Smartwatches: linguagens de programação e sistemas operacionais

A programação abre um leque de infinitas possibilidades pra nós, tanto que a produção de softwares e aplicativos jamais decaiu. Na verdade, tende só aumentar. E como vivemos uma era de transição para a indústria 4.0, os dispositivos IoT também estão em ascensão, especialmente os relógios inteligentes. Esses wearables criaram uma nova comunidade de desenvolvimento, a qual produz apps que funcionam somente neles, e de forma nativa. Então por isso que este artigo irá abordar as linguagens de programação para smartwatches.

Os principais sistemas operacionais serão destaque neste artigo, apresentando algumas peculiaridades de cada um e suas respectivas linguagens de programação. Vamos conferir?

Os principais sistemas operacionais de smartwatches

Wear OS

Android está para smartphones assim como Wear OS está para smartwatches. Ou seja, se trata do sistema operacional desenvolvido pelo Google exclusivamente para relógios inteligentes. Tanto que o Android Studio é a ferramenta fundamental para o desenvolvimento de aplicativos para os “relógios Android”.

O lado interessante de desenvolver para esse tipo de sistema é ter muita liberdade para integrar as ferramentas do Google nos aplicativos, bem como o Gmail, Maps, Calendário, Play Music, entre outros. Portanto, essas APIs desbloqueiam diversas possibilidades.

Além disso, o Wear OS oferece uma boa experiência para os usuários que já estão familiarizados com as ferramentas do Google, pois os layouts e usabilidade são bastante semelhantes.

O Google não possuía uma penetração notória no mercado de smartwatches, mas este cenário tende mudar com a compra da Fitbit em novembro de 2019, a segunda maior no mercado de smartwatches, segundo a NDC.

A linguagem de programação usada nos Wear OS é C++,  Java e Kotlin.

Watch OS

Enquanto a Samsung e Google disputam conquistar fatias maiores do mercado, a Apple tem uma larga vantagem à frente de todas as demais marcas, pois ela está no topo das vendas dos relógios inteligentes. Até porque a empresa já está no mercado desde 2015, já construindo uma grande bagagem de utilidade e de experiência no ramo.

A Apple elimina, ou reduz, um grande desafio dos smartwatches que é o design das telas dos apps e das watch faces. Isso porque a marca insistiu em formato retangular até o seu último lançamento, o Apple Watch Series 5, em 2019. Aliás, o formato já se consolidou como um estilo dos relógios inteligentes da Apple.

Assim como nos aplicativos mobile, as linguagens de programação para smartwatches Watch OS é Objective-C e Swift.

Tizen OS

Ao escolher nossos computadores e notebooks, uma das principais coisas que olhamos é o sistema operacional, sendo os principais Mac OS, Windows e Linux. Desses três nomes, a Microsoft é a que não está no mundo dos smartwatches com dispositivos próprios — e sequer não conseguiu render com os próprios smartphones.

Como já falamos dos watches da Apple, a opção que nos resta é o Linux. Pois bem, o Tizen OS surgiu da parceria entre a Linux e a Samsung, sendo o sistema operacional para os dispositivos IoT da sul coreana. 

As televisões inteligentes da marca são as que mais usufruem do Tizen OS. Isso porque o portfólio de smartwatches da Samsung é menor do que o de televisão, mas não está atrás do volume dos modelo Apple.

O Tizen OS é um sistema operacional de código aberto e flexível, “construído desde o início para atender às necessidades de todos os envolvidos no ecossistema de dispositivos móveis e conectados, incluindo fabricantes de dispositivos, operadoras móveis, desenvolvedores de aplicativos e fornecedores independentes de software”, como destaca a Linux.

As linguagens de programação de smartwatches com esse sistema são C e C++

E as smartbands?

Dos vestíveis para os nossos braços temos duas opções: os smartwatches e as smartbands. A confusão entre os dois é bastante comum, a qual tudo é classificado apenas como “smartwatch”, mas não é bem assim.

As smartbands — ou pulseiras inteligentes — tem diferenças entre usabilidade, aparência, integração com o smartphone e, principalmente, preço. No entanto, a característica que marca a diferença principal entre os dois tipos de vestíveis é a dependência do celular. Logo, se o objetivo é deixar o celular em casa ou evitar tirá-lo do bolso, smartwatches são mais interessantes, especialmente porque existem modelos LTE. Isto é, tecnologia para realizar e receber chamadas.

As smartbands não possuem aplicativos exclusivos para elas, pois suas capacidades de armazenamento são muito inferiores, não cabendo outras aplicações além das essenciais. Além disso, suas telas são menores. Portanto, este artigo pouco se aplica para essa categoria de wearable. 

Em suma, as smartbands são mais utilizadas como rastreadores fitness, enquanto os smartwatches como substitutos dos celulares.

Resumindo

As linguagens de programação para smartwatches abordadas aqui são as para aplicações nativas. Isso significa que programar com cada uma delas cria mais versatilidade e aproveitamento das funções e hardware dos dispositivos. Também há as aplicações híbridas e web que irão exigir HTML 5, CSS3 e Javascript.

Resumidamente, as linguagens de programação nativa para os smartwatches são as seguintes:

Linguagens de programação para smartwatches
Wear OSTizen OSWatch OS
C++CSwift
JavaC++Objective-C
Kotlin

Assim como todo aplicativo, os para smartwatches também exigem planejamento. Portanto, continue no assunto e conheça um pouco mais sobre todas as etapas necessárias para desenvolver um app, indo desde o a elaboração do escopo até o lançamento.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe com quem você acha que vá gostar também! E não esqueça de se inscrever na newsletter para receber mais conteúdos como esse.


  • Taysa Bocard
  • Analista de marketing
  • O interesse pela tecnologia e desejo por conhecimentos variados sempre fizeram parte de mim, isso desde a infância. Esse desejo pueril refletiu no meu cotidiano: sou jornalista engajada nas "techs". Porém, a busca pelos saberes não é a parte mais gratificante da minha atuação. Na verdade, o que mais me empolga é passar as informações para frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Que tal assinar a nossa newsletter

Conteúdos exclusivos, dicas e eBooks diretamente no seu e-mail.