wearable

Wearable: o que são as chamadas “tecnologias vestíveis”

Cada vez mais tem se tornado comum a utilização dos smartwatches, ou relógios inteligentes. Eles possuem processadores próprios e são capazes de se conectar ao seu smartphone, te enviar lembretes e até mesmo monitorar sua saúde. Os smartwatches são apenas um dos itens da categoria chamada de wearable, que tem ganhado popularidade nos últimos anos com o crescimento da chamada internet das coisas (IoT).

Mas afinal de contas, o que são os wearable?

Os wearable, ou “tecnologia vestível”, englobam todos aqueles equipamentos eletrônicos que contém processadores próprios e que podem ser usados como peças de roupa ou acessórios.

A grande maioria dos wearable dependem de outros dispositivos, como os smartphones, para a conexão ou o processamento de dados. Já são várias as opções no mercado além dos relógios, como pulseiras, anéis, peças de roupa, capacetes e óculos.

O potencial dessa categoria é tamanho que varejista Amazon já criou uma área para as tecnologias vestíveis. Há até um centro de aprendizado dentro da própria loja da varejista explicando detalhadamente cada gadget.

Usabilidade dos wearable

Os wearable possuem várias usabilidades através da ampliação do uso da tecnologia. No caso dos smartwatches, as mais comuns são receber notificações de e-mail e vários outros aplicativos. Alguns monitoram a distância percorrida e frequência cardíaca.

smartwatch wearable

As pulseira inteligentes são muito utilizadas para monitorar a saúde do seu usuário, como a Life Band Touch da LG. Elas monitoram passos, distância percorrida, tempo de corrida, batimentos e até temperatura corporal.

Existe até uma pulseira brasileira para facilitar o pagamento. A ATAR band é uma pulseira de identificação e realização de pagamentos por aproximação que não necessita de bateria. Todas as transações realizadas são recebidas e listadas por um aplicativo.

Os óculos, como o Google Glass e o HoloLens da Microsoft, de realidade aumentada, se mostraram muito úteis no cotidiano. Através da interação com aplicativos é possível utilizar o GPS, ter a previsão do clima, conectar-se com as redes sociais, e-mail, câmera para fotos e microfone para as chamadas de voz.

google glass wearable

Os avanços e pesquisas nessa área da tecnologia são tamanhos que os coreanos estão desenvolvendo um adesivo, utilizando fibras de vidro entrelaçadas, que será capaz de converter calor humano em energia! Atrelando essa tecnologia aos wearable, seus gadgets seriam carregados a partir do seu próprio corpo.

Polêmicas envolvendo os wearable

Um dos principais pontos destacados pelos consumidores é em relação à privacidade. Com o grande crescimento  dos wearable e implantes tecnológicos nos últimos anos questiona-se até quando nossas vidas serão nossas.

O volume de dados que se pode levantar com esses dispositivos é imensa, ainda levando em conta que todos os aparelhos e nossas vidas estão sempre online, nossa privacidade e nossa identidade podem estar em risco.

As empresas deverão trabalhar suas políticas de transparência, deixando claro para os usuários e consumidores quais dados estão sendo coletados e utilizados.  Só assim nossa privacidade e segurança estarão garantidas.

Afinal, os wearable são bons ou ruins?

Apesar das polêmicas que podem levantar, os wearable podem trazer muitas melhorias e facilidades para vários setores. O setor de saúde acredita-se que pode ser um dos mais beneficiados, principalmente nos cuidados com idosos, permitindo diversos monitoramentos que podem evitar problemas futuros.

Eles ainda estão engatinhando em relação ao potencial que podem vir a ter, e ainda dependem de dispositivos externos, mas num futuro próximo eles podem vir a fazer parte do cotidiano de várias pessoas, promovendo acessibilidade, conforto e segurança.

E você, o que acha a respeito desses dispositivos? Compartilhe com a gente!


  • Daniel Madureira
  • Gerente de marketing
  • Mineiro de Divinópolis, amante do futebol e cruzeirense apaixonado. Adorador de tecnologia e marketing digital. Graduando em Engenharia de Produção. Gosta de uma boa resenha e de contos medievais nas horas vagas. Quem tiver interesse em saber mais é só seguir no Instagram @danielmadureira94