realidade-virtual-e-realidade-aumentada

Qual a diferença entre realidade virtual e aumentada?

Não faz muito tempo as siglas VR (realidade virtual) e AR (realidade aumentada) tem aparecido com bastante frequência nas publicações que falam a respeito de tecnologia. Seus gadgets começam a fazer parte da lista de desejo de crianças, adultos e principalmente das empresas que querem sair na frente no quesito inovação.

A tecnologia chamou ainda mais atenção, após fabricantes como Apple e Google disponibilizarem bibliotecas para que desenvolvedores possam criar mais aplicativos usando recursos de Realidade aumentada e Realidade Virtual em seus sistemas operacionais iOS e Android, respectivamente.

No entanto por ainda estarem um pouco distante da rotina do grande público, os nomes ainda são usados de forma incorreta e geralmente como sinônimos e/ou confundidos um pelo outro. Para entender melhor, continue lendo que vou explicar de forma rápida e clara a diferença entre realidade virtual e realidade aumentada.

Primeiramente o importante é saber o que cada sigla significa. Então vamos lá

Realidade virtual (VR)

A sigla VR é o acrônimo da palavra Virtual Reality que em tradução literal significa Realidade Virtual.

A característica principal da realidade virtual, é trazer uma imersão em uma dimensão paralela, totalmente artificial. Ou seja, a realidade virtual cria um mundo integralmente digital onde o usuário é inserido, através de plataformas, como óculos 360 ou simuladores.

Os mais famosos são o oculus rift e o Samsung gear VR, que ampliam a experiência sensitiva com uso de imersão sonora, e tátil através de controles de mão.

realidade virtual rift e gear Ambos  já estão disponíveis no Brasil, o preço dos modelos ainda está um pouco salgado na terra brasilis. Com a popularização, já é possível encontrar opções paralelas que oferecem uma experiência similar por preços entre 30 e 80 reais.

O próprio Google com o objetivo de fomentar e popularizar aplicações em VR, criou o Google cardboard, um óculos feito de papelão que possibilita o usuário ter o primeiro contato com uma experiência imersiva, gastando menos de 20 reais.

Obs: Antes de escrever esse artigo, experimentei algumas opções e o melhor custo benefício foi o VR BOX, custa em média 40 reais e oferece conforto e uma experiência próxima ao do Gear VR. Você pode ver ele em ação no vídeo que fizemos em uma de nossas ações:

A tecnologia de Realidade Virtual é usado principalmente em simuladores técnicos para treinamento. Como o paraquedista militar na foto a seguir.

realidade virtual treinando paraquedistas Aplicativos com visualização de constelações e jogos em primeira pessoa, foram os pioneiros no uso do VR. Com uma rápida busca em sua loja de aplicativos, é possível encontrar os melhores apps com uso de realidade virtual.

Realidade aumentada (AR)

A sigla AR vem do inglês Augmented reality, que em bom português é Realidade Aumentada .

Diferente da realidade Virtual, que insere o usuário em um mundo completamente artificial, a realidade aumentada traz elementos virtuais para o mundo real. Os gadgets mais conhecidos são os próprios smartphones, e o Google Glass.

No entanto as experiências mais completas dentro de AR são do HoloLens, da Microsoft, e o Google Magic Leap.

Holo Lens:

Magic Leap :

Outros exemplos já disponíveis no mercado são de interações holográficas em GPS de Aeronaves e veículos. Uma de suas aplicações mais populares foi o jogo Pokemon Go, que trouxe através de um aplicativo para smartphones a interação de criaturas virtuais no mundo real. Nesse vídeo você consegue ver a dimensão que o jogo tomou:

Um outro aplicativo Famoso foi o jogo do Super Mario, onde você é o personagem principal e o ambiente ao redor trás elementos de interação do jogo no cenário real a sua volta. Você pode conferir no vídeo a seguir:

Aplicativos de decoração e campanhas de marketing foram os que mais fizeram uso criativo do AR.
realidade aumentada coral
A Coral, marca de tintas famosa, criou um app que permitia aplicar tinta nas paredes através do celular, facilitando a visualização e escolha do seu cliente! Olha nesse video que bacana a experiência que eles criaram:

E para facilitar sua vida, aqui está o app para iOS e Android:
App Sotregoogle play

E então…

Perceba a diferença que cada tecnologia oferece. É comum pensar nas duas tecnologia como uma coisa só, mas é importante deixar claro que mesmo tendo em comum elementos digitais as experiências e aplicações são bem distintas e não são “Concorrentes”, como muitas vezes são colocadas!

Agora me conta, você já teve alguma experiência com essas duas tecnologias?
Estou procurando alguns aplicativos de realidade virtual ou realidade aumentada interessantes para um outro post, se souber de algum me conte nos comentários.

Até a próxima 😀


  • Diego Melo
  • Ger. Sucesso de Produtos
  • Designer, empreendedor, curioso e bem humorado. Sniper nas horas vagas e um sonhador full time! Nas horas PAGAS eu transformo sonhos e ideias em produtos de sucesso, trabalho incansavelmente para projetar e desenhar sistemas e aplicativos que de fato possam melhorar a vida dos usuários e ajudar empresas a serem mais eficientes! Na Usemobile sou responsável pela criação e sucesso de produtos em plataformas web e mobile!