desenvolvimento-android

Desenvolvimento Android ou iOS, qual escolher?

Há muita discussão em torno de qual o melhor sistema operacional para desenvolver aplicativos para dispositivos móveis: Android ou iOS. Melhor que escolher um dos lados é conhecer direitinho as especificidades de cada um, tendo em mente qual o mais fácil de aprender, quais os obstáculos, seus prós e contras, e qual das plataformas mais se adequa às demandas do seu app e do seu público. Vejamos agora o comparativo entre desenvolvimento Android e iOs.

Vantagens e diferenças

desenvolvimento android ou iOS

Público e mercado

O Android detém a maior parcela demográfica global de usuários, principalmente em nações menos ricas e desenvolvidas. Em comparação, usuários do iOS apresentam maiores índices de renda, nível educacional, engajamento e gasto por app. Isso não significa, é claro, que os usuários de Android não apresentem também este perfil. Mas os dados gerais devem ser levados em conta quando você pensar em qual a melhor plataforma para desenvolver o seu aplicativo. Além disso, o iOS possui o domínio absoluto no mercado de tablets, especialmente para quem procura a tecnologia para fins empresariais. A forma que você escolher para monetizar seu aplicativo determinará se o mais adequado para seu projeto é um público mais amplo (Android) ou um mais seleto porém mais engajado (iOs).

Hardware

Em países emergentes como o Brasil, mais de 80% dos usuários de smartphones utilizam o Android, pois o hardware exigido é muito mais acessível. Além disso, para desenvolver um app iOS você precisará de um aparelho Mac, seja ele um iMac, Mac Mini, MacBook… Praticamente qualquer variação, mas definitivamente orientado à Apple. Em compensação, para o desenvolvimento Android você pode começar em qualquer tipo de hardware, seja Mac, Windows, Linux, etc.

Licenciamento

Você pode obter (e manter) uma licença iOS por 99 dólares por ano: uma espécie de assinatura que o desenvolvedor deve pagar para carregar seu aplicativo na Apple Store. Por outro lado, a licença para Android custa quase 30 dólares e vale por toda a vida. Apesar da opção pelo iOS ser mais cara, a maior acessibilidade garantida pelo desenvolvimento Android permite a proliferação de aplicativos inúteis, “clonados” ou abandonados, que apesar de não manterem mais usuários ou serem atualizados, continuam ocupando espaço no catálogo da Google Play Store. Comparativamente, a Apple é muito mais estrita no processo de aceitação de um aplicativo e de renovação mensal da licença.

Ciclos de Lançamento

Apesar do código aberto, o Android tem a desvantagem de estar “trancado” por carriers e componentes de Fabricantes de Equipamento Original (OEMs). Até o mês passado mais de 95% dos usuários de iOS já tinham as últimas versões do sistema (10 ou 11), enquanto menos de 20% de usuários de Android estavam com um Oreo ou Nougat. Ou seja, o iOS traz o benefício de permitir que seu aplicativo mantenha seu nível de alcance independente da versão mais atual, além de dar aos desenvolvedores a oportunidade de analisar novas APIs – reduzindo até mesmo a duração do período de testes.

Velocidade

Em média, o desenvolvimento Android leva o dobro ou o triplo de tempo a mais para resultar em um app, comparado ao iOS. Isso está ligado aos ciclos de lançamento mas também a um processo chamado fragmentação Android, que consiste em um grande número de aparelhos dentro do sistema, de todas as formas, tamanhos e especificações. Além disso, outro aspecto da fragmentação é que existem diversas versões da plataforma circulando ao mesmo tempo.

Modelo de Receita

Enquanto o Android traz a vantagem de mais aplicativos suportados por meio de publicidade, no iOS pode-se esperar que os clientes gastarão mais com eles (inclusive por meio de compras in-app). Os dados indicam que a receita dos aplicativos iOS é maior, podendo alcançar 1 trilhão de dólares até o fim de 2017.

Recursos

Um dos prós do desenvolvimento Android é seu código aberto, que permite o surgimento até de “mods” do sistema. Em outras palavras, ele dá aos desenvolvedores de aplicativos um acesso mais profundo e maior controle sobre a plataforma em si. É por isso que muitos apps só podem rodar no Android.

Quando é que eu devo fazer o…

…desenvolvimento iOS?

Se você tem interesse em refinar e testar mais seu aplicativo antes de publicá-lo, e tiver um alvo demográfico específico que queira alcançar, o iOS será a melhor opção. Escolher o sistema também aumentará a visibilidade do seu app – e não vamos esquecer que, estatisticamente, os usuários da plataforma estão acostumados a pagar mais pelos serviços disponibilizados. Segundo desenvolvedores, construir aplicativos para o iOS também é mais fácil, sendo comum observar projetos que se iniciam no sistema e depois migram para o Android.

…desenvolvimento Android?

Não há como negar que o maior benefício do desenvolvimento Android é o financeiro, tanto em questão de economia (é mais barato publicar seu aplicativo na Google Play do que na Apple Store) como de mercado, já que no Brasil a esmagadora maioria dos smartphones atualmente em uso utilizam o sistema. A alternativa também é ideal quando você precisa controlar profundamente elementos de hardware, software ou as duas coisas.

Em suma

Em um contexto amplo, é mais fácil e lucrativo desenvolver para iOs, onde os aplicativos recebem mais, entram no mercado mais rapidamente e podem alcançar uma base de usuários maior e acostumada a pagar por serviços. Em compensação, a nível nacional 95,5% dos smartphones vendidos são Android; além disso, a fragmentação e a possibilidade de alcançar mais profundamente o potencial de hardware e software podem ser vantagens se você está trabalhando com uma equipe de desenvolvedores experientes. De qualquer forma, é bom ter em mente que se o seu app decolar, seja pelo iOs ou pelo Android, mover o projeto para a outra plataforma é o caminho básico para a expansão e crescimento do seu serviço.

 

Tem algum detalhe sobre as diferenças e vantagens entre desenvolvimento Android e iOs que ficou faltando? Deixe seu comentário abaixo!