias que podem ajudar na prevenção contra o câncer:

  • Manter uma alimentação saudável;
  • Se adequar ao peso ideal do tipo físico ;
  • Praticar atividades físicas;
  • Não fumar;
  • Evitar o consumo de bebidas alcóolicas.

Agora não tem desculpa para não cuidar da própria saúde! Homem, se mexa! E não deixe de contar para gente qual método de prevenção contra o câncer mais chamou a sua atenção nos comentários abaixo.


  • Taysa Bocard
  • Analista de marketing
  • O interesse pela tecnologia e desejo por conhecimentos variados sempre fizeram parte de mim, isso desde a infância. Esse desejo pueril refletiu no meu cotidiano: sou jornalista engajada nas "techs". Porém, a busca pelos saberes não é a parte mais gratificante da minha atuação. Na verdade, o que mais me empolga é passar as informações para frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *