Dicas e truques para Otimização de Lojas de Aplicativos (ASO) em 2021

Tags:    

A otimização das lojas de aplicativos (em inglês, “App Store Optimization” ou ASO) é o processo de melhorar a visibilidade de um app dentro das lojas e aumentar as taxas de conversão dos aplicativos. As principais lojas de apps são a App Store para iOS e a Google Play para Android. 

Além do posicionamento superior nos resultados de pesquisa da loja de apps, a ASO também tem em conta a taxa de cliques (em inglês, “Click-Through Rate” ou CTR). Isto significa persuadir as pessoas a clicarem no conteúdo das lojas de apps assim que o encontram. Para fazer as otimizações, dê atenção ao nome, título,  ícone, capturas de tela e a classificação do aplicativo.

A partir do momento em que as pessoas clicam no conteúdo que tem listado nas lojas de apps, deve assegurar-se que estas também façam o download ou que façam uma compra. Esta vertente da ASO é também conhecida como Otimização da Taxa de Conversão (em inglês, “Conversion Rate Optimization” ou CRO).

Qual a diferença entre ASO e SEO?

A ASO é frequentemente referida como SEO, ou seja, Otimização do Motor de Busca (em inglês, “Search Engine Optimization” ou SEO) das lojas de apps. Ambos os processos possuem semelhanças, tais como: otimização de palavras-chave, links de entrada  (em inglês, “backlinking”) e otimização da conversão. 

As principais diferenças entre a ASO e SEO são os fatores de classificação. Adicionalmente, a ASO é usada para apps móveis, enquanto o SEO é usado para os sites.

Alguns aspetos principais da ASO são distintos da SEO móvel, que destacam onde nos situamos na batalha pela otimização. Incluem os seguintes:

1. Comportamento do usuário quando realiza buscas

Quando um usuário se encontra numa loja de apps, seu comportamento é diferente e ele espera por resultados diferentes de quando faz uma pesquisa através de um motor de busca.

2. Tendências de pesquisa e na loja de apps

Não há dúvida de que as tendências da pesquisa na internet e da pesquisa de apps são usadas para otimizar resultados para o usuário. No entanto, as tendências em ambas são geralmente muito diferentes.

Na pesquisa na internet, especificamente quando um usuário procura um determinado app que sirva às suas necessidades, a tendência de busca baseia-se principalmente em características da app. 

Hoje em dia, podemos recorrer a diversas ferramentas para analisar o site. Por outro lado, na loja de apps a avaliação das tendência baseia-se principalmente em fatores de classificação das apps, tais como instalação, dados dos últimos dias e frequência de utilização.

Dicas para Otimização da App Store

1) RELEVÂNCIA: escolha palavras-chave relevantes para o seu produto

O seu primeiro passo é reunir uma grande lista de palavras-chave. Para este efeito, pode considerar apenas o seu produto e encontrar palavras-chave adequadas para o mesmo. Se não encontrar inspiração, pode também recorrer a ferramentas, tais como a nossa ferramenta Keyword Suggest, baseada no recurso de preenchimento automático das lojas.

Este é um passo muito importante ao lançar ou otimizar o seu app ou jogo, por isso aprenda tudo o que precisa de saber no nosso post dedicado à Keyword Research para a ASO.

2) Inclua palavras-chave relevantes no nome/título do app

Deve ter em conta que estas são as suas palavras-chave mais importantes. Lembre-se que tem direito a um máximo de 30 caracteres na App Store e um máximo de 50 carateres na Google Play. Procure um equilíbrio entre palavras-chave e marca.

Insera palavras-chave e certifique-se de incluir as variações de erros de digitação comuns e erros de ortografia que os usuários podem inserir na barra de pesquisa. 

Muitos destes termos constituem um volume de pesquisa significativo e pode valer a pena inseri-los das listas de palavras-chave do iOS (não visíveis para os usuárioes, mas considerados pelo algoritmo).

4) Evite usar a palavra “grátis” no título e subtítulo no iOS

As melhores práticas não permitem referências a preços nos metadados. Mencionar “grátis” no seu título ou subtítulo é motivo suficiente para rejeição, por isso não arrisque. Em vez disso, inclua neste valioso espaço outros aspetos relevantes da sua app. Oficialmente, a Apple disponibiliza-lhe a palavra “grátis“, de qualquer forma, a título gratuito.

5) Compreenda o que mais afeta o seu posicionamento nas categorias

Já se questionou como pode influenciar o seu lugar nos gráficos de categoria? Bem, não é tão fácil como otimizar a listagem do seu conteúdo.

Tanto a Apple quanto o Google calculam os lugares de topo nos seus gráficos com base nos índices de volume de download (gratuitos/pagos mais baixados) ou de volume de receitas, em dólares (maior receita, Google apenas) que uma app consegue atingir.

Ou seja, a velocidade de download dos apps gratuitos para o gráfico “gratuitos mais baixados” e o número de downloads de apps pagos no gráfico “pagas mais baixados”, bem como a velocidade a que uma app soma dólares no gráfico de “maior receita”. 

Quanto maior o download de um app. ou a velocidade com que soma dólares em comparação com outras apps na mesma categoria ou país, melhor será o app em relação aos seus concorrentes na categoria.

Os gráficos da Play Store do Google são calculados de uma forma um pouco diferente dos principais gráficos da App Store da Apple.

Embora a forma como os principais gráficos do Google funcionavam baseado numa lógica semelhante à da App Store, alegadamente no curso de 2016, o Google começou a incorporar fatores adicionais no seu algoritmo de classificação. Em fevereiro de 2017 vimos o Google começar a apostar no engajamento do usuário e outros indícios para jogos, tais como classificações de estrelas, para além da velocidade de download.

Em suma: se seu app é baixado em larga escala e possui usuários felizes, você vai obter uma classificação mais elevada nos gráficos de categoria. 

Com uma estratégia de marketing adequada que se concentra na ASO, na AU (Aquisição pelo Usuário) e num produto de qualidade, a sua descoberta de forma natural irá, por sua vez, aumentar através do crescimento da exposição nos principais gráficos.

Conclusão 

Por princípio, a Otimização da App Store é tudo o que programadores e administradores de apps podem fazer no que toca à interface com o usuário – diretamente na App Store – para facilitar a escolha do usuário entre centenas de apps. 

A Otimização da App Store é, por este motivo, um processo contínuo: as palavras-chave devem ser testadas, avaliadas e, se necessário, atualizadas. As capturas de tela devem estar atualizadas e revelar-se informativas.

As notas de lançamento de uma nova versão da app também fazem parte deste processo, pois comprovam que a app ainda está sendo atualizado, e também responder aos comentários dos usuários. 

Por último, os programadores não só beneficiam de uma melhor classificação e conversão para otimizar a sua app para a App Store – como também recebem comentários valiosos e entendem melhor o que os seus usuários realmente procuram.

Artigo pela SiteChecker.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *