A importância do UX Writing

Mas, é só um BOM DIA!

*Por Kelly Couto

Era uma manhã linda e ensolarada de segunda-feira.

Você acordou bem, tomou um delicioso café da manhã com a família, chamou um carro por aplicativo, chegou com 30 minutos de antecedência no trabalho e, ao entrar no prédio, alguém com um sorriso no rosto e lhe recepcionou dizendo: 

Bom Dia

Qual seria a escolha do seu tom para responder a esta pessoa? De Leveza ou Mau Humor?

Calma! Não responda agora, pois gostaria de que pensasse em um segundo cenário:

Era uma manhã nublada de segunda-feira. 

Você dormiu mal a noite toda. Tomou café da manhã sozinho. Chamou um carro por aplicativo para trabalhar, só que no meio do caminho o veículo quebrou. Para não se atrasar, você decidiu ir de ônibus. Após um longo tempo aguardando, o transporte chegou lotado, e quando você desembarcou, a poucos metros do prédio do seu trabalho, passou um carro por cima de uma poça d’água e te deu um banho. Justamente no dia de uma reunião importante logo pela manhã. E pra variar, ainda chegou atrasado. Mas ao entrar no prédio, aconteceu a mesma situação: alguém com um sorriso no rosto lhe recepcionou dizendo: 

Bom Dia! 

Agora sim, pode responder: será que a entonação da sua resposta seria a mesma da situação anterior? 

Bem, como sou otimista, acredito até que sim! Mas se você optou por um tom menos recíproco, também não me espantaria, afinal de contas, não estaria fora de contexto.

Uma mesma palavra, frase, termo, texto, ação podem mudar facilmente, conforme o CONTEXTO em que se é empregado (ou seja, a situação). 

Às vezes, o que pode ser fácil ao meu entendimento, outra pessoa pode ter dificuldades para compreender, captar a informação. E isso pode ser uma palavra, uma frase, uma expressão, um texto, uma imagem ou um gesto.

E quando a missão é ter de dar a Voz à Marca?

Sabe aqueles textos que aparecem nas telas de aplicativos, sites e produtos digitais diversos? Pois bem, com um olhar macro, quando as expressões utilizadas são populares, o texto parece ser a parte menos burocrática do processo de desenvolvimento do produto.  Afinal, quem não saberia escrever textos curtos dentro de um layout do tipo: “Prossiga”, “Compre”, “Cadastre-se”, “Como posso ajudar?” ou institucionais, de caráter informativo ou instrutivo? Não parece ser uma missão difícil. Um excelente Design para tirar a brilhante ideia do papel e pensar nas cores, no formato, nos botões, na funcionalidade, no impacto visual que o seu produto oferece para o mercado, talvez já esteja de bom tamanho. E há quem aposte também em profissional com expertise em Comunicação para ajudar no processo de Criação e Revisão dos textos que serão utilizados. Bom! Está tudo certo, e acho que podemos parar por aqui. E até podemos, caso você opte apenas pela visão Macro. Mas enxergando o cenário com olhar micro, há muito mais por trás das cortinas de um produto de sucesso do que se possa imaginar.

Quando um Design de Conteúdo ou UX Writing participa desde o início do desenvolvimento do produto, e acompanha a evolução de um projeto, é um forte aliado para melhorar a Experiência do Usuário e trazer impactos realmente mensuráveis. 

Veja bem: em era de 140 caracteres, a geração moderna apresenta um perfil mais autônomo, em relação ao uso das palavras. A população anda muita apressada. E impulsionados por abreviaturas exóticas e neologismos, os diferentes contextos e necessidades vêm obrigando, cada vez mais, as empresas a se preocuparem com a Experiência do Usuário. 

Os textos criados para interfaces (chatbots, aplicativos, sites, totens digitais, URA para fluxo de interação com o usurário, entre outros), se considerado parte integrante do processo de criação (design do produto), desde o início, além de garantirem ótimos resultados, confere a personalidade da marca e cria o estilo e tom de voz. E isso vai desde o microtexto ao texto mais complexo, como newsletter, e-mail, push, card…, ou seja, todas as oportunidades que a marca tem para poder falar com o usuário. 

E por que o trabalho de UX Writing é tão importante para um projeto?

No Brasil, embora o conceito de UX Writing seja um Perfil Novo para todo mundo, empresas conservadoras e modernas já estão apostando na importância deste profissional na equipe de Criação e Desenvolvimento:

Segundo uma pesquisa realizada pela Design Management Institute (DMI): 

  • 72% dos Negócios têm na melhoria da experiência do cliente sua prioridade número 1. Ou seja, as empresas estão dando mais importância para a experiência do consumidor.
  • 73% dos 500 Gerentes entrevistados pretendem dobrar suas equipes de UX Design nos próximos 5 anos.
  • Das 500 empresas avaliadas pelo Instituto, o Índice de Crescimento das Companhias focou na experiência do usuário é de 211%, em relação às empresas que não estão apostando neste conceito ainda.

Ou seja, o UX Writing é uma atividade que vai muito além de Revisão de Textos de Telas. Conforme já ressaltado, ele tem a importante tarefa de transmitir o Tom e a Voz da Marca.

O UX Writing ou Content Design cria textos para conduzir o usuário a realizar determinadas ações de uma maneira mais intuitiva e motivacional em várias interfaces.

O Design de Interação é contratado para pensar em uma solução, certo? E aquilo que ele cria na cabeça, precisa ser traduzido para uma interface. Aí entra o design de Interface que pensa nas cores, nos botões, nas formas, no fluxo… Todavia aquela interface precisa de uma mensagem, ou seja, é preciso colocar ali um texto que tanto pode ser verbal (escrito) ou não verbal (imagens, emoji, etc). E é aí que o UX Writing entra. 

Quando um projeto não conta com a participação de um UX Writing ou Design de Conteúdo, desde o começo, tudo aquilo precisa ser traduzido para uma interface, ou seja, a história que a sua marca quer contar, acaba tendo uma perda muito grande, e um segundo trabalho: o processo de resgate para construção do produto. Não adianta chegar no meio do caminho, pois o texto não será o mesmo, e pode acabar ocorrendo um ruído entre a marca e o usuário. 

O UX Writing Cria o Manual de Tom de Voz da Marca, Destaca a Personalidade do Produto, Guia o Usuário e Auxilia todo o processo de Tomada de Ação. Em suma, um bom texto é a última camada que pode tentar salvar algo que, ainda assim, a interface intuitiva não conseguiu captar.

Corrigir os Textos de Telas, ou ter sacadas de Redação Publicitária são importantes para um produto, mas não é o fim, e sim, o meio. Imaginem, por exemplo, traduzir um termo técnico de um produto bancário, ou desburocratizar a comunicação de um produto tecnológico para uma interface cujo objetivo é a tomada de decisão por parte do usuário? 

Saber narrar a história que o seu produto quer contar para o mercado vai desde a escolha do melhor verbo para um microtexto, a fim de levar ao usuário a tomada de decisão a determinadas expressões em textos mais complexos, para manter a assertividade do discurso da marca com o público. 

Afinal, qual é história que a sua marca quer contar? Qual será a escolha dos termos mais adequados para falar com o seu público?  

Lembra-se do “Bom Dia”?  A expressão também, inicialmente, parecia inofensiva e sem peso. 

Sobre a Autora 

Formada em Letras pela Universidade Castelo Branco (UCB), pós-graduada-graduada em Língua Portuguesa pela Universidade Federal Fluminense (UFF), começou sua carreira produzindo conteúdo digital para sites e redes sociais em diversas Agências Publicitárias de Marketing Digital e veículos de comunicação, como Revista Economia S/A. Sua experiência a levou a fundar o Escritório de Comunicação KC Comunicação, o Portal de Notícias – Revista Capital Econômico – e a mergulhar mundo do UX Writing, do Design Thinking e do SEO. Atualmente é responsável pelo projeto da Fintech RBpay.

Contato: contato@kcassessoriaemcomunicacao.com

Linkedin:    @kellycoutooficial  https://www.linkedin.com/in/kellycoutooficial/

Instagram: @kelly_couto_oficial 


  • Convidado Especial
  • Como o foco aqui na Usemobile é sempre a qualidade, nosso conteúdo não poderia ser diferente. Pensando nisso, contamos com o apoio de especialistas em diversas áreas para trazer materiais cada vez mais ricos. Caso você tenha interesse em publicar conteúdo no nosso blog, mande uma mensagem em www.usemobile.com.br/contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *