Lições de negócios que aprendi com a marca CrossFit

Em meados da década de 90, na Califórnia, um ex-ginasta chamado Greg Glassman inovou criando um novo método para se exercitar, o CrossFit. Trabalho em equipe e competição, trouxe mais do que uma vida saudável para quem participa, criou-se uma sensação de comunidade. Mas o segredo do sucesso dessa marca está além do bem-estar físico que ela proporciona.

A CrossFit foi formalmente criada em 2000. A primeira afiliada da empresa foi a CrossFit North, em Seattle. Em 2005, havia 13 afiliadas. Em 2012, apenas 12 anos após o início da empresa, já existiam 3.400 afiliados em todo o mundo. E parte deste sucesso está no seu modelo de negócios.

Então, aqui estão 4 lições que podemos aprender com o modelo de negócios da marca CrossFit.

Inovar em algo que já existe

Todos o exercícios do CrossFit já existiam, mas nunca antes foram feitos do jeito que são. Os treinos do CrossFit são divididos em três partes: aquecimento, técnica e a parte principal e mais intensa do treino, chamada de WOD (abreviação de workout of the day, cuja tradução do inglês é treino do dia) realizada ao final da aula. Os treinos são diferentes todos os dias, o que causa a sensação de fazer algo novo, diferente das academias que se tornam monótonas com o tempo.

As academias de CrossFit são chamadas de Box, seus exercícios tem nomes próprios, tudo isso cria um sentimento de estar fazendo algo diferente. Outros negócios de sucesso já fizeram isso, o CrossFit é só mais um.

Lição 1 – Você não precisa criar algo do zero para inovar. Procure algo que já existe e personalize-o para criar um sentimento de algo totalmente novo para o cliente.

Menos é mais – Modelo de negócios escalável

No CrossFit a maioria dos exercícios são livres sem o uso de muitos equipamentos, então o custo para criar uma nova “box” é muito menor que uma academia. Portanto, abrir uma franquia da CrossFit é muito mais simples.

Além disso, todos os “coaches” (treinadores) recebem um treinamento em níveis, são no total 4 níveis de certificação. Assim, para abrir um novo box é necessário apenas ter o primeiro nível, e no último nível eles se tornam capacitados para treinar novos coaches. Esta pratica também garante um nível mínimo de qualidade, pois para atingir níveis mais altos, os coaches têm que ter um número de horas mínimas.

Muito similar ao processo de alguns fastfoods. Se uma pessoa deseja abrir uma franquia da CrossFit, basta procurar um box que tenha o curso disponível e se qualificar no nível desejado.

Lição 2 – A lição que vemos aqui é, na hora de montar seu modelo de negócio pense em como a expansão dele vai ocorrer. Quanto mais descentralizado e simples ele for, mais fácil será sua expansão.

Cultura da marca – Fidelizar o cliente

Quantas vezes você ouviu de alguém que ama fazer CrossFit, que é mais que uma atividade física, é um estilo de vida? A estratégia de fidelização deles não está apenas na atenção personalizada que eles dão para cada participante.

Frequentemente ocorrem torneios de CrossFit, onde equipes e atletas de diversos “box” competem e trocam experiências em uma atmosfera única, fazendo com que o cliente se sinta parte de algo.

Lição 3 – Oferecer uma experiência única para o cliente é uma tática eficaz na hora de fidelizá-lo, além de criar um valor real para o consumidor.

Interação digital – Aplicativo para celular

Outra grande inovação foi a criação de um aplicativo. Nos treinos, para manter um nível de qualidade, existe um número máximo de pessoas que podem participar e para facilitar a vida do cliente e dos treinadores, com apenas alguns toques, os clientes podem confirmar a ida em um horário.

Mas não para por aí, no aplicativo há o recurso de registrar seus recordes pessoais e compartilhá-los com os membros do seu box, nele você consegue visualizar o recorde de quem treina junto com você. Essa interação digital torna os processos de administração muito mais simples além de criar uma comunidade virtual para quem participa.

Lição 4 – A marca Crossfit mostrou que tecnologia pode estar alinhada a qualquer tipo de empreendimento. Por isso, pense bem em como vai ser a transformação digital do seu empreendimento.

Conclusão

A ideia de competição, o sentimento de pertencimento e o atendimento personalizado são elementos do sucesso do CrossFit. Todo mundo deseja levar uma vida mais saudável, e todo mundo gosta de se sentir parte de algo.

Lembre-se dessas lições na hora de fazer o seu modelo de negócios e se precisar de ajuda para realizar a transformação digital do seu empreendimento entre em contatoconosco.


  • Vitor R. Galante
  • Analista de Inteligência Comercial e Marketing.
  • Viciado em novas tecnologias, adoro e me entusiasmo com novidades. Escrever sobre artigos os mais diversos temas tecnológicos me traz paz de espirito. Morar, trabalhar e estudar em Ouro Preto me fez entender que tradição e inovação podem sim andar juntas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *