Aplicativo PWA ou nativo, qual escolher?

Aplicativos se tornaram uma ferramenta essencial para qualquer empresa. Existe a necessidade de um app que proporciona uma excelente experiência e bons resultados. Nos últimos anos, tem havido um crescente suporte para um novo tipo de aplicativo – o Progressive Web Apps (PWA). Ele combina as funções de um app nativo e a acessibilidade de um website. E ao se deparar com isso surge uma pergunta, “qual tipo de aplicativo é melhor para meu negócio?”

Download e instalação

A jornada de download e instalação de um aplicativo nativo é algo longo, pois primeiro o usuário tem que encontrar o aplicativo na App Store ou Play Store, depois baixá-lo e logo em seguida autorizar as permissões do aplicativo para só então usá-lo e muitas das vezes é pouco usado e logo desinstalado. E uma vez que um usuário desinstalar um app dificilmente voltará para o app.

Por outro lado, progressive web apps (PWAs) não precisam de App Store ou mesmo instalação. Direto do navegador, usuários são capazes de adicionar um atalho para o aplicativo em sua tela inicial, com apenas alguns toques. Uma vez adicionado, ele é capaz de enviar notificações e integrar com as configurações do sistema.

Além disso, aplicativos PWA não necessitam de muito espaço como um app. Com apenas uma URL, visitantes podem acessar e compartilhar o aplicativo com seus amigos. Também não há é preciso fazer updates, eles sempre mostram a versão mais recente ao carregar.

Em performance ambos são bons, mas apps Nativos são melhores

Comparado a um site responsivo, ou mesmo um site mobile, PWAs carregam muito mais rápido. No cerne de qualquer aplicativo PWA existe scripts executados em segundo plano e separados da página web. Isso permite ao usuário gerenciar solicitações off-line, fazer pré-buscas e armazenar, em cache, determinados recursos.

Além disso, PWAs podem sincronizar dados com um servidor remoto. Isso significa que, após ser adicionado a sua tela inicial, ele poderá ser usado off-line ou em condições de rede insatisfatórias.

Por outro lado, PWAs são aplicativos que funcionam a partir de um navegador, o que significa que existe latência e consumo de bateria maior que apps nativos. O aplicativo nativo podem ser vinculados ao sistema operacional. Ele pode acessar o hardware do dispositivo para fazer mais cálculos e oferecer melhor experiência aos seus clientes. A linguagem de programação de um app nativo é mais rápida e mais poderosa.

Funções e acesso ao telefone

Entre o aplicativo PWA e o nativo, existem algumas diferenças sobre o acesso do app às funções do telefone. São elas:

  • Notificações push: Ter notificações push aumenta as chances dos usuários engajarem com sua marca. Ambos possuem a função de enviar notificações push.
  • Geofencing: Geofencing é uma ferramenta de marketing (ou outras aplicações como jogos). Os desenvolvedores definem uma área, um local, quando o usuário entra naquele espaço seu celular recebe notificações push convidando-o para visitar (em casos de estabelecimentos) ou enviando promoções. Essa característica se encontra disponível apenas para apps nativos.
  • SEO: PWAs podem ser achados por meio dos mecanismos de busca. Os aplicativos, por outro lado, só podem ser encontrados em lojas.
  • Espaço no armazenamento: Os aplicativos PWA não necessitam de muito espaço no armazenamento do celular, o que é um ponto crucial para muitos usuários de dispositivos móveis.
  • Atualizações: enquanto em um app nativo é necessário fazer a atualização das novas versões e correções, o PWA atualiza sozinho e automaticamente.

Então, PWA ou Nativo?

Tanto o aplicativo nativo quanto o PWA têm seus pontos fortes e desvantagens. Ao escolher entre eles, você deve considerar os aspectos em que cada opção se destaca e como eles se encaixam na sua visão do aplicativo.

Você deve considerar PWA se:

  • Você acabou de entrar no mercado e deseja um app simples para seus usuários. O PWA não exige download e permite interagir com o usuário por meio de notificações push;
  • Você tem pouco tempo e dinheiro. PWAs levam menos tempo para desenvolver, por isso o custo é menor para ter um app publicado.
  • Você deseja melhorar seu alcance de marca e SEO. PWAs são similares a qualquer website e alcançam uma maior audiência.

Você deve considerar Apps Nativos se:

  • Você deseja construir credibilidade para sua marca. Ter um app publicado em lojas de aplicativos aumenta a confiabilidade e os aplicativos nativos têm mais opções de segurança;
  • Você deseja utilizar características avançadas dos smartphones. Se geofencing, smart lock ou mesmo o sensor de movimento são essenciais para a UX, ou se seu produto requer grande capacidade de processamento, os apps nativos oferecem soluções melhores.

Aplicativos nativo e PWA são duas opções para oferecer uma experiência perfeita para o usuário com diferentes pontos fortes e fracos. Ambos vieram para ficar, e a escolha entre eles deve ser baseada nos objetivos que você deseja para o seu projeto.


  • Vitor R. Galante
  • Analista de Inteligência Comercial e Marketing.
  • Viciado em novas tecnologias, adoro e me entusiasmo com novidades. Escrever artigos sobre os mais diversos temas tecnológicos me traz paz de espirito. Morar, trabalhar e estudar em Ouro Preto me fez entender que tradição e inovação podem sim andar juntas.

2 comentários no post “Aplicativo PWA ou nativo, qual escolher?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *