Conheça o aplicativo que ajudou milhões de estudantes e pais na pandemia

Tags:    

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Receba atualizações semanais no e-mail

Desde o início de 2020, quando os alertas de pandemia foram disparados pela Organização Mundial da Saúde, os sistemas educacionais de todo o mundo passaram por um repentino fechamento que atingiu instituições de todos os níveis (creches, escolas de ensino fundamental e médio e universidades).

Segundo dados do Banco Mundial, apenas na região da América Latina e do Caribe, mais de 170 milhões de estudantes foram afetados pelo fechamento das escolas. Nesse cenário, a solução encontrada pela maior parte das instituições de ensino foi continuar as atividades com aulas virtuais, através do ensino remoto. 

Assim, a busca na internet por ferramentas que fossem capazes de ajudar pais e alunos na resolução das tarefas de casa sofreu um boom e com certeza o aplicativo do Brainly foi uma das mais utilizadas. Atualmente, a plataforma recebe mais de 350 milhões de acessos únicos por mês ao redor do mundo. 

O que é o Brainly?

mãos segurando celular mostrando o o aplicativo Brainly
Com mais de 350 milhões de usuários ao redor do mundo, o Brainly se mostrou uma excelente ferramenta para complementar os estudos em tempos de ensino remoto

Criado na Polônia em 2009, o Brainly é a maior plataforma colaborativa de estudos online do mundo. Apesar de ser voltada principalmente para estudantes do ensino fundamental e médio, bem como aos pais dos alunos, a plataforma também possui diversos conteúdos de nível superior e está disponível em aplicativo e versão web. 

Trazendo para a internet o conceito de grupo de estudos, em que os estudantes se ajudam entre si, o Brainly utiliza de um sistema de gamificação para incentivar a troca de conhecimento entre os usuários. 

Além de um enorme banco de dados com perguntas e respostas, ainda oferece resoluções de questões do Enem, simulados, livros didáticos e diversos conteúdos relacionados à grade curricular brasileira.

Todo esse conteúdo foi planejado para que os alunos pratiquem e melhorem o conhecimento em todas as disciplinas.

Como funciona o Brainly?

Dentro da plataforma o estudante tem à sua disposição diversas funcionalidades, como a comunidade de perguntas e respostas, o math solver e as soluções de livros didáticos.

Comunidade de perguntas e respostas

Dentro da comunidade, é muito simples ir do questionamento ao entendimento. Os estudantes acessam perguntas e respostas com explicações passo a passo feitas por especialistas, e ainda conta com a ajuda de milhares de outros estudantes. 

Ao longo dos anos de funcionamento, o Brainly acumulou milhões de perguntas e respostas que ficam disponíveis na plataforma e que também podem ser acessadas por qualquer mecanismo de busca da internet.

Solucione problemas de matemática com apenas uma foto

Baseada em uma tecnologia de inteligência artificial e desenvolvida principalmente para atender aos estudantes com dificuldades em matemática, o Math Solver parece mágica. Basta tirar uma foto do problema, ou escrevê-la no teclado dos dispositivos móveis, que o Math Solver fornece instantaneamente uma explicação detalhada com um guia passo a passo ou um visual gráfico da solução.  

Soluções de Livros Didáticos

Basta utilizar a barra de busca ou as opções de filtros para encontrar explicações detalhadas de professores e especialistas para todas as atividades de um determinado livro didático. O banco de dados já conta com mais de 500  livros publicados e 290 mil respostas, com conteúdos de livros do 1º ao 9º ano (Ensino Fundamental I e II) e do Ensino Médio.

Tecnologia e educação 

Talvez um dos maiores legados da pandemia tenha sido justamente a necessidade do uso da tecnologia na educação para manter as atividades escolares, e essa é uma mudança que veio para ficar. De acordo com uma pesquisa do Instituto DataSenado sobre a educação na pandemia, o principal modo de acessar os materiais de estudo é o celular com 64%, seguido pelo computador com 24%. 

Além disso, uma pesquisa realizada pela Blink Learning, outra empresa de tecnologia educativa, classifica o celular como principal dispositivo presente nas salas de aula dos centros educacionais. O mesmo estudo ainda constatou que o uso de ferramentas digitais nas aulas presenciais ou virtuais aumentou 50%, enquanto que 75% dos professores as utilizam diariamente. 

“Durante o último ano, Brainly continua a ser parte essencial de como os estudantes e pais estão aprendendo, com a mudança para a educação virtual”, afirmou Rajesh Bysani, CPO do Brainly. “Nós continuaremos a trazer novas funcionalidades e produtos pensados para melhorar os resultados de aprendizagem de todos os estudantes, bem como a apoiar os pais que desempenham um papel mais ativo na educação dos seus filhos em casa”, completou. 

Tópicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Junte-se a mais de 62.000 mil assinantes e tenha acesso a conteúdos exclusivos

Estamos contratando, venha conferir nossas vagas