Fazer um aplicativo ou contratar desenvolvedores?

Todos os dias ideias incríveis surgem, algumas que poderiam virar aplicativos de muito sucesso. Muitas pessoas não levam essas ideias para frente por não saberem como criar um aplicativo. Aqui traremos algumas dicas para você decidir fazer um aplicativo sozinho ou contratar uma empresa desenvolvedora.

O primeiro passo é responder a três perguntas simples:

Tenho tempo para fazer um aplicativo?

Quero fazer um aplicativo sozinho?

Tenho conhecimento da linguagem para programá-lo?

Se a resposta para todas essas perguntas for sim, você já está preparado e deve desenvolver seu aplicativo. Caso alguma for não, você já deve começar a pensar em alternativas, como contratar uma empresa especializada.

Porquê minha empresa precisa de um aplicativo

Os aplicativos se tornaram uma das principais formas de aproximar sua marca dos clientes. Sua logo estará sempre na tela do smartphone deles e acessível a um toque.

Um App é um canal de informação direta com o seu cliente ou usuário. Pode possuir diversas funcionalidades, como as notificações push, que enviarão promoções e informações que agregam valor às pessoas. Você pode até combinar seu aplicativo com Beacons e enviar notificações de acordo com a localização do usuário em sua loja física.

Criar um programa de fidelidade para quem usar seu aplicativo, oferecendo descontos ou acúmulo de pontos para quem for usuário recorrente. Usar o social media para permitir que as pessoas compartilhem conteúdo com os amigos também é uma boa opção.

Esses aspectos melhoram o envolvimento com seu público e ajuda a melhorar o reconhecimento da sua marca junto a eles. Caso seus concorrentes ainda não possuam um aplicativo, isso representará um diferencial competitivo em relação à eles.

Fazer um aplicativo - Fidelizar clientes

Agora já sabemos por que é interessante ter um aplicativo, iremos abordar algumas formas de fazer um aplicativo.

Aprender a fazer um aplicativo sozinho

A primeira opção é aprender a linguagem de programação para desenvolver seu aplicativo. Isso poderá ser feito através de estudos na própria internet e levará um certo tempo até que você aprenda.

As linguagens utilizadas para produzir aplicativos nativos de Android e iOS, Java e Objective-C respectivamente, são duas das mais difíceis de se aprender. De acordo com Nicholas Wright, CEO da AppInstruct, se você não tiver nenhuma experiência em programação você levará até seis meses para ter competência em Java ou Objective-C. Caso já tenha alguma experiência, esse tempo poderá variar entre 3 e 6 meses.

Existem cursos voltados para ensinar essas linguagens de programação, como o Codecademy, Pluralsight e a própria AppInstruct. Mesmo assim, você terá que fazer um excelente plano de estudos e segui-lo a risca até aprender e começar a programar de forma consistente.

Esses cursos podem apresentar alguns custos, além da grande demanda de tempo. Temos um guia de 13 passos que te auxiliarão no desenvolvimento da ideia do aplicativo.

Aprender a programar para fazer um aplicativo

Fazer um aplicativo usando plataformas DIY

Plataformas DIY são aquelas que já são pré-programadas e geralmente apresentam um sistema de Drag-and-Drop. São muito simples de se usar pois, literalmente, é só arrastar e soltar os elementos para fazer um aplicativo.

Os sites dessas plataformas geralmente apresentam um manual sobre como utilizá-los. A Goodbarber e a BuildFire são algumas dessas plataformas. Existe também um aplicativo para fazer aplicativos, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology,o MIT App Inventor.

Os templates e as opções de design oferecidos por essas plataformas estão todos prontos. Isso dificulta a personalização do seu aplicativo e faz com que ele possa ser parecido com algum já criado.

Você deve pagar para usar essas plataformas por mês, que incluirá o preço para hospedar seu aplicativo nas App Stores. Os preços são bem variados e caso você desejar a consultoria de um profissional, um valor extra será cobrado.

A medida que você constrói o App nessas plataformas, o código já vai se escrevendo sozinho. Esse pode até ser um bom método para aplicativos simples, porém o código pode apresentar algum defeito que pode prejudicar a experiência do seu público.
drag and drop

Contratar uma empresa para desenvolver meu aplicativo

A última opção para fazer um aplicativo é contratar um desenvolvedor. É a melhor opção caso você precise de um aplicativo completo e mais sofisticado e que será completamente focado no usuário. Há a opção de se contratar um freelancer ou uma empresa desenvolvedora.

O freelancer cobrará por hora de serviço e pode acabar saindo mais caro do que contratar uma empresa. Já a empresa analisará todas as funcionalidades que você colocará no seu aplicativo e te passará o valor final.

Há alguns pontos que você deve levar em conta antes de contratar qualquer um dos dois, como: aplicativos que já foram desenvolvidos, tempo de desenvolvimento e custo total.

Aplicativos que já foram desenvolvidos

Procure os aplicativos mais recentes que foram desenvolvidos pela empresa ou Freelancer. Faça buscas em seus sites sobre eles, pesquise nas App Stores sobre os reviews daqueles aplicativos. Os que apresentarem poucas estrelas ou que os usuários estejam reclamando nos reviews mostram que os desenvolvedores não apresentam muita expertise ou foco na experiência do usuário. Procure entrar em contato com as pessoas que contrataram para desenvolver aquele aplicativo, procure entender como foi o processo, se houve problemas, se há desenvolvedores especializados em Android e iOS e qualquer informação que julgar necessária.

Tempo de desenvolvimento

Alguns podem demorar muito tempo e outros quase nenhum. Você deve fazer um plano de negócios para seu aplicativo, e nesse planejamento deve conter o tempo de desenvolvimento. Lembre-se de prezar sempre pela qualidade do produto, que você analisou no primeiro passo, e escolher aquela empresa que mais se adequa ao tempo planejado. Quanto mais funcionalidades seu aplicativo tiver, mais tempo ele demora para ser desenvolvido. Esse tempo varia de um mês, nos Apps mais simples, até um ano, nos muito complexos.

Custo total

O custo de um aplicativo, principalmente se for complexo, é elevado. Desconfie de quem apresenta um valor muito abaixo do mercado e escolha uma empresa que condiz com seu plano de negócios.
Esses pontos são importantes e te ajudarão a classificar as empresas e separar aquelas que atendam seus requisitos e realmente tem  foco na experiência do usuário.

Mas afinal, como eu decido?

O primeiro ponto é responder às três perguntas iniciais. O segundo é analisar a complexidade das funções de seu aplicativo. O tempo que você irá demorar para aprender a programar um App complexo é muito alto? Uma plataforma DIY irá suprir tudo que seu aplicativo precisa? Você tem capital para investir em uma empresa ou freelancer?

E claro, analise seu plano de négocio. Em quanto tempo você pretende lançar seu aplicativo? Quanto tempo você terá o retorno do investimento que fez?

Tudo deve ser bem estruturado e planejado antes de se tomar qualquer decisão. Geralmente contratar uma empresa é a saída que gera menos problemas no futuro. Como ela já tem experiência no desenvolvimento, design exclusivo e foco no usuário, as chances de sucesso e retorno aumentam!


  • Daniel Madureira
  • Gerente de marketing
  • Mineiro de Divinópolis, amante do futebol e cruzeirense apaixonado. Adorador de tecnologia e marketing digital. Graduando em Engenharia de Produção. Gosta de uma boa resenha e de contos medievais nas horas vagas. Quem tiver interesse em saber mais é só seguir no Instagram @danielmadureira94

1 comentário no post “Fazer um aplicativo ou contratar desenvolvedores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *