Internet para motorista de aplicativo: Como escolher o melhor plano de celular

Nos últimos anos, o número de motoristas de aplicativo cresceu muito. A crise financeira somada à demanda por serviços da economia criativa e a necessidade de melhoria na mobilidade urbana foram o propulsor que este segmento precisava. 

Somente a Uber – principal empresa do setor – contabilizava mais de 600 mil profissionais cadastrados até outubro de 2018. Sem contar o Cabify, 99, Lady Driver e outros aplicativos que despontam no mercado brasileiro.

Entre os pré-requisitos exigidos no cadastro para se tornar um motorista estão o carro com poucos anos de uso (que varia de empresa para empresa), CPF e CNH em dia, bons antecedentes, entre outros. Mas você já pensou na importância da internet para motoristas de aplicativos?

Por isso, no post de hoje, vamos mostrar como escolher o melhor plano de celular para motoristas de aplicativo e quais as melhores opções.

1. Entenda o seu consumo de internet

O celular – juntamente ao carro, é claro! – é a principal ferramenta de trabalho de um motorista de aplicativo. Por isso, seu plano de dados deve ser muito bom.

É pelo aparelho que esse profissional se cadastra nos apps, recebe chamado de passageiros e verifica o caminho que deve seguir para chegar aos destinos solicitados. E tudo isso consome uma quantidade enorme de internet.

Se você quer ser um bom profissional e continuar oferecendo uma ótima experiência de viagem para seus clientes, é fundamental ter um pacote de dados móveis que não te deixe na mão.

Mas, como saber qual a quantidade de internet ideal? A resposta vai depender do quanto a sua rotina como motorista de aplicativo e também na vida pessoal consomem dos dados móveis.

Como funciona o consumo de dados móveis no celular?

O consumo de dados nada mais é do que a utilização de internet no celular e outros dispositivos como tablets e relógios inteligentes.

De forma geral, quando o celular recebe alguma informação, ele está fazendo download de dados. E quando envia, está fazendo o upload. Quanto mais se baixa ou sobe dados, maior o consumo do pacote de internet.

Alguns aplicativos consomem mais internet do que outros, justamente pelo alto volume de upload e download de informações. Por isso, o consumo de dados dos aplicativos de viagens podem variar conforme a marca, porém, as empresas desse ramo costumam indicar que os motoristas consomem cerca de 5GB por mês com o uso do aplicativo.

Além disso, é preciso considerar o uso de outras ferramentas importantes durante o trabalho:

  • Waze: o app de GPS consome cerca de 13,1 MB para 10 minutos de navegação;
  • WhatsApp:  Trocar 20 mensagens por internet gasta cerca de 56,3 MB de internet.

Porém, na hora de calcular o consumo de internet, você também deve considerar o uso do telefone fora do trabalho, já que você vai usar o mesmo plano para a sua vida pessoal. 

Vídeos, por exemplo, são os que mais consomem seu pacote. Apenas 10 minutos de vídeo no YouTube leva embora 105 MB de internet. Já 10 minutos de Netflix, consomem 38,3 MB.

Vale ressaltar que alguns aplicativos continuam a consumir seu pacote de dados, mesmo que estejam apenas em segundo plano (quando estão abertos, mas sem navegação direta do usuário).

É o caso do WhatsApp, Messenger, Gmail e Google Hangouts, que estão em constante atualização para verificarem se há novas mensagens. Lembre-se disso ao analisar os planos de celular!

Com base nessas informações, nós recomendamos que o plano para motorista de aplicativo deve ter entre 5GB, para um uso mais moderado, até 15 GB, para quem usa a internet no celular de forma mais intensa.

Ficou confuso com as quantidades de internet? Entenda a diferença de GB e MB neste artigo!

2. Pesquise sobre a cobertura das operadoras na sua região

Como motorista, você vai precisar se deslocar para várias regiões diferentes. Por isso, é importante escolher uma operadora que tenha cobertura ampla na região em que você vai atuar e que ofereça velocidade 4G. 

Apesar de a internet 3G também funcionar em vários aplicativos, ela é uma pouco mais lenta que o 4G e pode tornar a experiência com o GPS e outros apps menos satisfatória. Por isso, preste atenção em qual das duas tecnologias a cobertura da operadora atende.

As empresas possuem mapas de cobertura em seus sites. Mas você também pode usar o sistema da Anatel para verificar a potência do sinal de cada operadora na sua cidade. 

O site Open Signal também oferece um aplicativo que mede a qualidade do sinal de cada operadora e mostra um mapa com a região de cobertura do sinal de forma mais precisa.

3. Compare as ofertas entre operadoras

Além da qualidade, o custo do plano também é muito importante, já que estamos falando em ferramentas de trabalho.

Para facilitar esse processo, o site Melhor Plano oferece um comparador de planos de celular totalmente gratuito.  O site compara as ofertas de  várias operadoras ao mesmo tempo e filtra os resultados de acordo com as suas preferências.

Para pesquisar o plano ideal para você, acesse melhorplano.net no seu navegador. Na página inicial, selecione a sua cidade e clique em “VER PLANOS”.

O site irá exibir os planos disponíveis na sua região, ordenado pelos preços mais baratos.

Na barra lateral, você pode filtrar as ofertas pelas características que deseja. 

  • Escolha a franquia de internet com base no seu consumo de dados móveis (recomendamos entre 5GB e 15GB). Selecione também a quantidade de minutos. Se você realiza muitas ligações, vale a pena investir em um pacote ilimitado;
  • No tópico “Apps ilimitados” você pode filtrar para exibir planos que oferecem internet para aplicativos como WhatsApp, Waze, Cabify, entre outros, sem descontar na franquia. Isso pode gerar uma grande economia no seu pacote de dados;
  • Você também pode conferir planos de celular empresariais caso tenha um CNPJ. Em alguns casos, as ofertas são um pouco mais baratas do que os planos para pessoa física.

Além desses filtros, você também pode escolher quais operadoras deseja comparar e qual o limite de preço está disposto a pagar por mês.

Depois de filtrar os planos, você poderá comparar facilmente as ofertas e decidir qual é mais econômica e mais adequada às suas necessidades.

Plano pré ou pós-pago?

O site Melhor Plano, atualmente, compara apenas planos de celular controle e pós-pago. Porém, uma dúvida comum na hora de escolher plano de internet para motoristas de aplicativo é se vale mais a pena contratar um pacote pré-pago ou as diversas opções de pós-papo.

Apesar de oferecer mais controle, já que você coloca créditos apenas quando precisa e organiza a utilização do seu pacote, os planos pré-pagos possuem tarifas mais altas.

No pós-papo, mesmo que haja uma conta mensal, operadoras entregam tarifas menores, mais vantagens na utilização e, hoje em dia, já é possível contratar pacotes com modelos pré-definidos para não ter surpresas quando a conta chegar.

Para o caso dos motoristas de aplicativo, nós recomendamos os planos controle ou pós-pago para evitar que você fique sem créditos bem no meio de uma corrida. Além disso, esses pacotes geralmente oferecem uma quantia de internet maior.

4. Se for trocar de operadora, faça a portabilidade numérica 

Depois que fizer a comparação, se você perceber que não está satisfeito com a operadora atual, mas não quer trocar de número, é só solicitar a portabilidade numérica. Ligue para a operadora que deseja se tornar cliente e solicite a portabilidade.

Algumas operadoras também oferecem descontos e benefícios para quem realiza a portabilidade. Além disso, você evita dor de cabeça porque não vai precisar cancelar seu plano antigo, já que a nova operadora fará isso por você!

Porém, para fazer a portabilidade você não pode ter débitos com a empresa atual e o número só pode ser transferido para uma linha da mesma região. 

Fique atento a possíveis cláusulas de fidelidades para não ter que pagar multa. Lembre-se que o objetivo é gastar menos para ter a melhor internet para motorista de aplicativo.

Então, qual o melhor plano para motoristas de aplicativo?

O melhor plano depende da sua cidade, dos seus objetivos e de quantas horas você vai trabalhar por dia. A melhor operadora também irá depender da região de cobertura, como já orientamos acima. 

Por isso, a resposta varia de um profissional para outro, mas você pode identificar a melhor opção para seu perfil de utilização.

Motoristas ocasionais 

Se você vai trabalhar como motorista apenas de vez em quando e não utiliza tanto os dados do celular no seu dia a dia, seu plano de internet precisa ser apenas razoável. 

Opções de plano controle com média de 3GB a 5 GB por mês são ótimas opções, com bom custo-benefício e dados suficientes para o que você precisa.

Motoristas em meio período 

Se você vai trabalhar todos os dias em meio período, a internet para motorista de aplicativo precisa ser um pouco melhor.

Planos de 5GB a 10GB são o suficiente para usar bem os aplicativos, realizar o trabalho de forma satisfatória e ainda navegar na internet nas horas vagas.

O gasto mensal com celular será um pouco maior, mas o retorno vai valer a pena!

Motorista em tempo integral 

Se dirigir para outras pessoas virou sua principal fonte de renda e você trabalha em período integral, seu plano de internet precisa ser realmente bom. Dê preferência aos planos com maior pacote de dados. O investimento será mais alto, mas você nunca vai ficar na mão.

Se você gostar de assistir vídeos entre uma corrida e outra, ou usa bastante a internet do celular nas horas vagas, pode ser necessário uma quantidade maior de GB.

Escolha opções entre 10 GB e 15GB e avalie a possibilidade de contratar um plano só para a família toda. Assim, você consegue um bom custo-benefício e já resolve a necessidade de celular tanto para uso profissional quanto pessoal.

Dica Bônus: melhores celulares para motoristas de aplicativo

Além de um bom plano de internet, o motorista de aplicativo precisa de um ótimo aparelho – que vai conseguir operacionalizar os aplicativos com qualidade e nas versões mais atualizadas. 

Confira alguns aparelhos com bom custo-benefício:

Samsung Galaxy J7 Prime 32GB

Esse aparelho tem processador de 1,6 GHz e oito núcleos, com memória RAM de 3 GB. O resultado é um desempenho fluido, com boa navegação e a possibilidade de usar vários aplicativos ao mesmo tempo sem travar o telefone.

Valor: entre R$ 620 e R$ 900.

Moto G6 Play 32GB

Esse modelo também conta com processador de oito núcleos com 1.4 GHz. A bateria tem boa duração, em função do gerenciador de consumo nativo, e o desempenho do aparelho é excelente.

Valor: entre R$ 800 e R$ 1.100.

K10 32GB

Com precinho camarada, o K10 tem boas configurações. O processador de oito núcleos e RAM de 1 GB é uma opção razoável para quem deseja um aparelho apenas para trabalho.

Valor: entre 

R$ 550 e R$ 750.

iPhone SE 16GB

É possível comprar um iPhone para trabalhar sem precisar gastar uma fortuna na aquisição do aparelho.

O modelo SE tem configurações avançadas, que rodam vários apps sem travar. A tela de retina ainda permite excelente visualização de mapas, para você nunca ficar perdido.

Valor: entre R$ 1.399 e R$ 1.429.

O que você achou das nossas dicas? Conte nos comentários!Leia também: as novas funcionalidades do aplicativo Uber


  • Convidado Especial
  • Como o foco aqui na Usemobile é sempre a qualidade, nosso conteúdo não poderia ser diferente. Pensando nisso, contamos com o apoio de especialistas em diversas áreas para trazer materiais cada vez mais ricos. Caso você tenha interesse em publicar conteúdo no nosso blog, mande uma mensagem em www.usemobile.com.br/contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *