Como criar um pitch vencedor: dicas e exemplos

Tags:    

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Receba atualizações semanais no e-mail

Apresentar uma empresa, produto, plano de negócios ou projeto para quem você deseja persuadir a investir recursos é uma tarefa desafiadora. Você deseja fornecer todas as informações, contar histórias e apresentar dados, mas não há tempo suficiente para isso. Nessas situações, ter o melhor pitch é fundamental para uma comunicação eficaz e pode determinar se os investidores confiam ou não no seu plano.

Um pitch deve ser abrangente o suficiente para apresentar o histórico, o modelo, o desenvolvimento da sua empresa, o projeto específico para o qual você deseja arrecadar fundos e o tamanho do mercado que você está segmentando. 

Parece demais para uma apresentação, não é? Se você quer saber como chamar a atenção do seu público e entregar informações de forma memorável e fácil de entender, confira as dicas abaixo. 

Estatísticas de mercado atuais

Usar gráficos é uma ótima maneira de apresentar estatísticas, tamanhos de mercado e a participação de mercado que sua empresa ocupa agora e pretende ocupar no futuro em seu nicho específico. 

E esse é um dos principais aspectos que os investidores estão focados, pois um mercado pequeno pode significar um baixo ROI. Assim, o objetivo é persuadir o cliente de que você está prestes a entrar em um mercado com grandes oportunidades, como neste slide de apresentação:

Uma boa prática é incluir algumas estatísticas no seu resumo executivo, que é a parte que fornece uma breve visão geral de propostas e informações contidas em documentos mais longos, já que estatísticas apoiam argumentos e apresentações e mostram que você tem informações confiáveis sobre o assunto. 

Se você apresentar estatísticas de forma atraente, as pessoas estarão mais propensas a prestar atenção aos seus dados e valorizar seu material. Você pode usar recursos visuais como um gráfico de radar para mostrar o tamanho do mercado, o seu crescimento em um determinado período e como o seu projeto se encaixa nisso. Veja um exemplo:

exemplo de gráfico radar

Crie Personas Visuais

Entender como os clientes usam seu produto ou quem seria o cliente ideal é uma parte fundamental para criar um bom pitch e aumentar a confiança dos investidores no seu projeto ao criar pitch decks. A criação de uma persona ajudará a entender o histórico, a renda e as necessidades de seus clientes. 

E quanto mais detalhadas forem as informações, maior a probabilidade de acertar o tom do seu pitch. Uma maneira eficaz de fazer é usar recursos visuais para representar sua persona.

É interessante mesclar esses dados com informações demográficas, hobbies e gostos pessoais, como no exemplo abaixo:

exemplo de persona

Você pode usar um infográfico que reúna uma foto, tabelas e índices para identificar os níveis de cada aspecto da personalidade, como extrovertido versus introvertido ou racional versus intuitivo. Isso garantirá que ela não seja descrita como apenas analítica ou introvertida e dará uma ideia crível do quanto ela também tem o traço oposto.

Personas devem parecer o mais natural possível para o seu público. Se as personas forem excessivamente idealizadas, farão com que seu projeto pareça uma apresentação escolar. Para tornar essa parte mais rica, aposte em um diagrama de estudo de caso para mostrar por que o público interagiria com sua organização e como essa interação pode acontecer.

Além disso, é importante mostrar de forma breve como você vai atingir o seu público em cada estágio do funil de vendas. Apresentar isso visualmente com um mapa da jornada do cliente como este abaixo é a melhor escolha para apresentar uma visão geral da sua estratégia de comunicação.

Conte sua história em uma linha do tempo visual

Uma boa prática ao criar pitch decks para atrair investidores é manter seu pitch com até 20 slides, já que todo mundo tem tempo de atenção limitado, especialmente investidores que analisam muitas propostas toda semana. 

O uso de recursos visuais condensa as informações de forma memorável e facilita a compreensão rápida dos pontos mais importantes. Então, se você deseja contar a história da sua empresa, apresentar marcos, evolução do negócio e o que planeja alcançar no futuro, usar infográficos de linha do tempo é a melhor opção.

As linhas do tempo, ou cronogramas, são ótimas para contar histórias e ajudam você a fornecer ao seu público uma visão geral de eventos, tarefas e objetivos. Veja como você pode usar um cronograma para mostrar o progresso ao longo do tempo:

exemplo de linha do tempo para pitch

Outra boa prática é apresentar sucintamente as pessoas-chave do projeto ou da empresa de forma visual. Além de apresentar os departamentos, um organograma reflete a cultura e os valores de uma empresa, como a diversidade, por meio do design.  

Esse tipo de gráfico destaca como as equipes são organizadas e os relacionamentos em toda a organização. Ao fazer isso, você ajuda o público a ver o talento e a experiência que apoiam sua empresa e passa credibilidade e confiança na sua expertise. Veja o exemplo abaixo:

exemplo de organograma

Infográficos de comparação

Ao apresentar seu o seu projeto ou produto, é hora de mostrar o porquê dele ser melhor que o dos seus concorrentes e como ele se destaca da multidão. Escolher os recursos visuais certos pode causar um impacto significativo e ajudá-lo a expor seu ponto de vista rapidamente.

Por exemplo, este infográfico comparativo abaixo mostra as vantagens de uma empresa de alimentos orgânicos em relação aos produtores de métodos mais convencionais, além de apresentar as diferenças entre os processos de forma atrativa e simples. Confira:

exemplo de infográfico comparativo

Escolha um tema consistente

Ao utilizar os diversos recursos disponíveis, você deve manter a identidade de sua marca em todos os pontos de contato com o seu público. A primeira coisa é escolher um tema consistente e mantê-lo em todo o pitch. Por outro lado, às vezes pode ser uma boa ideia mudar os temas e criar contraste.

Comece definindo o tema da imagem de fundo da sua apresentação. Se você optar por fazer isso usando uma cor para o plano de fundo, essa é uma tarefa simples. Escolha a cor de acordo com a voz da sua empresa e leve em consideração a legibilidade do material. 

Suponha que você pretenda usar fotos para seus planos de fundo. Nesse caso, é fundamental ter o cuidado de escolher imagens que possuam uma paleta de cores semelhante, para dar unidade ao seu material na variedade de elementos que o compõem. Importante nesse momento se atentar ao ajuste óptico.

Você pode confiar em modelos gratuitos para criar um pitch profissional que você pode editar facilmente, alterando o esquema de cores, texto, ícones e fotos. E se você precisar de inspiração, é fácil encontrar na internet exemplos de pitchs de diversos setores e de empresas de sucesso em todo o mundo.

Boa sorte no seu pitch! Se você conhece alguém que também precise de boas dicas, compartilhe este artigo com essa pessoa!

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Estamos contratando, venha conferir nossas vagas