App Caju – melhorias que se encaixam em sua interface

Igor Costa

Igor Costa

UI/UX Designer
Igor Costa

Igor Costa

UI/UX Designer

Tags:    

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Receba atualizações semanais no e-mail

A Caju é uma empresa brasileira de tecnologia com diversos clientes espalhados pelo Brasil. Seu principal objetivo é facilitar o fluxo de benefícios corporativos nas empresas, proporcionando aos funcionários uma experiência dinâmica e flexível aos inúmeros usuários ativos em seu aplicativo diariamente. 

“Nós acreditamos que pessoas são diferentes e por isso seus benefícios também devem ser”, Caju

E quando falamos de uma organização que atende clientes inclusive na área da tecnologia, espera-se que a usabilidade do sistema seja com fluxos fluidos, limpos e focados na experiência do usuário. 

Neste artigo vamos entender esses fluxos, e se a Caju de fato entrega a melhor UX.

Recuperação de Senha

Abaixo apresentamos um fluxo o qual podemos ver o processo de recuperação de senha via SMS.

Nele, após confirmar o CPF (tela 01), e verificar que o usuário é cadastrado, é solicitado a senha do usuário (tela 02). Após clicar no link “não sei minha senha” o usuário é redirecionado para a tela de recuperação de senha (tela 03), onde é perguntado para o usuário onde ele deseja receber o link de recuperação de senha, no telefone ou no email.

Após clicar em recuperação por telefone, a Caju solicita a confirmação do telefone de cadastro para realizar uma recuperação a partir do banco de dados (tela 4). 

No entanto, este comportamento não acontece quando a recuperação é via e-mail. Ao clicar neste modo de recuperação (tela 03), o fluxo direciona para a tela de código enviado (tela 05) automaticamente para o e-mail previamente cadastrado (no caso, esse cadastro é feito pelo RH da empresa)  .

Entretanto, ao inserir um número de celular que não corresponde previamente cadastrado pelo RH, o sistema responde para o usuário como se a solicitação tivesse sido concluída e dado certo (tela 07). Este não deveria ser um comportamento do fluxo, uma vez que não há correspondência dos dados (o cadastrado e o informado).

Afinal, qual é o motivo para que, assim como no e-mail, o SMS não seja enviado diretamente para o usuário, sem a necessidade de confirmação do número?

Essa situação pode até ser considerada um erro de segurança da informação.

Após uma tentativa falha de acessar a conta de um usuário com um telefone qualquer, o adequado a seria a Caju enviar um e-mail informando a tentativa de acesso, já que um possível cracker possa ter seu CPF. 

Padronização

Utilizar um layout consistente é um dos principais passos para alcançar harmonia visual e facilitar a interação dos usuários através de um fluxo de ação.

Ou seja, se uma pessoa realizar uma ação no sistema, é esperado que o comportamento do aplicativo seja igual ao que ele apresentou anteriormente em outra situação. Isso ajuda a reconhecer um dado comportamento conforme a 4ª heurística de “Consistência e Padronização de de Nielsen”.

Dentro da Caju é possível analisar modais com falhas de consistência que acabam prejudicando essa padronização do app. Vamos usar essa imagem a seguir para analisar as inconsistências nos próximos tópicos:

Justificação do Texto

Enquanto alguns estão alinhados à esquerda, outros textos foram adicionados de forma centralizada.

Botões 

Tanto o formato dos botões, quanto a cor deles, não seguem um padrão durante a navegação.

Tom de Voz

No terceiro modal podemos ver uma exclamação no botão, fugindo do tom de voz utilizado. 

Textos

É comum que se utilize negrito em textos do tipo regular para chamar a atenção em determinado ponto. Contudo, dentro do app da Caju, essa não é uma ação tomada. Nele os textos mesclam entre regular e negrito, aparentemente sem nenhuma justificativa — da mesma forma que a cor das fontes varia entre as telas.

A imagem abaixo também explicita inconsistência de texto, assim como na imagem acima.

Acessibilidade

Acessibilidade é algo fundamental para se levantar durante o desenvolvimento de um aplicativo, principalmente na parte de design, que é a encarregada de desenvolver produtos inclusivos e acessíveis a todos os públicos.

Isso importa, pois segundo dados do IBGE (2010), a deficiência visual (grande ou total dificuldade para enxergar) está presente em 3,4% da população brasileira. Para este público, um contraste mal aplicado entre duas cores pode prejudicar a experiência dos usuários durante a navegação. 

Outro ponto ainda é que, para este público, a utilização de fontes inferiores a 12 é inacessível. Dessa forma, a fonte também deve contemplar estes usuários. Assim, a Caju falha na aba de Extrato Geral por conta de contraste e fonte.

Usabilidade

Uma boa usabilidade é responsável por facilitar a experiência do usuário durante o uso do site ou aplicativo. Muitas vezes ela determina todo o sucesso ou fracasso de um sistema, sendo a responsável pela decisão de continuar utilizando ou não o sistema.

O aplicativo deve ser eficaz e eficiente de forma que realmente facilite a vida de quem o utiliza. O app da Caju não é difícil de navegar, porém é possível notar algumas falhas de boas práticas que podem prejudicar a experiência do usuário.

Exemplo 1

Na aba “Menu”, os submenus Parcerias, Perguntas Frequentes, Fale com o Suporte, Envie um Feedback e Indique a Caju são links externos que redirecionam o usuário para um site, fora do aplicativo em uma webview

Neste caso, o ideal é a inserção de indicadores que estes itens são de fato links, pois apresentam o comportamento diferente dos submenus Conta, Segurança e Sair — que são ações dentro do próprio sistema.

Exemplo 2

Um outro exemplo de falha na usabilidade é a forma a qual os teclados aparecem no layout. Ambas as imagens abaixo são prints reais do aplicativo, porém cada uma com uma forma diferente de oferecer os inputs.

Uma forma é a forma correta de apresentar essa tela, o que fica muito mais agradável durante a navegação.

Neste caso, o ideal é o teclado não sobrepor o botão para o usuário avançar no fluxo.

 Este exemplo mostra também mais uma falha na padronização do aplicativo.

Exemplo 3

Também é possível encontrar um bug no saldo. Quando o usuário tenta transferir um saldo de uma categoria para outra, o novo saldo da categoria que irá receber a transferência não é atualizada com o novo valor para visualização, apenas quando a transferência é finalizada.

Isso é ruim, pois não sinaliza para o usuário qual será o valor final.

Imaginando que o usuário está numa fila de pagamento, ele precisar fazer mais de 1 transferência para finalizar a compra — ou acionar uma calculadora — é uma experiência ruim. 

Conclusão

É muito importante compreender o contexto do aplicativo, quem o utilizará e em qual situação. Todas as respostas são fundamentais para determinar o planejamento, a construção e o resultado final. 

Na Caju não foi encontrado nenhum erro determinante para o não uso do aplicativo. Entretanto, pequenas melhorias poderiam tornar a experiência do usuário muito melhor.

Saiba como é importante atualizar e padronizar os layouts com o nosso podcast Debugados

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Junte-se a mais de 62.000 mil assinantes e tenha acesso a conteúdos exclusivos

Estamos contratando, venha conferir nossas vagas