setembro-amarelo-aplicativos

Setembro Amarelo: Você não está sozinho

O mês de setembro é marcado pela campanha Setembro Amarelo, que tem como objetivo a conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, a campanha começou em 2014, com o apoio do CVV (Centro de Valorização à vida), do CFM (Conselho Federal de Medicina) e da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

A Organização Mundial da Saúde afirma que em pelo menos 90% dos casos o suicídio pode ser prevenido. Aproximadamente 32 pessoas se matam todos os dias no Brasil e em todo o mundo esse número chega a 2.200. A prevenção do suicídio não é apenas assunto de profissionais de saúde e ONGs, todos podem fazer a sua parte.

Uma das ações da campanha é disponibilizar o Facebook para desabafos, conversas e conselhos. A conversa não substitui o tratamento, mas muitas vezes falar sobre o que está acontecendo faz com que a pessoa reflita mais sobre a situação.

Visite o site e saiba mais sobre a campanha Setembro Amarelo!

Pensando nisso, nós separamos 5 aplicativos para conhecer novas pessoas e de mensagens instantâneas que podem ser usados para ajudar as pessoas que estão sofrendo com esses problemas. Confira:

1. Skype – 4,1/5>

Setembro amarelo aplicativo Skype

O já conhecido Skype é uma ferramenta que disponibiliza, além do chat, chamadas de vídeos ou áudio. Ele também permite compartilhar alguns arquivos como fotos ou arquivos de textos. Outra vantagem é que também é possível conferir as mensagens em seu computador ou tablet. Esse aplicativo poderá tornar as conversas mais dinâmicas, o que ajudaria a dar uma maior assistência às pessoas que estão precisando.

google play

App Sotre

2. Viber – 4,3/5

Setembro amarelo aplicativo Viber

O Viber aos poucos foi se tornando um aplicativo de mensagens consolidado. Ele traz todos os recursos como conversações em grupos de até 200 pessoas, envio de documentos em anexo, emojis, e possibilita que você faça chamadas de voz e vídeos gratuitas. Ele também permite apagar as mensagens após o envio das mesmas.

google play

App Sotre

3. Badoo – 4,3/5

Setembro amarelo aplicativo Badoo

O Badoo é um aplicativo voltado para conhecer pessoas e expandir o círculo de amizades.  O serviço é gratuito e permite que os usuários façam login utilizando contas de outras redes sociais. Após o cadastro o usuário pode mandar mensagens instantâneas e interagir com pessoas que estão ao seu redor. O Badoo dá a oportunidade de conhecer pessoas fora do seu ciclo social e, por meio de mensagens, seria possível ajudar aqueles que precisam.

google play

App Sotre

4. Grindr – 3,6/5

O Grindr é uma plataforma para conhecer pessoas exclusiva para homossexuais. Ele permite que você crie um perfil com diferentes fotografias e interaja com pessoas que estejam perto de você. O aplicativo ordena os usuários de acordo com a proximidade. Segundo estudos da Universidade de Columbia, os homossexuais têm mais probabilidade cometer suicídio e esse fato está diretamente ligado aos seus locais de convívio. O apoio das pessoas que estão ao seu redor, sejam amigos de longa data ou novos conhecidos, é essencial.

google play

App Sotre

5. Yodel – [Bônus]

Setembro amarelo App Yodel

O “Jodel” como era chamado inicialmente é um aplicativo para pessoas conversarem anonimamente, o interessante do aplicativo é que as mensagens são organizadas por região, e você pode ver todas as mensagens feitas num raio de 10km. Outro recurso interessante é que as mensagens postadas são pontuadas por outros usuários, dessa forma você consegue saber a relevância do tema pela quantidade de pontos que a postagem tem. Experimente, embora a usabilidade para responder as mensagens não sejam boas, o fato de conversar anonimamente possibilita aos usuários abordarem diversos temas.

google play

App Sotre

Colabore com a campanha Setembro amarelo!

É importante lembrar que caso você conheça alguma pessoa que esteja precisando de ajuda deve indicar algum tratamento. O CVV oferece apoio online em seu site, pelo telefone 141 ou via email.

Em todos os canais da organização, o atendimento é feito por voluntários treinados e a conversa é anônima.