99 – Estratégia de crescimento de sucesso

Como a 99 está obtendo sucesso no mercado de mobilidade urbana brasileiro.

Os carros trazem liberdade e mobilidade para as pessoas, mas com o aumento de carros nas ruas ninguém vai a lugar algum.

Caso em questão: Brasil.

O país teve um boom na venda de carros após a virada do milênio, mas com um planejamento urbano deficiente obtivemos um trânsito descoordenado em diversas cidades de todo o país. Mais recentemente, a turbulência econômica no Brasil colocou o “sonho do carro próprio” fora do alcance de grande parte da população e evidenciou a necessidade de alternativas de transporte, como o compartilhamento de viagens. Em meio a esse cenário, surgiu uma solução, made in brasil, a 99.

As cidades foram inundadas por serviços de táxi, enquanto grandes empresas de aplicativos de mobilidade urbana se instalaram no mercado brasileiro e garantiram suas frotas de carros antes do colapso. Conseguir um lugar ao sol no disputado mercado de mobilidade brasileiro não foi uma tarefa fácil, no entanto, uma startup encontrou uma maneira de alavancar utilizando-se de sua percepção local, se destacando das demais.

99

Fundado em 2012, o serviço de compartilhamento de táxi e corrida 99 (anteriormente chamado de “99 Táxis”) tomou uma série de decisões acertadas desde o início, que ajudaram a garantir uma posição de destaque. Uma vez que as leis brasileiras locais proíbem o compartilhamento de carona entre colegas, o aplicativo da 99 foi inicialmente desenvolvido para alavancar a infraestrutura de táxi existente, como uma plataforma exclusivamente de táxi. O impulso inicial veio quando a empresa optou por utilizar o conhecido modelo de táxi do Brasil, com uma cultura móvel promissora e prática, para proporcionar uma melhor experiência de transporte.

À medida que a competição aumentava, a equipe de gerentes da 99 trabalhava com o departamento jurídico para obter aprovação para uma nova categoria mais sofisticada de táxis, carros pretos, além do puro compartilhamento de viagens. Isso levou às ofertas 99 TOP e 99 POP da empresa, que diferenciaram 99, oferecendo aos passageiros opções adicionais de transporte. Disponibilizando novas oportunidades para os motoristas e permitindo que a empresa consolidasse fortes relações com os governos locais.

Mas tão importante quanto a atividade reguladora e a expansão de produtos da empresa foi a forma como utilizou a tecnologia móvel. Mesmo com disponibilidade limitada de capital em relação as concorrentes (uber e Cabify) a empresa inovou, investindo seu restrito capital no desenvolvimento de uma plataforma móvel melhor para seus motoristas e usuários.

Em paralelo ao crescimento alinhado a uma boa gestão, seu maior concorrente, Uber, enfrentou grandes problemas, prejudicando a imagem da empresa em nível global.

Veja os principais erros cometidos pela Uber.

Os motoristas que se cadastraram para trabalhar no 99 viram rapidamente divulgadores do serviço da empresa, combinados com uma plataforma móvel prática e eficiente significou mais viagens por dia e reduziu o tempo ocioso dos motoristas. Os fundadores da empresa decidiram astutamente não cobrar dos motoristas pelas corridas que eles pegaram na plataforma. Isso possibilitou um maior volume de chamadas e claro, uma maior base de usuários. As oportunidades de negócios surgiram mais tarde, quando a rede se tornou densa o suficiente para que o 99 aproveitasse sua plataforma móvel e a empresa possibilitasse pagamentos in-app.

Estratégia de crescimento

À medida que o aplicativo da 99 cresceu, os motoristas foram incentivados a atualizar seus telefones para modelos mais atualizados, com telas de maior resolução, para melhorar a navegação e mudar do serviço pré-pago 3G para planos com internet 4G. Possibilitando um atendimento mais rápido e eficiente durante as corridas.

Time de liderança nacional

Tão fundamental quanto as contribuições do aplicativo da 99 para o ecossistema móvel, foi a forma como a empresa complementou a cultura local. Como trata-se de uma empresa nacional, a equipe de liderança da 99 está fortemente focada em enfrentar desafios exclusivos do ambiente brasileiro, como a segurança de motoristas, por exemplo. Ao contrário dos concorrentes internacionais, a equipe de liderança da 99 está toda localizada no Brasil e é uma característica importante para as principais partes interessadas, incluindo governos locais, motoristas e clientes.

B2B

E a empresa continua a se expandir de maneira inteligente. Seus negócios B2B aumentaram, fornecendo soluções de transporte corporativo seguro e econômico a milhares de empresas em todo o país. Um exemplo fantástico disso ocorreu na cidade de São Paulo. O governo do estado de São Paulo eliminou toda a sua frota de veículos para contratar a 99, em todas as suas necessidades de trânsito local.

Embora a maioria das corridas realizadas no aplicativo da 99 ainda sejam para usuários comuns (B2C), essas contas empresariais são um fluxo de receita que ajuda a posicionar a empresa para o sucesso contínuo.

Ficou claro no início que a 99 entende o que torna o Brasil único, bem como a evolução da tecnologia móvel no país. Reconhecemos que esses fatores podem contribuir para o sucesso, mesmo em um mercado muito disputado.

Investimento externo significativo

E, claro, não fomos os únicos que identificamos o potencial da 99. No início de 2018, Didi Chuxing e Riverwood adquiriram uma parcela da 99, assumindo o controle da empresa brasileira, tornando-a a maior empresa de mobilidade urbana de todos os tempos na América Latina. A Softbank rapidamente seguiu o exemplo, adicionando combustível à expansão da 99. Com o caixa cheio de dinheiro e parceiros fortes com experiência global significativa em mobilidade, a 99 continua a fornecer conhecimento do mercado local e excelentes relações com os governos desenvolvidos ao longo dos anos.

Muita coisa mudou desde que a 99 recebeu investimento, mas uma coisa importante continua a mesma: as pessoas atrás das tomadas de decisão. Estamos orgulhosos de uma empresa brasileira obter destaque internacional e temos certeza que servirá de inspiração para que outras empresa de mobilidade urbana brasileira possam se destacar.

E já temos grandes nomes em mente. Você já ouviu falar do aplicativo MobDrive? Aplicativo de mobilidade urbana que está se destacando em Teresina.

Texto original disponívem em: How 99 Is Successfully Navigating Brazil’s Crowded Rideshare Market


  • Conrado Carneiro
  • Diretor de Negócios
  • Diretor de negócios na Usemobile atua diretamente na criação de produtos: Da ideia ao lançamento. Apaixonado por tecnologia, tem como hobby o estudo de UI/UX mobile. Atleticano por opção! "As pessoas vêem aquilo que elas querem ver"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *