Bitcoin como meio de pagamento: conheça essa possibilidade

As formas tradicionais de pagamento estão começando a andar lado a lado com outras opções mais modernas e vantajosas. Apesar de não estarem tão bem consolidadas no mercado como um todo, já é possível encontrar diversas empresas aceitando novas formas de pagamento. Entre elas, algumas das maiores empresas já abriram as portas para as criptomoedas, sendo o bitcoin a maior representante.

Para além dos investimentos, o bitcoin também é uma moeda de troca e pode ser utilizado para as transações financeiras entre clientes e empresas.

O bitcoin vem se popularizado cada vez mais e é importante começar a considerar este meio de pagamento na sua empresa. Diversificar as formas de pagamento é também uma estratégia para se destacar em meio à concorrência.

Para entender como acontecem as operações com bitcoin, antes é preciso aprender um pouco mais sobre essa moeda digital. Siga a leitura!

O que é bitcoin?

O bitcoin é uma moeda digital lançada em 2009 pelo um programador — ou grupo de programadores — sob o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. A motivação foi a partir de uma insatisfação com o sistema monetário vigente. Com a proposta de revolucionar o dinheiro como o conhecemos, o bitcoin é uma criptomoeda universal que não depende de nenhum banco ou governo. 

Para além de uma moeda de troca, atualmente o bitcoin é também visto como um ativo, muito visado por diversos investidores. Ao longo da última década, a criptomoeda foi se popularizando cada vez mais e, com isso, o preço do bitcoin passou a apresentar grande crescimento.

O valor do bitcoin acompanha as oscilações do mercado; assim como as ações da bolsa de valores, seu preço segue a oferta e demanda. Devido a isso, alguns investidores passaram a negociar a criptomoeda, lucrando com suas variações de preço. Dessa forma, o bitcoin, junto a outras criptomoedas, se consolidou hoje como um ativo presente na carteira de investimentos de diversas pessoas.

Há também quem se dedica a comprar bitcoins no intuito de guardá-los para um possível futuro em que a criptomoeda será adotada amplamente por todo o mundo, cumprindo seu papel de moeda de troca universal. Muitos apostam nessa premissa inicial da criação do bitcoin.

O fato é que muitas pessoas já aproveitam as vantagens do bitcoin em facilitar transações seguras e rápidas. Transferir bitcoins de uma pessoa para outra é um processo simples e  ágil, além de todo o sistema ser criptografado. Para que tudo isso seja possível, o bitcoin conta com uma tecnologia chamada blockchain. Continue a leitura para entender o que há por trás do bitcoin.

Como funciona o blockchain?

O blockchain é como se fosse um livro-razão que mantém um histórico de todas as transações realizadas em sua rede. Esse livro-razão é compartilhado entre inúmeros computadores que fazem parte dessa rede, como se cada um tivesse uma cópia dele. Para que uma transação seja consolidada, mais da metade dos computadores participantes da rede precisam conferir e validar essa transação. Assim que uma transação é validada, todas as cópias são atualizadas simultaneamente.

Um dos pontos principais do blockchain é a descentralização. Não há uma instituição superior controlando esse sistema, de modo que nenhum participante da rede tem um poder maior do que outro. Como explicamos, a validação de uma transação acontece a partir de um consenso entre mais da metade dos milhares de participantes, e não da autoridade de algum deles.

Isso faz com que o sistema funcione de forma extremamente segura, estando protegido de ataques e falhas técnicas. Não é possível adulterar ou fraudar o blockchain, já que o livro-razão está distribuído entre diversas máquinas ao redor do mundo. Caso alguma das cópias sofra algum tipo de adulteração, logo a fraude será percebida e esta cópia invalidada.

Além da segurança, esse funcionamento também permite que as transferências financeiras aconteçam de forma mais rápida e menos burocrática do que as transferências bancárias que estamos acostumados. O blockchain funciona 24 horas por dia e processa as transações em questão de minutos, além de ser possível fazer essas transferências entre quaisquer países. 

Usos para o blockchain

É importante mencionar que o blockchain também proporcionou a criação de diversas outras criptomoedas, mas não se resume apenas a sistemas financeiros. O blockchain é, ainda, uma plataforma para o desenvolvimento de aplicativos descentralizados e sua tecnologia apresenta diversas possibilidades de uso nas empresas. O modelo do blockchain já vem sendo aproveitado por diversos setores, desde redes de supermercados a hospitais, para o registro e compartilhamento de dados e documentos.

Por que aceitar o pagamento em bitcoins?

Com um mercado tão competitivo, as empresas precisam estar sempre focadas em se adaptar às novas tecnologias e se sobressair em relação aos concorrentes. Entre os diferenciais que um produto ou serviço pode apresentar, estão as variadas formas de pagamento.

Apesar do bitcoin ainda não ser aceito universalmente, já é um meio de pagamento alternativo adotado por empresas como Expedia, Shopify e Dell. Com a grande movimentação que a moeda digital vem apresentando no mercado, inclusive no Brasil, até mesmo lojas online e pequenos negócios já estão sendo atraídos a ampliar suas formas de pagamento no intuito de agradar o público e melhorar as vendas.

Entre algumas vantagens do bitcoin, as taxas de transação são mais baixas do que dos cartões de débito e crédito, o que pode representar uma boa economia ao fim do mês. Além disso, as operações são rápidas, levando apenas alguns minutos, e completamente seguras. Não existem fraudes no blockchain, o que traz tranquilidade à empresa e ao cliente.

As transações com bitcoin representam também uma nova oportunidade de crescimento. Implementar a opção de pagamento em bitcoins pode trazer visibilidade à marca dentro da comunidade de entusiastas da criptomoeda, que está sempre disposta a apoiar as empresas que adotam essa nova modalidade de pagamentos e colaboram com a visão de futuro do projeto de Satoshi Nakamoto.

Antes de utilizar, tome atento

As empresas que desejam iniciar as operações com bitcoins podem contar com a ativação desta opção na maioria das plataformas de pagamentos utilizadas hoje em dia. De todo modo, é importante pesquisar sobre o assunto e entender a fundo o funcionamento das criptomoedas. Como explicamos, o bitcoin tem volatilidade diária, e é importante que o dono do negócio entenda como administrar a carteira de criptomoedas e quando trocar a moeda pelo Real. Por isso, é importante acompanhar as notícias sobre o assunto.

É necessário avaliar as vantagens e desvantagens em aceitar o bitcoin e as criptomoedas como forma de pagamento, além de garantir que todo o processo seja feito da forma correta. Mas o fato é que o mercado das moedas digitais está em crescimento e não se pode ignorar essa tendência.

Em diversos setores, a demanda por novas opções de pagamentos vem aumentando e as empresas precisam expandir suas possibilidades e se adaptar ao comportamento do consumidor, oferecendo toda a comodidade possível aos seus clientes.

Para conhecer também outro método alternativo de pagamentos que você deve ficar de olho no PIX, tecnologia desenvolvida pelo Banco Central do Brasil.

Este artigo foi produzido pela BitcoinTrade.


  • Convidado Especial
  • Como o foco aqui na Usemobile é sempre a qualidade, nosso conteúdo não poderia ser diferente. Pensando nisso, contamos com o apoio de especialistas em diversas áreas para trazer materiais cada vez mais ricos. Caso você tenha interesse em publicar conteúdo no nosso blog, mande uma mensagem em www.usemobile.com.br/contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Que tal assinar a nossa newsletter

Conteúdos exclusivos, dicas e eBooks diretamente no seu e-mail.